A Via crucis e As Deusas do Rio Nilo e Niger

Detalhes do evento

A Via crucis e As Deusas do Rio Nilo e Niger

Horário: 21 março 2012 às 11:00 a 4 abril 2012 às 16:00
Local: Salao Nobre Palácio do Buriti
Cidade: Brasilia DF
Tipo de evento: exposicao, de, artes, ivan, oliveira
Organizado por: Secretaria Especial de Promoção da Igualdade Racial
Última atividade: 17 Mar, 2012

Exportar para Outlook ou iCal (.ics)

Descrição do evento

 IVAN DE OLIVEIRA

Exposicao de artes Plasticas

A Via Cruccis e As Deusas do Rio Nilo e Níger.

O governo Agnelo Queiroz, a Secretaria Especial da Promocao da Igualdade Racial, e a Fundação Banco do Brasil apoiaram a possibilidade de que Ivan de Oliveira pudesse homenagear a beleza das mulheres do rio Níger e do Rio Nilo, e ainda a Via Crucis com a imagem de um Jesus Negro, como um símbolo da representação dos africanos  no Brasil.
Ivan de Oliveira é um artista consagrado na América, notadamente no Canadá, nos Estados Unidos e na Argentina. Sua homenagem à beleza das mulheres africanas oportuniza as mulheres de Brasília em simbolizando a reflexão das mulheres que vivem em uma das regiões mais pobres do mundo, que ironicamente tem uns dos leitos mais bonitos do planeta: O rio Níger e o rio Nilo representam para as mulheres que utilizam à água, a fertilização da colheita através da dança.
Trazer a temática das mulheres sofridas, estereotipadas e escravizadas no mês de março é permitir ao Brasil uma reflexão da concepção da beleza explorada pela mídia no estereotipo da mulher branca, esbelta e de cabelos claros.
As belezas das mulheres do Rio Níger e Nilo, que vivem e sobrevivem numa das regiões mais pobres do planeta, cuja beleza Ivan de Oliveira faz sua homenagem, são mulheres que tem uma beleza impar cuja formosura e delicadezas nos traços e nas formas cantada e decantada por Elza Soares na música “Deusa do Rio Níger”.
Ivan de Oliveira trás em pauta a figura de um cristo negro, representante das classes populares e se perpetua como um homem que lutou pela conquista dos desprovidos de sua liberdade de viver e sobreviver, no dizer de Florestan Fernandes “A Integração do Negro na Sociedade de Classes”, uma caminhada dos oprimidos na busca de sua redenção.


Francinete Perdigão.
PHD em História Social e Professora de História da África.

Caixa de Recados

Comentar

RSVP para A Via crucis e As Deusas do Rio Nilo e Niger para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comparecer (1)

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço