Africano-brasileiro vota\assiste na tv\contrata\ defende\ensina\ médico atende africano-brasileiro?

 

Nos Estados Unidos, o corporativismo é tão forte que em todos os setores públicos e privados do alto da pirâmide até a base tem que se contratar pessoas de todas as etnias. Eles defendem a diversidade e oportunidade igualitária,  mas na realidade as pessoas sempre procuram seus semelhantes para se relacionar profissional e não-profissionalmente.

De vendedor(a) , médico(a), modelo(a), advogado(a), dentista, político(a), CEO, presidente etc.

É necessário que a diversidade racial e cultural esteja presente para que a população se sinta representada senão as pessoas não gastam tempo ou dinheiro com o serviço ou produto que não tem legitimidade diversificada de etnias e culturas.

Com isso há mais oportunidades em várias as áreas de trabalho e a competição de trabalho é mais igualitária em todos os lugares. Mesmo com a crise.

Por exemplo o atual presidente na NASA é Africano-Americano, Assim como o Presidente dos EUA, A CEO da Emissora de TV OWN e a dona da" American Next Top Model" franshise são africanas-americanas . Share power and money!!

http://mhpshow.msnbc.msn.com/      http://www.msnbc.msn.com/id/44258842

 

Vc acredita que isso é uma boa idéia?  

Gostaria de saber se vc é coorporativista? Vc procura profissional Africano(a)-Brasileiro(a) nas instituições com as quais vc se relaciona com tempo, serviço ou dinheiro? Sim ou Não? Porque?

 

 

 

 

 

 

 

Exibições: 122

Responder esta

Respostas a este tópico

Não vejo nada demais negros fazerem corporativismo racial, visto que a população branca, beneficia os seus até hoje, não vejo como racismo ao inverso coisas como comprar em lojas de negros, restaurante de negros, votar em negros conscientes, exigir modelos negros em campanhas,´procurar sócios negros

Responder à discussão

RSS

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço