Deputado Marco Feliciano (PSC-SP) diz que africanos são amaldiçoados e atacou gays

Home Política Brasil Mundo Educação Cultura Ciência Colunistas Fotos Poder Online Economia Esporte Home iG › Último Segundo ›  No Twitter, deputado diz que africanos são amaldiçoados
Polêmica sucede declarações do deputado Jair Bolsonaro, que associou negros à promiscuidade e atacou gays
AE | 31/03/2011 18:03
A+ A-
Compartilhar: selo
Na mesma semana em que as declarações do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) no programa CQC provocaram reações no Congresso, outro parlamentar usou o Twitter para dizer que "os africanos são amaldiçoados". Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) é deputado federal de primeiro mandato e garante que a afirmação vem de um conhecimento teológico. Ele se diz afrodescendente e nega ser racista.


Leia mais
Bolsonaro diz que kit do MEC é gay
'Estou me lixando para o movimento gay', diz Bolsonaro
Os primeiros posts tratando do tema foram colocados na página do parlamentar ontem. Segundo ele, foi sua assessoria que colocou o "ensinamento" na internet, mas com seu aval. Entre outras frases, Feliciano diz na rede social que "sobre o continente africano repousa a maldição do paganismo, ocultismo, misérias, doenças oriundas de lá: ebola, aids. Fome".

Hoje, ele retornou ao tema: "A maldição que Noé lança sobre seu neto, Canaã, respinga sobre o continente africano, daí a fome, pestes, doenças, guerras étnicas!". Segundo o deputado, a Bíblia sustenta a teoria de que o continente africano foi amaldiçoado. O parlamentar afirma que, pela Bíblia, Cam, filho de Noé, "vê a nudez do pai" em um momento de embriaguez de Noé e ri. Quando Noé volta em si, ele chama Cam e seu neto Canaã e joga uma maldição sobre o neto, que, posteriormente seria o responsável por povoar o continente africano.

Em entrevista hoje, o deputado reafirmou as frases colocadas na rede social. Ele afirmou que tudo isso é um "ensinamento teológico avançado". Feliciano nega que seja racista e diz que "ora pela África". "O problema do continente africano é espiritual e se vence com oração. Isso poderia ter acontecido com outro continente, mas foi lá. Eu apenas citei um texto que é teológico para quem quiser aprender. O resto é maldade das pessoas".

A polêmica relativa à Àfrica não é a única da página do parlamentar na rede social. Feliciano faz também ataques a homossexuais. "A podridão dos sentimentos dos homoafetivos levam ao ódio, ao crime, a rejeição", diz ele em um dos posts.

O deputado afirma que o ataque é destinado a homossexuais que têm espalhado críticas a ele no Twitter. Ele afirma ainda que respeita os homossexuais, mas que é contra a "promiscuidade" que está sendo colocada diante de seus filhos. "Dentro de quatro paredes, eles têm liberdade, mas não podem querer que eu aceite um ato que é condenado pela Bíblia Sagrada", diz ele.

Exibições: 285

Responder esta

Respostas a este tópico

prezado irmãos!

sou umbandistas e estamos, aqui no Ceará criando um sindicato ( SINDICATO DOS TRABALHADORES (AS) EM CENTROS DE RELIGIÕES AFRODESCENDENTES NO ESTADO DO CEARÁ- SINCERA)

Acredito que um sindicato em cada estado  do Brasil, seria uma das soluções para o combate a este tipo de crime. estou disposto a ajudar os irmãos interessados em fundar o seu sindicato, em qualquer parte do país.

contatos: 85 32362117 / 87941368 / 96722686.

Deputado Marcos Feliciano!

parece que o senhor ainda não aprendeu a ler. se aprendeu está distorcendo fatos da leitura do evangelho.

do onde o senhor tirou a idéia que DEUS é racista? acho que o senhor é racista e imoral e tenta jogar para DEUS seus crimes de intolerância e preconceito.

só uma pessoa doente do espirito, insana e imbecil pode ter uma idéia obtusa sobre DEUS como a que o senhor está tendo.

no seu pensar DEUS é racista, mas,  o mesmo DEUS, não se importa com os crimes de lavagem de dinheiro, fraude financeiras, evasão de divisas, estelionato e tantos outros que acontecem no seio das igrejas evangélicas?

acorde para vida PASTOR. o senhor é pastor de que mesmo? 

os movimentos sociais tem que se esforçarem para que criminosos como o senhor ( cometeu crime de preconceito e intolerância rligiosa, prevista no código penal brasilero) não se elejam mais e fique atrapalhando nas conquista que tencionam a tornar este país mais justo, fraterno e solidario?

SE VOCE É UMBANDISTA DEUS TE ABENOE, SE VOCE NÃO DEUS TE PERDOE.

Meu Deus, por quanto tempo ainda teremos que conviver com o PRECONCEITO? Todos somo iguais independente

de raça,opção sexual, religião etc......

 Atacar os homossexuais é mais fácil pois não é crime, ja o racismo é!

O HOMEM NOVO


    Para construir um mundo novo precisamos de um homem novo. O mundo está cheio de erros e injustiças porque é a soma dos erros e injustiças dos homens. Todos sabemos que temos de morrer, mas só nos preocupamos com o viver passageiro da Terra. Por isso, a humanidade desencarnada que nos rodeia é ainda mais sofredora e miserável que a encarnada a que pertencemos. "As filas de doentes que eu atendia na vida terrena — diz a mensagem de um espírito — continuam neste lado." 
    Muita gente estranha que nas sessões espíritas se manifestem tantos espíritos sofredores. Seria de estranhar se apenas se manifestassem espíritos felizes. Basta olharmos ao nosso redor — e também para dentro de nós mesmos — para vermos de que barro é feita a criatura humana em nosso planeta. Fala-se muito em fraude e mistificação no Espiritismo, como se ambas não estivessem em toda parte, onde quer que exista uma criatura humana. Espíritos e médiuns que fraudam são nossos companheiros de plano evolutivo, nossos colegas de fraudes cotidianas. 
    O Espiritismo está na Terra, em cumprimento à promessa evangélica de Consolador, para consolar os aflitos e oferecer a verdade aos que anseiam por ela. Sua missão é transformar o homem para que o mundo se transformeHá muita gente querendo fazer o contrário: mudar o mundo para mudar o homem. O Espiritismo ensina que a transformação é conjunta e recíproca, mas tem de começar pelo homem. Enquanto o homem não melhora, o mundo não se transforma. Inútil, pois, apelar para modificações superficiais. Temos de insistir na mudança essencial de nós mesmos.
    O homem novo que nos dará um mundo novo é tão velho quanto os ensinos espirituais do mais remoto passado, renovados pelo Evangelho e revividos pelo Espiritismo. Sem amor não há justiça e sem verdade não escaparemos à fraude, à mistificação, à mentira, à traição. O trabalho espírita é a continuação natural e histórica do trabalho cristão que modificou o mundo antigo. Nossa luta é o bom combate do apóstolo Paulo: despertar as consciências e libertar o homem do egoísmo, da vaidade e da ganância. 
    "Os anos não nos dão experiência nem sabedoria — dizia o vagabundo de Knut Hamsun — mas nos deixam os cabelos horrorosamente grisalhos." É o que vemos no final desse poema bucólico da Noruega que é "Um Vagabundo Toca em Surdina". Knut Hamsun era um individualista e sobretudo um lírico do individualismo. Mas o homem que se abre para o altruísmo sabe que as verdades do indivíduo são geralmente moedas falsas, de circulação restrita. A verdade maior — ou verdadeira — é a que nasce do contexto social, da usina das relações, onde o indivíduo se forma pelo contato com os outros. 
    Os anos não trazem apenas os cabelos brancos — trazem também a experiência, mestra da vida, e com ela a sabedoria. E no dia a dia da existência que o homem vai modelando aos poucos a sua própria argila, o barro plástico de que Deus formou o seu corpo na Terra. Cada idade, afirmou Léon Denis, tem o seu próprio encanto, a sua própria beleza. É belo ser jovem e temerário, mas talvez seja mais belo ser velho e prudente, iluminado por uma visão da vida que não se fecha no círculo estreito das paixões ilusórias. O homem amadurece com o passar dos anos. 
    A vida tem as suas estações, já diziam os romanos. À semelhança do ano, ela se divide nas quatro estações da existência que são: a primavera da infância e da adolescência, o verão da mocidade e outono da madureza e o inverno da velhice. Mas também à semelhança dos anos, as vidas se encadeiam no processo da existência, de maneira que as estações se renovam em cada encarnação. Viver, para o individualista, é atravessar os anos de uma existência. Mas viver, para o altruísta, é atravessar as existências palingenésicas, as vidas sucessivas, em direção à sabedoria.

 O branquear dos cabelos não é mais do que o início das nevadas do inverno. Mas após cada inverno voltará de novo à primavera. 

 
    A importância dos anos é, portanto, a mesma das léguas numa caminhada em direção ao futuro. Cada novo ano que surge é para nós, os caminheiros da evolução, uma nova oportunidade de progresso que se abre no horizonte. Entremos no ano novo com a decisão de aproveitá-lo em todos os seus recursos. Não desprezemos a riqueza dos seus minutos, das suas horas, dos seus dias, dos seus meses. Cada um desses fragmentos do ano constitui uma parte da herança de Deus que nos caberá no futuro. 

 (Pires, J. Herculano. Do Livro O  Homem Novo)

A UMBANDA, queridos irmãos e o ESPIRITISMO, são as filosofias que nos tem mostrado o quanto vale a pena calar diante dos absurdos e infelizes comentários desastrosos de homens cheios de si, malévolo, orgulhosos, insensíveis, ganaciosos e vaidoso.

As maiores chagas da humanidade, são não as que se cura nos hospitais, pois elas tratam da cura do que inexoravelmente um dia vai envelhecer e se acabar, o corpo, mas as que aflige os homens em seu mais profundo intimo, as que foram citadas acima.

leia sobre KARDEC, pesquise a UMBANDA, voce vai descobrir que JESUS, tem nos ensinado que do outro lado há plenitude e esperança infinitas 

 

eu não tenho nem palavras!!

 

pra mim isso está abaixo da crítica...não dá nem pra levar um cara desse a sério!!!

 

 

Responder à discussão

RSS

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2022   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço