Estive, por algum tempo, frequentando diariamente a Comunidade dos Coelhos, Recife. Sempre com meu equipamento fotográfico, registrando imagens das palafitas e da população ribeirinha para o meu trabalho de conclusão de curso em Jornalismo, que por sinal defenderei amanhã. Algumas pessoas acham arriscado, perigoso - de fato, é, mas, por lá nunca me aconteceu nada de ruim.Mas quando estive pelas ruas do Recife, de bicicleta, com equipamento na mochila, a registrar imagens da "Veneza Brasileira", logo aparecia uma viatura para encostar o negão e revistá-lo. E olhavam com desconfiança o fato de eu carregar um equipamento fotográfico tão caro. Não fosse o fato de eu levar comigo, no bolso da bermuda, minha identificação de jornalista/repórter fotográfico, iam logo achar que o equipamento não era meu. E ainda dizem que preconceito e racismo não existe mais!

Uma vez, em Brasília, a polícia encostou a mim e meu irmão para uma revista. Era noite e íamos para uma festa. Enquanto nos revistavam, e não achavam nada... quer dizer, acharam, nosso dinheiro nas carteiras, que foi subtraído pelos policiais.

Em Salvador, vinhamos eu e o piloto da moto e logo uma viatura da PM mandou encostar, apontando uma pistola Ponto 40 pra nossa cara. As pessoas que passavam no ônibus, em pleno meio dia, logo pensavam: "Pegaram dois bandidos". O motoqueiro foi contratado por mim para passar o dia me levando aos meus clientes de fotografias, que era só o que tinha na minha bolsa, fotos. Mas eles alegaram que eramos suspeitos porque além de estarmos de moto, ainda com mochila... E logo passou dois branquinhos de moto com duas mochilas enormes. Aí eu ironizei: Vai atrás daqueles, porque podem ser perigosos, pois as mochilas (duas) são maiores que a minha. E ainda me chamaram de engraçadinho.

Em Fortaleza, há muitos anos, estava namorando na praia (beijinhos e abraços apenas - que fique bem explicado), apareceu um vulto que nos assustou. Quando notei que era um policial fiquei tranquilo, podia ser um ladrão! O PM foi logo com grosseria, perguntando se não tínhamos medo de sermos assaltados. Depois mandou eu encostar pra me revistar e apareceu com um pacote na mão dizendo que era meu. Chamei ele de louco: Qual é cara voce vai aprontar essa pra cima de mim?! - O quê, disse ele, vai dizer que num é seu?! Conversa vai e vem o cara sugeriu um pagamento pra me liberar. Mostrei que estava liso, que era fotógrafo e estava em Fortaleza c obrindo o Fortal, o que identifiquei com credencial do evento. Ele aí perguntou se eu tinha acesso ao trio de Ivete e se tinha fotos dela. Eu disse que tinha várias fotos dela não só do Fortal como de outros. Ele então me liberou, mas diante da promessa de que no dia seguinte eu fosse levar umas três pra ele e deixar com um vigia de um restaurante. Claro que ele nunca viu essas fotos!

Diante desses fatos, amigos, não tenho medo de andar dentro de uma comunidade (Favela), e fico indignado com alguns policiais que temos, que ao invés de nos proteger...

Exibições: 463

Responder esta

Respostas a este tópico

Grande Mauro, sua coloção é super importante, mas vivemos num país com uma  desigualdade social enorme, vc é sabedor disso, pelas suas andanças e viagens muito mais do eu, certo.Essa situação passa principalmente pela falta de educação e cidadania que não  é passada para os policias, qual o seu papel realmente numa socieade mestiça?, aonde a  maioria é negra e sofre a anos pelo sistema? policias são verdadeiros capitães do mato, são negros batendo e matando negros nos opriminos de toda forma, fora a violencia não declarada e a falta de investimentos em todas as áreas sociais do nosso estado e em nosso país.Por isso precisamos sim estudar ou seja conhecer os nossos direitos , porque deveres já temos de sobra!!!

 

Um grande abraços, Luciano. 

Arma de fogo é PODER. Veja que acontece irmão... esses tais que lho abordaram em diversas oportunidades, conforme citado, a maioria é PRETO; quando clarinho, não deixa de ser baixa renda e moram nos bolsões de miséria. São emocionalmente despreparados para portar arma de fogo. Tem um passado traumatológico. São muitos deles PSICOPATAS, e a delinquencia é latante. Conforme a prática dessa gente, servil, tem  um SENHOR. O Estado, suas conviniências, vícios e tirania. Concluindo: os cães de guarda servem para morder!... Atacam, humilham e matam!... Assim são "homes" e "mulheres" adestrados para a guerra contra os seus traumas!... Agridem a SOCIEDADE em seu oposto. A sociedade que não pode arrefecer contra eles e elas. São perigosos!... São um perigo!... Ameaçadores!... Mais um CÂNCER social.

Tenho medo dos dois, um por ser Bandido e o outro por não podermos saber o que é de verdade. Alem do que a policia Brasileira atua de forma repressiva e não como defenssora dos direitos civis assegurados pela constituição Nacional.

E quando aparece nas manchetes esta sempre envolvida em atitudes ilicitas. Esta longe o dia em que a policia no brasil entenderá que ela existe para proteger e assegurar os direitos do cidadão de bem. E essa de dizer que são alguns é pura covardia pois a policia é uma instituição, o que da pra um da pra todos. Existem oficiais que são esclarecidos e tem a obrigação de conhecer os direitos dos individuos. por tanto vale a velha maxima. (quem com porcos anda farelo come)

.

 


Ao sistema e aos maus policiais respondi com estudo. Sou jornalista recém formado e conhecedor dos meus direitos. Direitos esses que o sistema nem sempre nos deixa usufruir. Venho capturando imagens de abusos de policiais, principalmente nas comunidades desfavorecidas economicamente, para denunciar à corregedoria. É o minimo que posso fazer. Mas, com muita dificuldade, porque se me pegam...



Concordo com voce Raimundo e com LUCIANO, mas discordo do colega Theodorico, porque existem, sim, bons policiais. Minoria, obvio, mas existem. Tem gente que entra para o serviço militar para cumprir com o dever de proteger e de combater o crime. E tem educação de berço, não educação militar, que não prepara adequadamente, mas ado lar, fundamental para a formação do cidadão. Conheço uns poucos assim, que respeitam a comunidade, sabem quem é quem e mesmo sabendo quem é o bandido trata ele com dignidade. Mas que é um câncer isso é! Nossa arma, como disse o Luciano, é estudar e lutar por nossos direitos.


Discordo de quem diz que não é passado educação e cidadania na formação dos policiais. É sim. Agora, de onde saem os  policiais? Quais os valores que trazem? Não concordo com a violência cometida por maus policiais e não podemos condenar toda uma corporação em razão dos erros deles. Para que os maus possam ser punidos pelos atos que cometem é necessário que sejam denunciados para que os fatos possam ser apurados. Pergunto: e nas demais instituições não há também a banda podre? Os exemplos no Brasil estão à mostra. 

Um Mar de Lamas!...

 

  Sim, concordo que a nossa arma para combater essa doença impetrada pelos policiais contra nós negros seja a Educação. Educação que devemos buscar como quem no deserto busca por água. Porém sei que muitos de nossos irmãos negros/negras não podem se educar por questões as mais variadas; doenças, família numerosa, trabalho extenuante etc, etc, etc. Devemos quando educados, não nos distanciar-mos dos nossos que não lograram a Academia.

Edson Vieira

NEGRALIDADE

TENHO MEDO DE BANDIDO, SEJA ESTE POLICIAL OU NÃO. ACHO QUE SE COMTERMOS O ERRO DE CLASSIFICAR TODO POLICIAL COMO RUIM, ESTAMOS SENDO TÃO EXCLUDENTES COMO QUEM NOS EXCLUI. TENHO MEDO É DE BANDIDO, POIS NEM TODO POLICIAL É BANDIDO, EXISTEM BONS POLICIAIS ENQUANTO NENHUM BANDIDO PRESTA. O PROBLEMA É DA CORPORAÇÃO POLÍCIA E DO ESTADO QUE NÃO AS PREPARA. UNIFICAR AS POLÍCIAS, ACABAR COM A CORRUPÇÃO NAS CORPORAÇÕES CIVIL E MILITAR, TENDO GESTORES E FISCALIZAÇÃO. ALÉM DE INVESTIR NA HUMANIZAÇÃO DE ÁREAS CONSIDERADAS DE RISCO ONDE A MAIORIA É DA POPULAÇÃO CARENTE E POR CONSEGUINTE NEGRA, COM EDUCAÇÃO EM MAIOR QUANTIDADE E QUALIDADE PARA ESSA POPULAÇÃO. NOUTRA PONTA COMBATE AO TRÁFICO DE ARMAS E DROGAS, E VALORIZAÇÃO DA CARREIRA POLICIAL COM SELEÇÃO, ORIENTAÇÃO SÓCIO-EDUCATIVA, TREINAMENTO, EQUIPAMENTO E SALÁRIOS COMPATÍVEIS.. A PARTIR DAI ACHO QUE MUDARIA O QUADRO PARA MELHOR EM UMAS DUAS GERAÇÕES.

Quem guenta com isso, Mauro? 

Depois alegam desacato a autoridade, que eles nao tem...

Pior que isso eh ver que a maioria desses bandidos com traje de policial faz parte da comunidade "negra"  

Alan Xavier Lino disse:

Quem guenta com isso, Mauro? 

Depois alegam desacato a autoridade, que eles nao tem...


Infelizmente, Alan Xavier, essa é uma triste realidade. Mas, nem só por parte da polícia. A realidade é que existem negros que discriminam negros.

Responder à discussão

RSS

© 2017   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço