Informação

Educação e Diversidade

Grupo de discussão sobre a implementação das Leis 10.639/11.645. Espaço destinado a educadores interessados no debate sobre relações étnicorraciais. Essa comunidade é feita em parceria com o Núcleo Educacional de Ações Afirmativas (NEAF).

Site: http://www.neafirmativas.wordpress.com
Membros: 218
Última atividade: 20 Ago, 2016

Por uma infância sem racismo. Vídeo do UNICEF com Lázaro Ramos

Fórum de discussão

ONU aprova Década do Afrodescendente a partir de 2013

ONU aprova Década do Afrodescendente a partir de 2013Proposta ainda precisa ser ratificado pela Assembleia Geral das Nações Unidas para a sua oficialização Por Luciano Nascimento, da Agência…Continuar

Iniciado por Juli J Silva 16 Jan, 2013.

Dia do Trabalhador Doméstico.Trabalho Decente para Trabalhadores Domésticos

Acesse o Link abaixo para ler importante postagem sobre o Dia do Trabalhador Doméstico e as Lutas por Conquistas da Categoria no Brasil e no Mundo. Veja o que  a Organização Internacional do Trabalho…Continuar

Iniciado por Claudia Martins 29 Abr, 2012.

22 de Março, Dia Mundial da Água . Declaração Universal dos Direitos da Água

O Dia Mundial da Água foi criado pela Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), estabelecendo que  todo  22 de Março de cada ano deve celebrar  esse recurso natural indispensável a…Continuar

Iniciado por Claudia Martins 22 Mar, 2012.

Acesse o nosso blog - Serravalle na Africa do Sul 2 respostas 

Olá, pessoal !Convido o grupo a acessar o nosso blog.Forte abraçohttp://serravallenaafricadosul.blogspot.com.br/Continuar

Iniciado por Claudia Martins. Última resposta de Claudia Martins 19 Mar, 2012.

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Educação e Diversidade para adicionar comentários!

Comentário de joão reis em 28 março 2013 às 23:57

tradicional feijoada da família joão reis dia  06 de Abril  ,Sábado das 12hs ás 23:30 hs.....  sempre no primeiri sábado de cada mês

Comentário de Eneia Virginia em 8 outubro 2012 às 12:36

Saudações quilombolas!!!!!!

Sou Eneia Virginia de Oliveira Santos, mulher negra, aprovada no concurso de educação da cidade de Salvador no ano de 2010. Concorri ao cargo de professora da Educação Infantil e Ensino Fundamental I, este cargo apresentou 1000 vagas e me encontro na posição 672º. Por ter a validade até fevereiro de 2013 e até então só convocou 604 das pessoas aprovadas me preocupo e peço ajuda. Isso diz respeito a nossa comunidade, já que são nossas irmãs e irmãos negros que estudam na rede pública.

Por conta desse problema peço sua assinatura na petição pública que busca a convocação dos(as) profissionais.http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=P2012N29418

 

Comentário de Instituto Mídia Étnica em 13 setembro 2012 às 12:36

Documentário sobre a Lei 10539

Comentário de Eu em 14 fevereiro 2012 às 21:22

Não há avanços sem respeito. Nós temos que ensinar desde de casa a sermos políticamente corretos. Respeitarmos as diferentes culturas. Promovermos a Igualdade social e Emancipação.Ser positivos uns com os outros e nossas crianças principalmente. Acumular bens para elas e sua vida futura. Deixar legados, dinheiro, negócios,livros....

Comentário de Eu em 14 fevereiro 2012 às 21:17

O importante é a consciência dentro da cabeça, não fora dela. Sejamos politicamente corretos com nossos semelhantes e sejamos bons exemplos para nossas crianças e elas nos seguirão. Respeitemos e protejamos nossa família. Idosos, mulheres, crianças e homens.

Hoje  temos tantas caras e tantas características diferentes por causa da misigenação forçada (escravidão) e voluntária (depois da escravidão), sem contar com as diferentes faces dos africanos no continente africano e no mundo, somos altos, baixos, tom da pele mais escuro ou claro, com cabelo ou sem, com olhos claros ou escuros, com diferentes perfis nazais,ou seja, o nigériano, se parece um pouco diferente do etíope, ou do sudanes, ou do brasileiro,ou do americano, ou do europeu ...

O importante é a consciência dentro da cabeça não fora dela. Precisamos dar mais visibilidade ao africano descente no Brasil em várias áreas de ataução e sempre dar bons exemplos dentro de casa e fora dela. Ser positivos com as nossas crianças e dar o suporte que elas precisam. Dar bons exemplos desde casa ate na rua e numca se omitir,estar sempre unido. RESPEITAR um aos outros nossas mulheres e homens,nossas crianças e nossos idosos , valorizar a mulher,  o homem, para que as crianças sigam o exemplo.

O quevcs acham desse site é um bom exemplo? de visibilidade?

http://www.essence.com/fashionweek/?xid=021312-ENews-monday-Readers...

Comentário de Karlos R.Ketu Riahb da Silva em 21 janeiro 2012 às 22:24

d

Comentário de Everaldo veloso rezende em 19 setembro 2011 às 8:45
numa visão moderna educação e diversidade são argumentos de alto nível para uma parceria nas ações afirmativas e eu quero compartilhar.
Comentário de Paulo Rogério em 31 maio 2011 às 0:28

 

Seminário Preconceito na Fala, Preconceito na Cor foi criado com o objetivo de apresentar estudos que comprovam a existência, ainda hoje, dos mais variados tipos de preconceito, seja lingüístico, racial, social ou religioso. Aconteceram três edições, culminando em 2010, com a participação especial do Prof.Dr. Kabenguele Munanga, além de diversos especialistas e estudiosos do tema, oriundos do Brasil e África.

.

O nosso convidado será o Prof. Dr. Nilo Rosa com a palestra Preconceitos: passos decisivos na discriminação do “Outro”.

Inscreva-se: Envie seu nome para preconceitonafalaenacor@bol.com.br

Atenção – As inscrições deverão incluir no assunto, a expressão ”inscrição palestra preconceitofe só serão aceitas até n. 90

Comentário de Celeste d´ Alcântara Arruda em 25 maio 2011 às 23:27

Livros e religião se misturam no Seminário Novas Letras

 

 

 

 

 

A religião do candomblé: percurso da resistência no Sul da Bahia é o tema do próximo encontro do Seminário Novas Letras, que acontece na sexta-feira (27), às 14h, na Biblioteca Pública do Estado (Barris). O evento, organizado pela Fundação Pedro Calmon/SecultBA, reunirá povo de santo e público interessado em debater sobre as religiões de matriz africana, sua relação com a cultura baiana e outros aspectos correlatos a contemporaneidade.

 

O Seminário Novas Letras é aberto ao público e trará para foco principal histórias relacionadas ao escritor e babalorixá, Ruy Povoas, símbolo da resistência do candomblé no Sul da Bahia, através da autoria de instrumentos críticos teórico e metodológico, sobre o tema. O próprio sacerdote abrirá o evento falando sobre sua publicação O feminino e a resistência no candomblé. Em seguida, o público assistirá conferências de Valéria Amim, autora da obraMemória, feminino e candomblé: tessituras de permanência e de vida; Maria Luiza Nora, Ruy Póvoas em "Da porteira para fora": mundo de preto em terra de branco e Margarida Cordeiro Fahel sobre O arquétipo da Grande Mãe: uma breve leitura a partir da obra de Ruy Povoas.

Comentário de Instituto Mídia Étnica em 19 abril 2011 às 11:32

Prezadas e prezados,

 

Por gentileza, ajudem-nos a divulgar nosso edital de acesso ao Mestrado em Relações Etnicorraciais do CEFET/RJ.

O edital segue em anexo.

 

Maiores informações podem ser encontradas em http://dippg.cefet-rj.br/index.php?option=com_content&view=article&id=162&Itemid...

 

Muito obrigado!

 
Roberto Borges
 

Membros (216)

 
 
 

© 2017   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço