Estimados Sres, Sras. sempre tive conmigo a impressão de que nosso tempo era diferente , de que hoje temos mais elementos para lutar pela liberdade e o avanzo social de nosso povo,

e não tinha muito claro em que fator alavancar a estrategia para isto acontecer, e ahi so olhe para a historia e me mostro o que tem que ser feito.

Palmares foi a referencia historica de como nos afro descendentes devemos agir para construir uma sociedade justa e igualitaria.

Nesse contexto a visão de sociedade  jogo um papel fundamental, tendo como eixo  a cultura ancestral religiosa. Nessa sociedade todos trabalhavam em pro de todos, e o sistema socioeconomico funciono. Claro hoje estamos em outro tempo, por tanto minha pregunta e, seremos capazes de desenvolver um sistema socioeconomico que resolva as carencias sociais , economicas e culturais que nosso povo tem hoje criando um sistema igual a palmares?

Companheiros agradeceria saber sua  opinião ao respeito.

 

Um abrazo

Exibições: 72

Respostas a este tópico

Penso que sim, somos 90 milhões nesse país. Eu acho que se nós fossemos mais unidos, teriamos a possibilidade de criar uma rede de empreendorismo e passar a comprar e vender nosssos produtos. Eu acho que isso só se tornará possível depois de um trabalho arduo de divulgação....

 

eu acho que povo afro brasileiro quer, mas não sabe como agir!!

 

Precisamos pensar em métodos pra essas coisas sairem de simples idéias e funcionarem na prática.

concordo  com   vc  temos  que  criarmos        nosso  empreeededorismo

 Concordo com sua proposta, uma rede de empreendedorismo é uma das soluções, mas para que isso aconteça é necessário uma primeira atitude: O reconhecimento do negro, preto, afrodescendente como tal, algo difícil hoje em dia, digo isso por experiência própria: Moro em São Paulo, e a quantidade de pessoas que se declaram como morenas e pardas na tentativa clara de desviar de sua origem é frequente; Assim o reconhecimento da diáspora com sua origem, fornecerá a possibilidade da participação da comunidade nacional e internacional, fermentando um desenvolvimento para essa, levando a uma nova configuração dessa população.             

 

Método -- essa é a palavra. Caros coletas, com a Elidi Dama comentou é hora de pensar em métodos, metas e planos. Temos todas as condições para criar e responsabilizar equipes de trabalho. As metas simples são as mais importante. Embora precisemos de grandes metas. Acredito que o empreendedorismo negro é um Grande Meta. Então eu faço a pergunta cadê o negro quando eu preciso comprar 1kg de feijão ou marcar um pediatra para meu filho? Acho que essa é a urgência -- as pequenas coisas do dia a dia..

RSS

© 2017   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço