O Correio Nagô

Uma das formas de resistência encontradas pelos primeiros negros escravizados trazidos à força para o Brasil foi a transmissão de conhecimento e informação através da história oral. Assim nasceria o "correio nagô", adaptado à realidade enfrentada por cada um dos negros saudosos de sua terra, mas conscientes dos valores que naturalmente exigiam preservação. Dessa maneira, a oralidade ancestral africana foi um dos elementos inspiradores para a criação do nosso portal.

Idealizado a partir da mobilização de jovens comunicadores negros do Instituto Mídia Étnica, comprometidos em combater a discriminação e exclusão socio-racial que ainda persiste em nosso país, o Correio Nagô propõe uma intensa participação colaborativa dos seus leitores, além de estabelecer uma rede de informação oriunda de diversas partes da Bahia, do Brasil e do mundo.

Outra missão da nossa rede social é estabelecer um canal de notícias tratando da cultura negra, possibilitando a difusão do que vem sendo produzido por diversas comunidades e grupos militantes do movimento negro. É veiculando imagens, vídeos, notícias e eventos culturais abordando a temática afro, que o Correio Nagô pretende combater uma das piores formas de marginalização do nosso tempo: a falta de acesso à informação. Informar e divertir, socializar e interagir, esses também são outros verbos que propomos aos nossos leitores, parceiros e colaboradores.

 

ATENÇÃO:

As opiniões dos membros da rede Correio Nagô nos fóruns, blogs, comentários, vídeos, fotos ou demais postagens, não são as mesmas opiniões da administração da rede, nem do Instituto Mídia Étnica. Caso você veja algum conteúdo ofensivo, de calúnia, difamação, racista, machista, sexisita, de baixo calão, de incitação à violência e que viole os direitos autorais, por favor, comunique-nos pelo e-mail: redacao@correionago.com.br

Leia aqui os termos de uso do site Correio Nagô Termos e Condições de Uso.pdf


Mais informações:
Orkut | Twitter



O Correio Nagô é mais um projeto do Instituto Mídia Étnica - www.midiaetnica.org


E-mail: redacao@correionago.com.br  

             rogerions@gmail.com

Telefone: 71 8718 7156

Assista aqui um vídeo sobre o Mídia Étnica http://www.youtube.com/user/MidiaEtnicaVideos/playlistshttp://www.youtube.com/watch?v=gBkMlIzAfIo

Entre no grupo "Mídia Étnica" aqui no Correio Nagô http://correionago.ning.com/group/institutomdiaetnica

  

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 1 fevereiro 2019 às 9:24

Cerca do nada!...                                     30.01.2019

Dois fortes mourões arredondados ou pelo madeireiro lavrado...

Estacas do lenho lascadas, pontas lanceadas...

Candeias, os tronco entortados ou retorcidos resistentes cercados...

Ditas “madeiras brancas”, as estacas frágeis das matas...

 

Na entrada para segurar o girar das cancelas mourões,

Lenho arredondado de baraúna ou hábil lavrado de lenho resistente,

Dobradiças rústicas e resistentes, entrada partilhada ou uma só na movimentada,

Cadeados ou trancas segredadas particularizam a entrada...

 

Escolhida árvore de lenho resistente, sem seiva circulante,

Esperado durável lascado para   cerca  limitante,

Grampeados que fixam fios metálicos farpados ou lisos eletrificados,

 A estrada limitada pela cerca estacada ou “cerca viva” com vegetais espinhados...

 

Aparentemente frágeis, as estacas retorcidas com casacas aderidas,

Grampos que fixam fios metálicos aos arames de difíceis apregados,

Nos modernos cercados de pastagens, também eletrificados para animais,

Amedrontam tantos arames farpados ou lisos eletrificados seus choques alfinetados...

 

 Emergenciais cercados com  paus, madeiras pouco resistentes ou retonhadas,

Não resistindo a próxima estação, apodrecem no passar do inverno ao próximo verão,

Para que serve então? Para simples limitações provisórias,

Utilizada também para limitar pastagens emergenciais de aridez em determinadas ocasiões...

 

-Nada cerca o sofrido em sua solidão...

-Nenhuma estação difere são as iguais os mensais dias nas órbitas em translação...

-Tênue batimento frágil no coração do ermitão...

-Cambaleante “ser”, na imensidão da rotação de inverno a verão...

-Inexistindo floração primaveril na estação cinza sem coloração...

-Mourões fortificados, sem cancelas de entrada sem limitação...

-Cercas sem estacas lascadas, retorcidas candeias e vegetais espinhosos, total em libertação...

-Gritos gritados, não ouvidos, os sons silenciados,

Ecoado socorro não escutado, como que estivesse nos limites cercados,

Andante em qualquer lado, não limitado,

Modulado som gutural, aos limite do universo total,

Tomba o corpo cansado e fraquejado, cercado pelo nada,

Nada nos limites de possível achado, como cercado pelo infinito do tempo,

Ontem e hoje, só o tempo renasce em cada dia,

A noite sinaliza o final de cada dia,

Sem cercas nós finitos no infinito legado!...  ojtaesse@gmail.com OURISVAL J. DE SANT´ANA

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 3 janeiro 2019 às 19:35

ENTENDO ASSIM “SENHOR”!...

 

TODOS NÓS TEMOS VALORES... ESCOLHENDO E DIZENDO TE AGRADEÇO ”SENHOR”...

OS PÁSSAROS VOAM E TÊM BICOS PROTETORES E AGRADECEM AO “SENHOR”...

BURACOS PROTETORES DOS TATUS, COM POTENTES UNHAS QUE AGRADECEM AO “SENHOR”

NO UNIVERSO O RACIONAL EM PROSAS E VERSOS, O AMOR NÃO AGRADECE AO “SENHOR”...

 

HOSPITAL DAS DORES, MÉDICOS, EQUIPAMENTOS E SERVIÇAIS EM CADA IMUTÁVEL VALOR,

NA LAVOURA FRUTOS QUE ALIMENTAM, FLORES COM PERFUMES E CORES QUE  EMBELEZAM,

NA ÁGUA  EM QUE NADOU, NOS SOLO QUE PISOU, SEM ASAS A DISTÂNCIA ENCURTOU,

NÃO APRENDEMOS OU ESQUECEMOS QUE O AMOR, A ENERGIA QUE TUDO MOVIMENTOU...

 

BICOS QUE DE PALHAS E PALHAS, SEU NINHO CRIOU,

BICOS QUE REGURGITAM OU LEVAM ALIMENTOS AOS FILHINHOS QUE AINDA NÃO VOAM,

BICOS PROTETORES DO BEM-TE-VI QUE AFASTOU DO NINHO O PODEROSO GAVIÃO CAÇADOR,     

BICOS ENCANUDADOS SUGADOR DOS BEIJA-FLOR ,TRANSFORMA EM FRUTO A FLOR...

 

TOCAS, BURACOS E GRUTAS ENCONTRADAS,  PORÉM O TATU SEU BURACO CAVOU,

NAS CAVIDADES NATURAIS DOS SOLOS OU SUBMERSAS, PELOS ANIMAIS OCUPOU,

TATUS NO SOLO E CARANGUEJOS NOS MANGUEZAIS, NOS BURACOS ENTOCOU,

NÃO PODENDO VOAR E NADAR O TAMANDUÁ SUAS UNHAS FORMIGAS E CUPINS ALIMENTOU.

 

EXEMPLIFICANDO ANIMAIS, NO BIOMA DAS VIDAS DESIGUAIS!

MICRO, MINI, MACRO... ANACONDAS, ELEFANTES, BALEIAS E  TUBARÕES ANIMAIS GIGANTES!

-NA SENSIBILIDADE TRANSFORMADORA OU READAPTADORA O HOMEM

-NA RUSTICIDADE JABUTIS, LAGARTOS, TARTARUGAS E BACTÉRIAS ESPORULADAS,

-NA RESISTÊNCIA ÀS INTEMPÉRIES DOS AMBIENTES, OS URSOS HIBERNANTES,

-NAS GRUTAS MORCEGOS DAS FRUTAS E VAMPIROS SUGADORES DE SANGUE,

 

O HOMEM NO SEU REINO, PODERIA SUPLANTAR OS DEMAIS!

-A GRANDE INTERROGAÇÃO?

-“RACIONAIS” CAPAZES DE INTERLIGAR PASSADO E PRESENTE NA CIÊNCIA!   

-“RACIONAIS” INCAPAZES DE ENTENDER DO QUANTO O AMOR É CAPAZ!

 -“RACIONAIS” QUE COMEM, EMPANTURRAM E SÃO CANIBAIS!

-“RACIONAIS” QUE VÃO GUERREAR PARA MATAR, E NADA LEVAR NO FINAL DA VIDA!

-“RACIONAIS” QUE CONDENAM INOCENTES A EXECUÇÕES INCLEMENTES!

-“RACIONAIS” QUE NA  POLÍTICA TRANSFORMA INTELECTUAIS EM DEMENTES!

-“RACIONAIS” QUE TEM RISOS IRRACIONAIS DE SERPENTE COM VENENO NOS DENTES!

 

SERIA RACIONAL? DESCONHECER QUE O “CRIADOR”, TUDO CRIOU, ENVIOU SEU DIPLOMATA

E NOSSO IRMÃO, NA MANJEDOURA NASCIDO, SEM ESPADA DE SALOMÃO, TENHA VIVIDO,

AÇOITADO,ESPINHOS COROADO E “DIZER PERDÃO PORQUE ELES NÃO SABEM O QUE FAZEM!

 

ojotaesse@gmail.com OURISVAL JOVINIANO DE SANT´ANA 30.12.2018 (71)99968-1351   

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 28 dezembro 2018 às 9:40

DESEJANDO SABER!...

 

INFINITO SABER O OITO DEITADO NÃO POR CANSAÇO...

AMPULHETA COM DOIS VASOS, NELE GRÃOS IGUALMENTE CONTADOS...

GRÃOS DE AREIA FORAM ANGULADOS, NO VAI E VEM DAS ÁGUAS FORAM ARREDONDADOS...

“ETERNO” NÃO INFINITO, DURA NO TEMPO FINITO, LIMITADO NO PRESENTE E PASSADO...

 

-ONDE FORA CODIFICADO O OITO DEITADO,

CÍRCULO FECHADO O INÍCIO E FIM NO MESMO SEGMENTO RISCADO,

TANTOS TENTARAM QUANTIFICAR, “DE PÉ NÃO FICARIAM, SENÃO MORRERIAM CANSADOS”,

PRIMEIRO CONTARÍAMOS... UM, DOIS, TRÊS NO UNIVERSO O NÚMERO ENCANTADO...

 

-PRECISO  NO TEMPO, DOIS IGUAIS VASOS GOTEJADOS REENCHENDO AO SER ESGOTADO,

O FIM, SEM FIM... COMEÇO E FIM INVERTENDO PELO MAGO-MÁGICO QUANTIFICADO,

ALGUÉM PERGUNTOU?

EM RESPOSTA NÃO SEI O ANÔNIMO PROFESSOR PERGUNTADO,

MÃOS INVERTENDO OS VASOS NÃO VAZADOS

ENTRE INTERLIGADOS IGUAIS QUANTIFICADOS...

 

-GRÃOS ARREDONDADOS, NO PRESENTE E FORAM NO PASSADO  ANGULADOS,

AÇÃO DOS VENTOS SEUS DESENHOS, EM MOMENTOS MUTÁVEIS OU PELAS  ÁGUAS LAVADOS,

DUNAS OS MONTES EMBELEZADAS PELA REBELDIA DO TEMPO, OS VENTOS SOPRADOS,

DIRECIONADO PELOS QUATRO PONTOS CARDEAIS, O GIRAR DA ESFERA IMAGINADAS...

 

-NOS PARALELOS QUESTIONADOS, UNS AFIRMAM OUTROS SUBMISSOS CALADOS,

CALAM PELO SILÊNCIO VALORIZADO CIRCUNSTANCIAL, EM DETERMINADOS MOMENTOS,

 PARA OS FINITOS SERES, SEUS BREVES TEMPOS VIVIDOS, PELOS TEMPOS FINALIZADOS,

DOR O TEMPO LEVOU,  AMOR INFINITO ENQUANTO DUROU SEM TORMENTOS SENTIMENTOS...

 

-DESAFIADO EM RESPOSTA O NADA SABENDO,

ALVO CENTRALIZADO NA CIÊNCIA O INFINITO SABER,

GRAVADOS “POR INFINITOS CIENTÍFICOS”, O HOJE,  AMANHÃ REVISTO DO NADA SABER, 

AMPULHETA NÃO ESVAZIA O REPREENCHER,

NOS LIMITADOS SUPOSTO INFINITO, APENAS PONTUAIS CIENTÍFICOS DO INFINITO SABER,

 

 AMANHà O SEMPRE RENOVADO CONHECER, 

 A CANETA NO PAPEL SEU OFÍCIO DE  DESCREVER,

O PINCEL NA PRANCHETA COLORIDAS CORES OU MONOCOLORIDO REVIVER,

O GIZ ESCREVEU O QUE FORA PELO VENTO OU TEM APAGADO SEU DIZER,

ASSIM O VENDAVAL DOS FINITOS “SERES” EGOÍSTAS DO NADA SABER!... 

 

ojotaesse@gmail.com OURISVAL JOVINIANO DE SANT´ANA 23.12.2018 (71)99968-1351

 

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 28 dezembro 2018 às 9:38

DESEJANDO SABER!...

 

INFINITO SABER O OITO DEITADO NÃO POR CANSAÇO...

AMPULHETA COM DOIS VASOS, NELE GRÃOS IGUALMENTE CONTADOS...

GRÃOS DE AREIA FORAM ANGULADOS, NO VAI E VEM DAS ÁGUAS FORAM ARREDONDADOS...

“ETERNO” NÃO INFINITO, DURA NO TEMPO FINITO, LIMITADO NO PRESENTE E PASSADO...

 

-ONDE FORA CODIFICADO O OITO DEITADO,

CÍRCULO FECHADO O INÍCIO E FIM NO MESMO SEGMENTO RISCADO,

TANTOS TENTARAM QUANTIFICAR, “DE PÉ NÃO FICARIAM, SENÃO MORRERIAM CANSADOS”,

PRIMEIRO CONTARÍAMOS... UM, DOIS, TRÊS NO UNIVERSO O NÚMERO ENCANTADO...

 

-PRECISO  NO TEMPO, DOIS IGUAIS VASOS GOTEJADOS REENCHENDO AO SER ESGOTADO,

O FIM, SEM FIM... COMEÇO E FIM INVERTENDO PELO MAGO-MÁGICO QUANTIFICADO,

ALGUÉM PERGUNTOU?

EM RESPOSTA NÃO SEI O ANÔNIMO PROFESSOR PERGUNTADO,

MÃOS INVERTENDO OS VASOS NÃO VAZADOS

ENTRE INTERLIGADOS IGUAIS QUANTIFICADOS...

 

-GRÃOS ARREDONDADOS, NO PRESENTE E FORAM NO PASSADO  ANGULADOS,

AÇÃO DOS VENTOS SEUS DESENHOS, EM MOMENTOS MUTÁVEIS OU PELAS  ÁGUAS LAVADOS,

DUNAS OS MONTES EMBELEZADAS PELA REBELDIA DO TEMPO, OS VENTOS SOPRADOS,

DIRECIONADO PELOS QUATRO PONTOS CARDEAIS, O GIRAR DA ESFERA IMAGINADAS...

 

-NOS PARALELOS QUESTIONADOS, UNS AFIRMAM OUTROS SUBMISSOS CALADOS,

CALAM PELO SILÊNCIO VALORIZADO CIRCUNSTANCIAL, EM DETERMINADOS MOMENTOS,

 PARA OS FINITOS SERES, SEUS BREVES TEMPOS VIVIDOS, PELOS TEMPOS FINALIZADOS,

DOR O TEMPO LEVOU,  AMOR INFINITO ENQUANTO DUROU SEM TORMENTOS SENTIMENTOS...

 

-DESAFIADO EM RESPOSTA O NADA SABENDO,

ALVO CENTRALIZADO NA CIÊNCIA O INFINITO SABER,

GRAVADOS “POR INFINITOS CIENTÍFICOS”, O HOJE,  AMANHÃ REVISTO DO NADA SABER, 

AMPULHETA NÃO ESVAZIA O REPREENCHER,

NOS LIMITADOS SUPOSTO INFINITO, APENAS PONTUAIS CIENTÍFICOS DO INFINITO SABER,

 

 AMANHà O SEMPRE RENOVADO CONHECER, 

 A CANETA NO PAPEL SEU OFÍCIO DE  DESCREVER,

O PINCEL NA PRANCHETA COLORIDAS CORES OU MONOCOLORIDO REVIVER,

O GIZ ESCREVEU O QUE FORA PELO VENTO OU TEM APAGADO SEU DIZER,

ASSIM O VENDAVAL DOS FINITOS “SERES” EGOÍSTAS DO NADA SABER!... 

 

ojotaesse@gmail.com OURISVAL JOVINIANO DE SANT´ANA 23.12.2018 (71)99968-1351

 

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 28 dezembro 2018 às 9:37

 

Tantos  sem´S....  E   CEM ´S...

 

SEM MORAL...

SEM DECÊNCIA...

SEM HONESTIDADE...

SEM REFERÊNCIA...

SEM CIVISMO...

SEM CLEMÊNCIA...

SEM PASSADO...

SEM PRESENÇA...

SEM DEUS...

SEM CONSCIÊNCIA...

O MÚLTIPLO DE DEZ VEZES... CEM...

A MORAL... IMORALIDADE...

A DECÊNCIA... INDECÊNCIA...

A HONESTIDADE... DESONESTIDADE...

A REVERÊNCIA... INDULGÊNCIA...

A PÁTRIA... MÃE AMIGA...

A RELIGIOSIDADE... SEGUIDOR DA FÉ...

A PASSAGEM... RETORNO ESCOLHIDO, ARBÍTRIO...

A VIVÊNCIA... NOS ENSINAMENTOS MANDAMENTAIS...

A RELIGIOSIDADE... LAICA, INDIVIDUAIS CRENÇAS...

A RACIONALIDADE... NOSSO “DEUS” QUIS ASSIM...

 

O QUADRADO DE DEZ... CEM... NA AUSÊNCIA DOS “SEM´S”...

QUADRADO... ISOPOLÍGONO TETRAFACEADO...

“DEUS ME FAZ REINTEGRADO”

PELO ARREPENDIMENTO , SOCORRO E ORANDO OU REZANDO...

MÃOS EM PALMAS ABERTAS E VAZIAS, NADA TRAZENDO OU LEVANDO...

COM BRAÇOS E MÃOS ABERTAS ME SEGURAM ME PROTEGENDO...

NO FINAL DE CADA ANO NA MANJEDOURA O IRMÃO RENASCENDO...

NOS SETE DIAS DA SEMANA TRABALHANDO UM SÓ DESCANSANDO...

QUATRO SEMANAS NOS DOZE MESES DO ANO,

FELIZ NATAL E NOVO ANO CHEGANDO... COMO IRMÃOS NOS ABRAÇAMOS.

 

ojotaesse@gmail.com OURISVAL JOVINIANO DE SANT´ANA – FELIZ..  2018/2019    

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 12 dezembro 2018 às 21:55

BELA MOLDURA!...

 

ESCOLHIDA UMA “BELA MOLDURA”...

ESCURA,  BRANCA OU DOURADA COM REMOLDADA ESCULTURA...

SERÁ RETRATADA POR PINTURA, UM MOMENTO DE AVENTURA OU DESVENTURA!...

INEXISTINDO TELA, PINCEL OU TINTAS, POR IMOTIVADA ABALANÇURA...

 

-NUM QUADRO AINDA NÃO PINTADO, EXISTENTE MOLDURA!

PARA O MERCADO DE QUADROS PINTADOS ESPERADA BELA PINTURA,

UM CORPO DE MULHER, UMA FACE, UM ATRIBUTO DELA OU SIMPLES CRIATURA, 

UMA PAISAGEM DO LAGO, DA PRAIA, DA NATUREZA OU SURREAL AVENTURA...

 

-MOLDURA BRANCA, BRANCA A TELA AINDA SEM PINTURA,

MOLDURA ESCURA, QUE RETRATA AMARGAS DESVENTURAS,

MOLDURA COM INCRUSTAÇÕES DOURADAS, ALTERNADAS EM SUA QUADRADURA,

MOLDURAS ESCULPIDAS, RESSAINDO, REAPARECENDO O LENÇO BRANCO DE UMA CRIATURA...

 

-NAQUELE MOMENTO NA TELA NADA RETRATADO, APENAS A TELA SEM PINTURA,

UM LENÇO QUE ACENAVA O QUADRO EXISTENTE NO PENSAMENTO,

DESDOBRADO COM CHEIRO DO PASSADO, EM ADEUS SEGREDADO AO PARTICULAR SOFRIMENTO,

PARTINDO DA ESTAÇÃO O TREM QUE VAI  OU QUE VEM...

 

-IMPONENTE MOLDURA ESCOLHIDA, PARA CERTA IMAGINATIVA  DOCE OU AMARGA PINTURA,

DISPONIBILIZADO MACIO PINCEL PARA NÃO “ARRANHAR TELA DE PAPEL”,

TANTAS TINTAS, NUM ARCO-ÍRES ESMAECIDO NO CÉU,

TELA GOTEJADA , TANTAS GOTAS COMO LAGRIMADAS OU DE CHUVISCOS DA CHUVA,

 

-SONHAMOS EM QUALQUER HORA...

-DORMINDO OU ACORDANDO NO INSONE DA MADRUGADA...

-AS MOLDURAS IMAGINADAS, CIRCUNDAM TELAS PINTADAS...

-REAIS OU RUMOS TRAÇADOS NA BUSCA DO IMAGINATIVO E MAIS NADA...

-QUADRO COM MISTURA DE CORES, REPRESENTANDO AS PAISAGENS SONHADAS...

 -RETRATANDO EM IMAGENS PARADAS, NÃO ESCUTANDO O CÂNTICO DA PASSARADA...

-NÃO VISUALIZADO O EMBELEZADO DAS FLORES E FLORADAS EM CORES OU PINTALGADAS...

 

NA TELA NÃO PINTADA ALGUMAS GOTAS, GOTEJADAS,

SALGADAS GOTÍCULAS DE LÁGRIMAS RESPINGADAS,

NÃO IMPORTA DE ALEGRIA OU DE TRISTEZA EMOLDURADA,

DOCE RESPINGO DA CHUVARADA OU ORVALHADA MADRUGADA,

FORA BELA A MOLDURA ESCOLHIDA PARA TELA,

NÃO TENDO SIDO RISCADA OU RASGADA EM  ESPERA DE NOVAS SONHADAS,

 

AO DEITAR APÓS ROSEADO ANOITECER,

DORMIRA OU FICARA ACORDADO NO ROSEADO AMANHECER,

A TELA DO AMANHÃ SEGREGADA, EM SONHO NO QUE PODERÁ ACONTECER,

EMOLDURADO  QUADRO, EM CADA DIA DO FINITO VIVER...

ojotaesse@gmail.com  OURISVAL JOVINIANO DE SANT´ANA 08.12.2019 (71)99968-1351  

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 9 dezembro 2018 às 13:37

ARMADURA...

                                                  ARMADURA PROTETORA, NÃO PODE SER CONFUNDIDA COM MASACAR                           

                                                                 QUE  ESCONDE A CARA DOS SUPOSTOS SABIDOS!....

 

VISUALIZADA UMA LANÇA EM MÃO DESTRA EMPUNHADA...

UM DRAGÃO QUE NÃO EXPELIA PELAS NARINAS FOGO, APENAS FUMAÇA...

ARMADURA QUE ESCONDIA A FACE GUERREIRA QUE LUTAVA...

NO CAVALO EM ARMADURA FORTEMENTE MONTADA,  VENCEDORA CRIATURA...

 

MÃOS DESTRAS QUE MANIPULAM LANÇAS OU ESPADAS,

OS VIVOS OLHAVAM SEM TEMOR,

OS MORTOS PASSARAM NO TEMPO, A SAUDADE DEIXADA,

OS ATENTOS PERGUNTAVAM, ”QUE CORPO A ARMADURA OCULTOU”...

 

AQUELE DRAGÃO DE PAVOR, SUA CHAMA APAGOU,

NAS NARINAS APAVORANTES  OFEGANTE, EMANAVA FUMAÇA,

NO CAVALO COM PEITILHO EM AÇO, ORGULHOSO VENCEDOR QUE VIBRAVA,

ESFUSIANTES APLAUSOS AO HERÓI , QUE FIZARA VENCEDOR O BEM CONTRA O MAU...

 

PESADAS VESTES EM AÇO, COMO LEVE NO CORPO QUE A USAVA,

PROTEGENDO A FACE COM VISÃO E RESPIRAÇÃO UMA MÁSCARA GRADEADA,

CORPO PROTEGIDO POR AÇO, COM SUAS PLACAS LUBRIFICADAS,

NÃO FALAVA, PORÉM OS PRESENTES NO MOMENTO, ESCUTAVAM  OS SONS DE TROVÕES...

 

NO CAVALO MONTADA BRAVA CRIATURA, PROTEGIDA POR RELUZENTE ARMADURA,

BRILHAVAM  AS VESTES METÁLICA DE OURO E PRATEADA SUA BRAVA ESPADA,

PUNHO QUE EMPUNHAVA A LANÇA PONTIAGUDA OU APAVORANTE TEMOR PELA ESPADA,

OS REVERENTES PRESENTES GRITAVAM... “REI.. REI...REI”... OUVI “REPAREI”... “REPAREI”...

 

POR QUE  GRITAVAM “REPAREI... REPAREI... REPAREI”...

 ESCUTAVA E TAMBÉM NÃO SEI...

ABREVIEI “REI E PAREI”...

AOS OUVIDOS REPAREI,REPAREI, REPAREI... INCONTIDAS VEZES...

PELA VISEIRA EXIBIDA, UM ROSTO COM A FACE DE  GUERREIRA DE MULHER..

TOMARA EMPRESTADA A ARMADURA, CAVALO, LANÇA E ESPADA...

FERINDO O DRAGÃO DA MALDADE, SEM PIEDADE A BRAVA COMBATENTE VENCEDORA...

NÃO EXPELINDO FOGO E  BRASA, MORTALMENTE OFENDIDO, DAS NARINAS SÓ FUMAÇA...

 

SÃO JORGE GUERREIRO PROTETOR,

EMPRESTARA SUAS ARMAS E ARMADURAS,

USARA SANTA BÁRBARA A DESTRA ESPADA GUERREIRA,

COM RAIOS E TROVÕES NAS NUVENS A VENCEDORA FESTEJADA...

 

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 19 novembro 2018 às 10:33

1ª parte

Exu mensageiro!...  

 

                    NO PASSADO EM  SEGREDO...  DEPOIS  SINCRÉTICO...  NA HISTÓRIA O SINCRETISMO...

 

DETURPARAM NOSSO PACÍFICO MENSAGEIRO, TRANSFORMANDO-O EM PERVERSO GUERREIRO!..

NAS ENCRUZILHADAS O “EBÓ” DAS OFERENDAS AOS DEUSES ANCESTRAIS!...

O TRIDENTE E FERRAMENTAS, PROTEÇÃO CONTRA OS PREDADORES E DIFAMADORES!...

TRANSFORMARAM  SANTA BARBARA, “IANÇÔ DEUSA GURREIRA, COM SUA ESPADA RAIOS E TROVÕE!...

 

-NAS ENCRUZILHADAS, ASSIM O UNIVERSAL SUL, NORTE, LESTE E OESTE, ENCRUZO DAS OFERENDAS,

CONFIADA MISSÃO DE ENTREGAR A EXU MENSAGEIRO, DE LEVAR, RESGUARDAR E CUIDAR DAS OFERENDAS,

PARA CADA ORIXÁ, O QUE MELHOR LHE “AGRADA”, PARA AGRADECER OU PEDIR GRAÇAS ENCANTADAS,

FAROFAS, ERVAS DE BANHOS OU CHÁS, PROTEÍNAS NOS PRATOS OS ALGUIDARES...

 

“EBÓ” O CONJUNTO DE OFERENDAS, AOS DEUSES DE LÁ, DO ALÉM-MAR, ÁFRICA DOS ORIXÁS,

PARA TODOS FAZEM NO ENCRUZO, O CENTRO PARA AGRADECER OU LOUVAR,

O MENSAGEIRO SABE O RITUAL DE LEVAR E “ARRIAR”,

TAMBÉM SABE A “ZERO HORA” DO DIA QUE O TEMPO, OU FESTA DE TEMPO DOS DEUSES ORIXÁS...

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 19 novembro 2018 às 10:32

2ª parte

COM “TRIDENTE” O AÇO QUE INTIMIDA, SEM FERIR OU FURAR,

FERRAMENTA PROTETORA QUE  FAZ CUIDAR E RESGUARDAR O SACRO ALGUIDAR,

AS FOLHAS PARA BANHAR, PARA OS CHÁS, PARA ESPIRITUALIZAR EM LEVE CAMINHAR,

OS COZIMENTOS PARA ALIMENTAR, COM FÉ NOS ENCRUZOS LUGAR DE “ARRIAR”...

 

SINCRETISMO, O MIMETISMO DA FÉ, FAZENDO SOBRIVER A INTOLERÂCIA E PERSIGUIÇÃO...

-PÃO A “CARNE” E O VINHO O “SANGUE” OS INSENSOS SEMENTEDOS ALTARES,  FUMAÇA AROMATIZADA...

-FAROFAS AS RAÍZES PULVERIZADAS, MILHOS OS GRÃOS SEMENTES, COZIDAS COLORIDAS COM O MEL 

                    ADOÇADAS, FUMAÇA DAS FOLHAS AROMATIZADAS...

-PROTEÍNAS ANIMAIS DAS COMIDAS SERVIDAS, AS CABEÇAS, PARTES E VÍCERAS NÃO CONSUMIDAS,

                 PARA OFERENDAS LEVADAS PELOS OBEDIENTES  MENSAGEIROS DOS “TERREIROS”, TEMPLOS DA FÉ...

 -NO BATUQUE O SOM DOS TRÊS ATABAQUES, O AGOGÔ QUE RITIMA, COM VARETA DOS MAESTROS,

               COMO OS SINOS NO  BADALAR INVOCAM DEUS PARA MANIFESTAREM...

-CENTRALIZADORES DOS TEMPLOS, NA ANCESTRALIDADE  OS “TERREIROS DO CANDOMBLÉ” , NOSSOS 

    “CARDEAIS” SEXUALMENTE IGUAIS BABALORIXÁS  E YALORIXÁS, QUE DETRATORES TRANSFORMARAM EM 

     SATANÁS, TRANSFORMANDO A ESSÊNCIA DAS RAÍZES EM “CATEQUESE” ANORMAIS!...

DEMONIZARAM TUDO POR ALADOS ABSURDOS “DISSINCRETIZANDO” PELOS FALSOS DIVULGADORES,  TRANSFORMANDO-O EM DEMÔNIO...

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 19 novembro 2018 às 10:31

3ª parte

ASSIM ANÔNIMOS INSTIGADORES NA CONDIÇÃO DE DOMINADORES SORRATEIRAMENTE AÇOITANDO...

A CORRENTE GUERREIRA DA RESISTÊNCIA, TRANSFORMADA A CATEQUESE EM DIVERGÊNCIA DUELANTE...

LAICA POSSIBILIDADE DE CONVIVERMOS NA LEGALIDADE DOS VALORES ESPIRITUAIS,

IGUAIS “IGUAIS”, DESIGUAIS!... “DESIGUAIS”, DEUS  E “OLORUN”, RELIGIOSIDADES DE CADA UM...

ASSIM APOSTÓLOS EM SUAS “CEIAS”, OS “ORIXÁS” E  SUES, SACUDIMENTOS, OFERENDAS E BANHOS COM      

                                                 ERVAS E ÁGUA BENTA... 

NA FALA EM ESPECIAL DAS MARGENS ATLÂNTICA AFRO-DESPREZADOS,

NEO-LATINA FALA , FORA LATINA FALA, FORA GALICISTA...

FALA “PAPAGAIA” ASSIM REPETIDAS SAXÔNICA EM SEUS “PÓINTS” ALIENANTES DE CULTURAS INOCENTES!...

ESTERELIZADA A SEMENTE, CLONANDO FRAGMENTOS DE ÁRVORES DIFERENTES...EXU LEVE A MENSAGEM!...

 

CONDOMÍNIOS FECHADOS... PERIFÉRICOS, FAVELADOS E GUETOS,  ISOLADOS...

            TERRITÓRIO  INTERNACIONALISADO...

NO  LUGAR ONDE DEVERIA ESTAR O”ESTADO” ...  SUAS OBRIGAÇÕES  INEXISTEM,” APOSENTADO SOMENTE”!...

            A  CORRUPÇÃO SEM PASSADO E SEM PECADO... CONTINUA SEMPRE PRESENTE É  “CULTURA DA GENTE”

 

ojotaesse@gmail.com  OURISVAL JOVINIANO DE SANT´ANA 16.11.2018 (71)99968-1351

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 14 novembro 2018 às 10:29

Muito obrigado “senhor”!...

 

Uma corda emendada com NÓ...

Duas partes transformadas em uma SÓ...

Nos balanços os primatas pulam na selva, na mata no CIPÓ...

O que ligava cada parte era o brilhar do sol a casa como casca do CARACOL...

 

Nos momentos de ventos seguramos na corda,

Nos rios para cachoeiras nos seguramos na corda,

Nos alegres instantes de balançar na rede seguramos na corda,

Nos sonos e cochilos do descanso, uma voz dizia acorde e acorda...

 

Amarrados um ao outro por afetivos,

Amarrados um ao outro por alegres sorrisos,

Amarrados um ao outro por distante o tempo, e só depois conhecidos,

Amarrados um ao outro e desamarrados por motivos não sabidos!...

 

Os primatas com fome atraídos por bananas,

Visualizada uma e tantas na penca,

 Empencadas cada banana no cacho,

Aos come-las não agradecido joga fora as cascas do fruto comido e esquecido!...

 

Tendo saciado a sede e matado a fome,

Resta vazio o prato onde houvera comido,

Na pia de lavagem, água e sabão que não lavou o prato,

Jogara ao lixo, porque nele tivera cuspido!...

 

NOS SENTIMENTOS DOS VIVOS:

TEATRAIS BEIJOS E SORRISOS, O CASCAVEL E SEU GUISO...

NA BOCA O ATO, NO PENSAMENTO SEGREDOS MANTIDOS...

UM LADO AGRADECIDO OS BEIJOS LAMBIDOS E TEMPO VIVIDO...

OUTRO LADO TALVEZ ATÉ ESQUECIDO A ATRIZ APLAUDIDA NO FINAL DA SENA...

DESATADO O NÓ, O LADO “SUPOSTAMENTE FORTE”, NÃO ENTRAQUECIDO...

O “SUPOSTO” FRACO FORTEMENTE FORTALECIDO...

 

GUARDADO O FESTIVO MOMENTO MUSICAL DA “MARRON”...

A VERMELHA COR DOS VIVOS E A COR PRETA DO LUTO...

MISTURA DAS CORES, MARRON DECOMPOSIÇÃO DOS QUE TIVERAM NASCIDOS...

MUITO OBRIGADO “SENHOR”, SIMPLESMENTE ME FAÇO AGRADECIDO... 

ojotaesse@gmail.com  OURISVAL JOVINIANO DE SANT´ANA  14.11.2018

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 14 novembro 2018 às 10:29

Um moribundo sangrando!...

 

Na margem do rio imaginário do lado de cá ocasional...

Um ofegante sangrando do apunhalar...

O mal invisível faz sentir a dor no momento capital...

Pelas costas golpeado esvai-se sem chorar...

 

Pela “mago-magia”, anjos fazem as dores suportar,

O ofegante nos lentos sentidos, nos pulmões pouco respirar,

 Visualiza da margem oposta do rio o lado de lá,

Aos ouvidos rareados sons por estarem tapados, sem escutar,

Os gritos do enfraquecido na garganta sem poder falar...

 

Momentos antes do vibrante passante, forte caminhar,

Surpreendo sem duelar com honrada espada, fora apunhalado pelas costas,

Correndo para margem confrontante o farsante,

Queimara a ponte onde só por ela conseguiam atravessar...

 

Margeadas águas doces, transformadas em salgadas por lágrimas,

Cardumes de insaciáveis famintas piranhas a nadar,

Jacarés e crocodilos na espreita para caçar,

Frágil e indefeso o apunhalado, visualiza a colorida serpente coral...

 

Uma misteriosa voz como vinda do além interroga “você acredita que te amo”?

Em resposta o coração vibrante do ofegante “estou lhe ouvido e muito obrigado”,

Viajando sempre no imaginativo, recorda o crucificado da cruz que disse um dia...

                             “!perdoe eles não sabem o que fazem”...

 

MOMENTO QUE EM AGITO DO TEMPO...

FORTES VENTOS, TRANSFORMADO EM TEMPORAIS TORMENTOS,

LUMINOSO CLARO DO DIA, TRANSFORMADO EM  NOITE DE SOFRIMENTO,

CLARÕES NO FIRMAMENTO, RISCANDO COMO RIOS EM MIVIMENTOS,

NO PENSAMENTO COM NEURÔNIOS EM ZAGUEZAGUEAR LENTO,

O PORQUÊ DAS FALSIDADES, DAS CRUELDADES, DAS MENTIRAS E DAS COVARDIAS?

 

                                   SEM OUVIR AS RESPOSTAS!...

                      ESGOTAM-SE AS ENERGIAS,

ASSIM FICA PETRIFICADO CORPO DEITADO EM MÁRMORE FRIA...   

 

ojotaesse@gmail.com. Ourisval joviniano de Sant´ana 12.11.2018 (71)99968-1351

  

 

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 14 novembro 2018 às 10:28

1ª parte

130... 100... 30... “0”... decrescentes pensamentos

13/05/1888 – contestamos o “REAL” dia que renascemos, fomos coisas, hoje assim somos porque queremos!...

A “Princesa Rainha” foi por razões da remotivação da ciência, não fora por arrependimento ou clemência!...

A transformação por motivações da ciência, assim a revolução industrial, sucateado o braço animal!...

A grande coisificação por substituição da pessoa pela “humano-coisificação”, o capital em expansão!...

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 14 novembro 2018 às 10:27

 2ª parte

Influentes DOMINADORES provocam duelos entre “supostos vencedores”, os duelos dos “sempre perdedores”,

Removem para novembro o AZUL DE OGUM OU NEGRO DE QUALQUER UM”, novo protesto esquecendo o resto,

AMAS SECAS, DE GANHOS OU DE LEITE, por alados protestos transformam o ARUÁ, em doces SORVETES,

NAS FAVELAS, GEUTOS, PALAFITAS, os “desocupados”, os sem teto, sem terra, sem segurança, sem educação,

                     com amarguras os excluídos, perdida esperança, criaturas ganharam o roncar das  barrigas vazias!...

A bela ” Princesa-Rainha”, BONITO FÍSICO DE PRINCEZA, provinda de aliança de nobres reis, DAS NOBREZAS,

POUCAS PALAVRAS assina e decreta, com sua caneta de pena de aves, “sem pena”, de que fizera a nobreza,

Palavras do lunático astronauta “um pequeno passo para o homem e gigante para a humanidade” A ABOLIÇÃO”,

EVOLUÇÃO DA CIÊNCIA, possibilitara a  revolução industrial, substituindo o escravizado por máquina a vapor,

                      MEU DEUS QUE HORROR,  A SENZALA ESVAZIOU, ASSIM OS DESOCUPADOS CRIOU!...

AS REALAEAS EXTINGUIRAM-SE, rareando algumas RAINHAS E PRINCESA para os tronos de nobrezas!

NO CAPITAL A NOVA NOBREZA, socialistas de todas as  matizes, os monetários de cada, a fazem felizes!

VELHOS NOBRES, “lobos em pelos de cordeiros”, aquecidas lãs para o frio no ano inteiro!

TEORIZADO “O CAPITAL”, um nobre filho de nobre, readapta escravizados pobres em “SONHADORES POBRES”!...

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 14 novembro 2018 às 10:27

3º parte

A COISIFICAÇÃO DO HOMEM NA NOSSA NAÇÃO, READAPTAÇÃO EM NOVA SUGAÇÃO...

CONTINUA A NOBREZA com tesouro e riqueza, coroa, manto e cetro, SOCIEDADE DE PALACIANOS ANONIMOS,

COMUNIDADE BRITÂNICA?... com tentáculos de polvo marinho, ostenta o ouro do povo esquálido sugado,

APLAUDIDOS OS NASCIDOS BEBÊS NOBRE, embevecidos pobres PELA OPULENTE ostentação dos “NOBRES”...

           COMO GATOS DOMÉSTICADOS, QUE SE DELICIAM COM PEIXINHOS NADANDO EM AQUÁRIUOS!...

           “FANTASIADOS DE GATOS ESFOMEADOS”, OU CORDEIROS MIMADOS, ENCANTOS DE FADAS, NASCER DOS     

           “REAIS BEBÊS”...  EM NADA CONDENADOS... AO NASCERMOS APRENDEMOS E SÓ DEPOIS CONTENTADOS!...   

-TREZE DE MAIO DE 1888 CENTO E TRINTA ANOS DEPOIS  DOPAM A HISTÓRICA TRANSFORMAÇÃO, DE COISA

          EM POSSÍVEIS CIDADÃOS, ASSIM OS PARAGRAFOS DA LEI ÁUREA QUE NÃO FINALIZA A ESCRAVISAÇÃO...

-ONZE DE NOVEMBRO DE 1988UM SÉCULO DA PRIMEIRA GRANDE GUERRA EMPANTURRARA, PREVINE-SE DA FOME, SEM FOME, A GEOPOLÍTICA EXPANSIONISTA DO HOMEM, OUTRAS E TANTAS DEPOIS, FRAGMENTADOS

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 14 novembro 2018 às 10:26

3º parte

MORTICÍDIOS PELO PODER SUBMETIDOS, NOS  ESCOMBROS MATERIAS OS INERTES DESTROÇOS DE VIVOS!...

-CINCO DE OUTUBRO DE 1988 – TRINTA ANOS DA CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA, MUITISSIMA DETALISTA, TANTAS “PEC”, MAIS QUE OS NUCLEADOS ARTIGOS DA LEI MAIOR, DO PAIS MAIS PODEROSOS DO MUNDO, ONDE ONZE “TEOEMPODERADOS”, COMO LANÇAS DE VERTIVALIZADAS PONTIAGUDAS PONTAS DESFEREM AOS ALVOS FERIMENTOS FINAL E FATAL... COMO NAS MONARQUIAS DE EMANAÇÕES DIVINAS!...

O GRANDE LEGADO CRIADO, O “PT” DA ABREVIATURA DE PONTO FINAL!... TANTOS ARTIGOS, SUB-ARTIGOS E ENTRELINHAS, ASSIM  UM TRIBUNAL DIVINO, POR DEFINIÇÃO ESPECIAL O CONTITUCIONAL, ONZE MINISTROS INTOCÁVEIS IMPERIALISTA., AFEITOS AS COLETIVAS DECISÕES, APEQUENAM-SE INDIVIDUAS COM DENAÇÕES, ASSIM  A MAGIA DOS ONZES NA CEIA DOS DOZE,  JESUS DIVIDIU O PÃO, E DISTRIBUIU O VINHO EM ORAÇÃO...

-O ZERO DO HOJE AINDA NÃO COMEÇOU, HISTORIAREMOS DEPOIS DE 2018...   

INFINDÁVEIS BENEFÍCIOS... “TALVEZ CONTI UATIVOS”... NA DEMOCRACIA PREVISTO O ROTATIVISMOS...

SÓ NO REINADO E IMPERIALISMOS... O PERMANENTE CONTINUÍSMO... O SÓ TRONO ENTRE NASCIDOS...

ojotaesse@gmail.com  OURISVAL JOVINIANO DE SANT´ANA 13.11.2018 (71)99968-1351

-TREZE DE MAIO DE 1888 CENTO E TRINTA ANOS DEPOIS  DOPAM A HISTÓRICA TRANSFORMAÇÃO, DE COISA

          EM POSSÍVEIS CIDADÃOS, ASSIM OS PARAGRAFOS DA LEI ÁUREA QUE NÃO FINALIZA A ESCRAVISAÇÃO...

-ONZE DE NOVEMBRO DE 1988UM SÉCULO DA PRIMEIRA GRANDE GUERRA EMPANTURRARA, PREVINE-SE DA FOME, SEM FOME, A GEOPOLÍTICA EXPANSIONISTA DO HOMEM, OUTRAS E TANTAS DEPOIS, FRAGMENTADOS

MORTICÍDIOS PELO PODER SUBMETIDOS, NOS  ESCOMBROS MATERIAS OS INERTES DESTROÇOS DE VIVOS!...

-CINCO DE OUTUBRO DE 1988 – TRINTA ANOS DA CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA, MUITISSIMA DETALISTA, TANTAS “PEC”, MAIS QUE OS NUCLEADOS ARTIGOS DA LEI MAIOR, DO PAIS MAIS PODEROSOS DO MUNDO, ONDE ONZE “TEOEMPODERADOS”, COMO LANÇAS DE VERTIVALIZADAS PONTIAGUDAS PONTAS DESFEREM AOS ALVOS FERIMENTOS FINAL E FATAL... COMO NAS MONARQUIAS DE EMANAÇÕES DIVINAS!...

O GRANDE LEGADO CRIADO, O “PT” DA ABREVIATURA DE PONTO FINAL!... TANTOS ARTIGOS, SUB-ARTIGOS E ENTRELINHAS, ASSIM  UM TRIBUNAL DIVINO, POR DEFINIÇÃO ESPECIAL O CONTITUCIONAL, ONZE MINISTROS INTOCÁVEIS IMPERIALISTA., AFEITOS AS COLETIVAS DECISÕES, APEQUENAM-SE INDIVIDUAS COM DENAÇÕES, ASSIM  A MAGIA DOS ONZES NA CEIA DOS DOZE,  JESUS DIVIDIU O PÃO, E DISTRIBUIU O VINHO EM ORAÇÃO...

-O ZERO DO HOJE AINDA NÃO COMEÇOU, HISTORIAREMOS DEPOIS DE 2018...   

INFINDÁVEIS BENEFÍCIOS... “TALVEZ CONTI UATIVOS”... NA DEMOCRACIA PREVISTO O ROTATIVISMOS...

SÓ NO REINADO E IMPERIALISMOS... O PERMANENTE CONTINUÍSMO... O SÓ TRONO ENTRE NASCIDOS...

ojotaesse@gmail.com  OURISVAL JOVINIANO DE SANT´ANA 13.11.2018 (71)99968-1351

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 8 setembro 2018 às 10:43

INTUIÇÃO...                                            “EU”... “EU VOCE”... “QUALQUER Eu”...

 

SERÁ Q           UE “EU” SOU VERDADEIRO CIDADÃO?

SERÁ QUE TENHO CALOS PRECIOSOS NAS MÃOS?

SERÁ QUE ENTENDERAM MINHAS RAZÕES?

 SERÁ QUE ACREDITO EM “DEUS”... SOU ATEU... OU SOU FALSO CRISTÃO?

 

CIDADÃO SEM LIMITAÇÃO!...

ME FAZ PERTENCER AO CONJUNTO SEM EXCLUSÃO,

PARTE DE UM TODO,  “PARTE SEM DIVISÃO”,

SEMPRE QUE TIVER DE CAIR...TENHO UMA BENGALA INVISÍVEL DE SUSTENTAÇÃO...

 

TENDO COMO PRESSUPOSTO MEU “TER”, COM OS CALOS DA MÃO!...

QUANDO PENSO QUE TUDO É LEVE, ASSIM O COMPARATIVO COMO BOLA DE SABÃO,

 ENTENDER QUE UM SÓ CONSTITUI O COLETIVO DA MULTIDÃO,

O GRÃO PISADO, FORA PLANTADO, PISADO COM PÉS OU PILÃO, O VINHO E O PÃO...

 

MINHAS RAZÕES... QUANDO INSANAS SÃO PERDIDAS PELA ALUCINAÇÃO!...

O AMADO OU CONDENADO... BUSCAM OU NÃO... RETRIBUIÇÃO OU REVOGAÇÃO,

AMADO NÃO RETRIBUÍDO, RECEBE EM EGOISMO A  DOCE DOAÇÃO,

O CONDENADO CONVICTO DO ERRO... TALVEZ IMPOSSÍVEL A REPARAÇÃO...

 

O AMOR... POR AMOR... SUBLIMAÇÃO... “DEUS” SEM EXCLUSÃO!...

DIVIDE O PÃO, AS GOTAS D´ÁGUA LAGRIMADAS OU QUE SACIARÃO  SEDE NA INSOLAÇÃO,

CRISTO FILHO DO “PAI”, CRISTO IRMÃO, SEM AS DOZE TÁBUAS, BÍBLIA OU ALCORÃO,

OS TEÓRICOS NAS ERUDIÇÕES, OS CONVICTOS EM ORAÇÃO!...

 

INTUIÇÃO... TALVEZ A CERTEZA COM OU SEM RAZÃO...

INTUIÇÃO... O CELEBRANTE INTROSPECTO OU TEORIZAÇÃO...

INTUIÇÃO... NO ENGANAR DUELANDO COM O ESPERTALHÃO...

INTUIÇÃO... NUM BARQUINHO AO MAR NO LUAR,

                       UM HORIZONTE FINITO NO SEU LIMITAR,

                       NÃO HAVERÁ PERIGOS NO ENFRENTAR,

                       FORA TRAGADO PELA FÚRIA DOS VENTOS NA SUPERFÍCIE DO MAR...

 

 INTUIR NO DESEJAR, QUE O AMOR “ENSINADO” NA DIVINA LIÇÃO,

                                  ASSIM O  “EU” CONVICTO NA INCONDICIONAL RAZÃO...

 

ojotaesse@gamail.com OURISVAL JOVINIANO DE SANT´ANA 02.08.2018 (71)99968.1351

 

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 8 setembro 2018 às 10:42

EU PAI... O FILHO SOU EU...

 

CINCO DEDOS NAS MÃOS QUE DIZEM ADEUS...

MAIS UM DEDO IMAGINATIVEL MEU EU...

TANTOS FILHOS VISTOS, ESTE OUTRO SOU EU...

MÃOS ATROFIADAS OU AMPUTADAS UMA EXISTE OUTRA DESAPARECEU...

 

MÃOS QUE SEMEIAM OU COLHEM O GRÃO,

MÃOS QUE COLHEM E AMASSAM  A MASSA DO PÃO

MÃOS QUE DIVIDEM ... QUE LEVA A BOCA A ALIMENTAÇÃO,

MÃOS SOCORREM A FOME OU SEGURAM IMPEDEM CAIR O IRMÃO...

 

VISUALIZADO UM SER  NÃO VISTO O OUTRO NA LUZ OU ESCURIDÃO,

APENAS OS CINCO DEDOS DA MÃO,

MÃOS APLAUDEM OU VISUALIZA  SIMULAÇÃO O DEDO APONTA PARA O CHÃO,

DEDOS NAS MÃOS QUE SOCORREM OU DEIXAM AO ABISMO O IRMÃO...

 

EM SEGREDO CONVIVE EU E MEU DEGREDO,

CINCO DEDOS VISTOS E UM MANTIDO EM SEGREDO,

MOVIMENTAM OS CINCO VISTOS NA MÃO... UM NÃO VISTO SOU EU ESTE DEDO,

ENDURECIDO PELO FRIO OU GELO,.. MEU EU AQUECIDO SÓ EU MOVIMENTO E VEJO...

 

CALOS NAS MÃOS OU ATROFIAS DO TRABALHO,

MÃO AMPUTADO POR CRIMES... CARTA FORA DO BARALHO SEM CALOS,

SEMEADOS NO CAMPO, SOLO E SEUS PREPAROS,  PREMIADOS OS GRÃOS GERMINADOS,

NAS MÃOS EM ORAÇÃO OU COM ESPADA FEREM E MATAM OU IRMÃOS MUTILADOS...

 

FILHO DO PAI QUE CONCEBEU...

FILHO DO PAI QUE SÓ ELE SABE QUE É “FILHO SEU”...

A DOR E O AMOR... O FRIO SEM COBERTOU E O CALOR DA LUZ SEM PAVOR...

PAI E FILHO O INFINITO DOS VIVOS, QUE UM DIA O “CRIADOR” CRIOU...

O EXEMPLO DO PAI, O FILHO IMAGEM DO “CRIADOR”...

PAI E FILHO... IRMÃOS ASSIM O “CRIADOR”ENSINOU...

“MEU EU FILHO”... TAMBEM PAI EU SOU FILHO DO “CRIADOR”...

NO INFINITO “DO CRIADOR”... O AMOR...

ASSIM “PAI CRIADOR”... EU FILHO,  PAI E IRMÃO,

                 SUBLIMAÇÃO DO AMOR DO “PAI”... FILHO E ESPÍRO SANTO...

                                      “AMÉM”...

 

ojotaesse@gmail. com  OURISVAL JOVINIANO DE SANT`ANA 21.08.2018  (71)99968.1351

 

 

 

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 8 setembro 2018 às 10:42

VEM DO ALTO... (segunda parte)

- LÁGRIMAS DE ALEGRIAS OU TRISTEZAS, EM CACHOEIRAS NAS FACES LAVADAS...

-VEM DO CÉFALO O SURPREENDIDO TRAÍDO ATÔNITO ...“ATÉ TÚ FILHO MEU”...

 -O PEDIDO SOFRIDO DO “IRMÃO NASCIDO EM BELÉM”... “PERDOE PAI ÊLES NÃO               

                                                  SABEM O QUE FAZEM”

NO ALTO DO CORPO VISUALIZADO OU NÃO...

-ALTO DO CORPO NÃO VISUALIZADO NÓ NA GARGANTA DO GRITO ENGASGADO...

-VISUALIZADO NÓ NO PESCOÇO DO ENFORCADO OU LÂMINA NO GILHOTINADO...

- NÃO VISUALIZADA AS VERDADES, ASSIM OS ILUSORES EM SUAS BRAVATAS...

 

NAS VISÕES ILUSIONADAS...

-ILUSORES BEM AFEIÇOADOS, VISTOSAS VESTES E SEUS “COLARINHOS BRANCOS”    

         DE DOMINADO, NO PESCOÇO LUXUOSAS GRAVATAS DE SEDA...

-NÃO VEM DO ALTO, “ENQUANTO OS CÃES LADRAM A CARAVANA PASSA”...

-BEM ALTO CANTAM SOFREDORES DOPADOS EM CORAL SEM ORQUETRA...

 

PARA O ALTO, MÃOS ESPALMADAS E PROSTRADAS QUE REZAM...

TAMBÉM APLAUDEM EM DIAS DE FESTAS...

PARA OS ARREPENDIDOS,VEM DO ALTO PÃO E VINHO EM EUCARISTIA...

CONTRITA ALEGRIA “HORA É ESSA”...

ojotaesse@gmail.com OURISVAL  JOVINIANO DE SANT´ANA 29.08.2018 (71)99968-1351

Comentário de Ourisval Joviniano de Santana em 8 setembro 2018 às 10:41

VEM DO ALTO!... (primeira parte...)

                  

CONDENSADO O LÍMPIDO VAPOR DO LÍQUIDO... VEM DO ALTO...

GRITO AFLITO PRECISO E SOCORRO ATENDIDO... VEM DO ALTO...

EMPUNHANDO A ESPADA DOS HONRADOS INDIVÍDUOS... VEM DO ALTO...

GERMINADO NO LÍQUIDO INIC IADO VIVER, AO NASCER O  CHORO DO BEBÊ...

                                                                                                VEM DO ALTO...

NA PASSAGEM OS AGUADOUROS, NELES FILTRADO O LODO DOS RIOS,

NOS LAGOS, LAGOAS E CACHOEIRAS NA PASSAGEM DOS RIOS,

NO LODO E EMBREJADOS OS LÍRIOS EMBELEZADORES DOS RIOS,

NO MAR O SAL QUE LAVA, AO HORIZONTE NUVENS PRECIPTAM ÁGUAS DOS RIOS...

 

O SOFRIDO EM ANSIADO GRITO AMPLIADO E AMPLIFICADO,

AOS OUVIDOS ESCUTADOS, SOCORRIDOS EM SILÊNCIO INTROSPECTADO,

ATENDERA CONTENTADO, NÃO TENDO ESCUTADO O MUITO OBRIGADO,

CONTENTO E CONTENTADO O DIVINO RESULTADO...

 

OS HONRADOS NÃO APUNHALADOS PELAS COSTAS E SUAS ESPADAS DE BRAVOS,

GRITOS GUERREIROS... “OS QUE NÃO FOREM ESTRANGEIROS QUE SIGAM-ME”,

NOS PUNHOS, O “ALONGADO METÁLICO” QUE DUELAM CORPOS SUADOS,

VENCIDO O CORPO TOMBADO, VENCEDOR REGISTRADO NA HISTÓRIA DAS GLÓRIAS...

 

NIDADO O ÓVULO FECUNDADO EM OVO TRANSFORMADO,

DO ALTO O SER PELO “CRIADOR” IMAGINADO, A IMAGEM O SER CRIADO,

DEFERIDA PASSAGEM DA VIDA, ECLODIDA DA ESFERA LÍQUIDA O AR E PAISAGENS,

O CHORAR NA CHEGADA INFLADA, LÁGRIMAS NO FINAL DA PASSAGEM ANIMADA...

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço