O Correio Nagô

Uma das formas de resistência encontradas pelos primeiros negros escravizados trazidos à força para o Brasil foi a transmissão de conhecimento e informação através da história oral. Assim nasceria o "correio nagô", adaptado à realidade enfrentada por cada um dos negros saudosos de sua terra, mas conscientes dos valores que naturalmente exigiam preservação. Dessa maneira, a oralidade ancestral africana foi um dos elementos inspiradores para a criação do nosso portal.

Idealizado a partir da mobilização de jovens comunicadores negros do Instituto Mídia Étnica, comprometidos em combater a discriminação e exclusão socio-racial que ainda persiste em nosso país, o Correio Nagô propõe uma intensa participação colaborativa dos seus leitores, além de estabelecer uma rede de informação oriunda de diversas partes da Bahia, do Brasil e do mundo.

Outra missão da nossa rede social é estabelecer um canal de notícias tratando da cultura negra, possibilitando a difusão do que vem sendo produzido por diversas comunidades e grupos militantes do movimento negro. É veiculando imagens, vídeos, notícias e eventos culturais abordando a temática afro, que o Correio Nagô pretende combater uma das piores formas de marginalização do nosso tempo: a falta de acesso à informação. Informar e divertir, socializar e interagir, esses também são outros verbos que propomos aos nossos leitores, parceiros e colaboradores.

 

ATENÇÃO:

As opiniões dos membros da rede Correio Nagô nos fóruns, blogs, comentários, vídeos, fotos ou demais postagens, não são as mesmas opiniões da administração da rede, nem do Instituto Mídia Étnica. Caso você veja algum conteúdo ofensivo, de calúnia, difamação, racista, machista, sexisita, de baixo calão, de incitação à violência e que viole os direitos autorais, por favor, comunique-nos pelo e-mail: redecorreionago@gmail.com

Leia aqui os termos de uso do site Correio Nagô Termos e Condições de Uso.pdf


Mais informações:
Orkut | Twitter



O Correio Nagô é mais um projeto do Instituto Mídia Étnica - www.correionago.com.br



E-mail: redecorreionago@gmail.com 

Telefone: 55 71 3011 0980

Assista aqui um vídeo sobre o Mídia Étnica http://www.youtube.com/user/MidiaEtnicaVideos/playlistshttp://www.youtube.com/watch?v=gBkMlIzAfIo

Entre no grupo "Mídia Étnica" aqui no Correio Nagô http://correionago.ning.com/group/institutomdiaetnica

  

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Paulo Rogério em 1 julho 2010 às 18:11
Às margens do Ipiranga nada. Foi no Recôncavo que o Brasil se libertou. http://migre.me/TaKH #2deJulho
Comentário de Jacira Pavão da Silva em 30 junho 2010 às 19:38
UM LINDO AXÉ!

Prazer em poder pertencer a uma rede que se propõe a discutir as várias faces da história do negro no Brasil e porque não uma variante que está aqui no Maranhão.
Comentário de Paulo Rogério em 30 junho 2010 às 0:16
JURAMENTO DE LEALDADE E COMPROMISSO COM A REVOLUÇÃO DO POVO PRETO FEITO PELOS PANTERAS NEGRAS :


"Eu prometo lealdade ao meu povo.''

Eu prometo desenvolver minha mente e corpo ao maior nível possível.

Eu aprenderei tudo que puder a fim dar meu melhor ao meu povo em seu esforço para a liberdade.

Eu me manterei ajustado fisicamente, construindo um corpo forte livre das drogas e das outras substâncias que me enfraquecem e me fazem menos capaz de me proteger, minha família e meus irmãos e irmãs pretas.

Eu compartilharei de forma altruísta de meu conhecimento e da compreensão com eles a fim causar rapidamente a mudança.

Eu me disciplinarei para dirigir pensativamente e construtivamente minhas energias, melhor que desperdiçando-as no ódio inativo.

Eu treinarei nunca para ferir ou para permitir que outro prejudique meus irmãos e irmãs pretos, mas porque nós necessitamos que cada homem, mulher, e criança pretas sejam fisicamente, mentalmente e psicologicamente fortes.

Eu prometo diariamente praticar e ensinar aos outros a fim unir meu povo."
Comentário de Instituto Matamba em 28 junho 2010 às 11:04
Promoção: camisa "Da Rua" aparte de 25:00 reais, a masculina e 15:00 reais a feminina AVISTA...

Para ter a camisa "Da Rua" e bem mas fácil do que vcs pensava é só entra em com tato pelo o nosso

E-mail

groovafricano@hotmail.com

nosso-orkut

musicalidadepercussiva@gmail.com

E tão fácil que vc pode fazer seu pedido agora mesmo

adquira já a sua não deixe para ultima hora

Temos modelos masculinos e femininos.
Comentário de Jadiel Ferreira dos Santos em 27 junho 2010 às 19:46
em uma sociedade onde os espaços são limitados e a falsa liberdade hostentada como algo de direito a todos , fico muito feliz por encontra um espaço onde possamos fazer verdadeiras ilhas da desordem , "DESORDEM ".
DESORDEM PORQUE VAI CONTRA A ESSE SISTEMA QUE NOS DEIXAM DESARTODUADO, SEJAMOS ENTÃO DESORDEIROS DO PROGRESSO. VEVIER NA DESORDEM SEMPRE INDO NA CONTRA MÃO DESSA SOCIEDADE RACISTA , HOMOFOBICA E FOTEBOLESCA....
Comentário de maisa emanuele silva santos em 26 junho 2010 às 20:43
adoro vcs
axé
Comentário de Aparecido Raimundo de Souza em 23 junho 2010 às 17:37
A Copa do tudo embolado


(*) Texto de Aparecido Raimundo de Souza.


Confesso meus prezados, nunca vi tantos nomes esquisitos na minha vida pronunciados o tempo todo, de boca em boca, num só lugar. Aliás, por aqui, em meio ao frio glacial da África do Sul, não se fala em outra coisa. Acostumado a conviver com Kaká, Robinho, Luiz Fabiano, Elano, Nilmar, Julio César, Roberto Carlos, Pelé, Tiririca (Tiririca não, pelo amor de Deus), confesso, está sendo difícil pra caramba permanecer ao lado dos meus colegas, e, para não perder a amizade, ou ser chamado de chato, ficar ouvindo, indefinidamente eles repetirem: “Marchetti pra lá, Zambrotta pra cá, Cannavaro não sei das quantas pra aculá, Chiellini, Criscito, De Rossi, que mordeu o cangote de Montolivo Camoranesi e Gilardino que, ao invés de vestir a cuequinha lilás ganhada da Fifa, preferiu o fio dental presente do técnico holandês, Bert van Marwijk.
Pior que castigar os escutadores de novelas a ouvir (além das bumbumdelas) a massa enfurecida dentro dos restaurantes, nas praças, ruas e avenidas pedindo a cabeça de Dunga numa bandeja, é conviver com Diego Maradona andando pela cidade com um gatinho que apareceu misteriosamente nas malas de Juan Sebastian Verón. Parece que a intenção do técnico argentino era batizar o pobre bichano de Paston (alemão?), ou Sigmund (Freud?). O porta voz Andrés Ventura declarou aos jornalistas, numa coletiva convocada às carreiras, que prefere um nome mais popular, tipo Nelsen (Piquet) ou Vicelich (eu ligo, eu ligo), ou quem sabe Lochhead, Brown (será que ele pensou em Charles?). O zagueiro Walter Samuel acha mais popular Elliot, Bertos, Smeltz, Fallon (fallon, ta falado e fim de papo) ou, por último, Killen. Kilen - não sei se os leitores comungam do mesmo pensar - me parece kilo, ou algo assemelhado berrado pela multidão ensandecida em algum dialeto javanês.
Não quero parecer piegas, acreditem, mas odiaria se no dia em que vim ao mundo papai tivesse me levado no cartório e me batizado de Souleymanou, Ekotto, Bassong, Nikoulou (com Super Bond?), Mbia, Eyong, Geremi, Emana ou Webo (Aboubakar), ou mesmo Eto’o. Ficaria deveras furioso com mamãe, se caísse na esparrela e se deixasse levar nas águas da tia Cândida (conhecida no bairro inteiro como água sanitária) e desse urras de alegria pactuando com a idéia marota de fazer constar na minha certidão de nascimento um Sorensem, Jacobsen (agora depois da recontagem só coube oitenta), Kjaer (qui já era), Agger, Poulsen, Gronkjaer, Rommedahl, Bendtner e tomassom (toma o som e dá pra quem?).
Imaginem os amigos mais chegados experimentando salientar salientemente estas preciosidades para não fazer feio diante da turma do copo no bar do Charutão: Kingson, Pantsil, Jonathan, Addy, Sarpei (cai em pé), Annan (Annan é a senhora sua vovozinha, meu chapa), Boateng, Tagoe, Kwadho, Asamoah Muntari (vou muntarai no seu traseiro), Milovan Rajevac (não confunda com as famosas pilhas amarelinhas).
Esquisito mesmo seria na hora de me encontrar com a namorada e, no instante em que estivéssemos tirando feijão da boca um do outro, aparecesse o pai dela um lusitano porreta com um cassetete nas mãos e me chamasse para uma conversinha de pé de ouvido. Se eu tivesse um patronímico estrambótico nos moldes do Schwarzer, Rukavytsya, Chipperfield, Bafokeng, Kawashima, Nagatomo, Okubo, será que ele conseguiria acentuar com a precisão devida os contornos mágicos da sua verdadeira conotação? Pelo sim, pelo não, meus amados, só desvendarei este mistério se a Seleção brasileira conseguir passar pelos portugueses, na sexta-feira.

(*) Aparecido Raimundo de Souza, 57 anos, é jornalista.
De Johannesburgo – África do Sul,22 de junho de 2010.
Comentário de Patthy Silva em 23 junho 2010 às 16:10
Adorei a página!
Comentário de Paulo Rogério em 23 junho 2010 às 10:34


Acesse a página do Mídia Étnica no Facebook
http://migre.me/RugS
Comentário de Paulo Rogério em 23 junho 2010 às 10:00
Dica: PROGRAMA TOBOSSIS - programa de TV on-line que debate temas como gênero, sexualidade e cultura negra. Vale a pena!
http://tobossis.blogspot.com/search/label/mulher
Comentário de Edilamar Barbosa Fuger em 23 junho 2010 às 1:07
Eu fico muito grata por terem me enviado
o vidio Instituto Mídia Étnica.
quero estar sempre bem informada de
tudo que esta acontecendo no brasil referente
a este movimento que tanto me toca.
Muuuuuuuuuuuuito Obrigada!
Comentário de Juliana Petitet em 22 junho 2010 às 16:24
AMEI A PÁGINA...SOU DO RIO DE JANEIRO...AXÉ A TODOS...BJÃO
Comentário de Paulo Rogério em 22 junho 2010 às 0:54
"Na base da educação, na base da política, e até mesmo na base da religião, deve haver para nossa raça independência econômica" Booker T. Washington.
Comentário de Edilamar Barbosa Fuger em 21 junho 2010 às 20:15

Que um dia possamos tirar as algema que trazemos na nossas almas corroendo,ferindo,sangrando nossos corações em lembrança de um passado que teima é insiste em separar não nossas classe social,ou nossa cor da pele mas "sim"os filhos do criador,desde os tempos dos meus pretos velhos na senzala.Eles não deixaram implantado,à raiva odio magoa para seus descendentes vazerem justiça em lembrança de seus sofrimento.
Mas eles sabiam sofrer calados,humilhados,para que um dia seus irmãos da mesma cor usassem a liberdade que eles não tinham para serem felizes.(Eu derramo minhas lagrimas)
Sabem porque? Se não está as mil maravilhas! mas nunca será como foi para eles.Hoje os negros são livres...Livres de explessão...Livres para ir é vinr,quando quizerem em vez de se unirem ir para as ruas,gritar...Bater o pé pelos seus direitos.Se sentem injustiçados,acoados
revoltados carregando uma dor, um preconceito que só o proprio negro tem.Peguem o exemplo
do presidente dos Estados Unidos BARACK OBAMA(ou ele não é negro?)Ele soube fazer justiça foi à luta,soube lutar fazer justiça a cada negro que sofreu no tronco.Hojé um negro decide a vida de uma nação.É aqui nos temos outros que só reclama por um lugar na facudade,um trabalho mais ou menos.isso porque é Brasil, não pense que vão ter um belo cargo com um salario maravilhoso, porque isso é o SONHO de todos os brasileiros...Há! cansei.Mais saibam que eu tenho o maior orgulho do meu povo das senzalas eles sofriam é sabiam perdoar porque acreditavam,que eles é os seus senhores eram diferentes na cor.Mas por dentro eles sorriam por acha-los inguinorantes por não saberem que tinham a mesma cor de sangue pois eram filhos do mesmo Criador.Eles deixaram nas suas raizes com muita sabedoria,que naquele tempo,ou depois de quatrocentos ou oitocentos anos continuariamos"Irmãos"na cor de sangue,é
na alma pois eram é continuariamos sendo filhos do mesmo PAI.Porque o nosso Criador,é um só" DEUS",um só PAI de todas as criaturas vivente na terra é continuará sendo até que nós tornemos sua imagem é semelhança na COR no AMOR...é no PERDÃO.
UM Forte Abraço!
Comentário de TADEU BAHIA em 20 junho 2010 às 8:33
Apresentamos os nossos pêsames pela morte do ilustre escritor português JOSÉ SARAMAGO, assim como lamentamos alguns comentários imbecis postados recentemente no twitter do Partido Verde Brasileiro sobre o renomado Prêmio Nobel de Literatura...

Francamente, parece que alguns eleitores da Marina ainda vivem na época pré-diluviana... Como será o Brasil presidido por Marina, quando alguns dos seus eleitores pensam que SARAMAGO é uma marca de sabão em pó?
Comentário de antonio marcos ferreira junior em 19 junho 2010 às 17:24
bom estar neste lugar/não lugar partilhando e compartilhado a vida negra - que é a vida do ser humano - que é a vida do cidadão - que é a vida do homem e da mulher - que é a vida do artista - que é a v i d a ....
obrigado à profa. nadir que me fez o convite.
Comentário de MARCIA BARBOSA DE BRITO em 18 junho 2010 às 15:19
PARABENS, A EQUIPE DO CORREIO NAGO, SOMENTE TIVE CONHECIMENTO AGORA, MAIS JA ESTOU ACHANDO UMA OTIMA INICIATIVA.
OBRIGADA A PROFESSORA NADIR QUE ME FEZ O CONVITE.
MARCIA
Comentário de weslley belmont em 10 junho 2010 às 11:30
nem o homem é capaz de compriender o homem...
Comentário de David SantoS em 13 maio 2010 às 18:42
NA VIda Só temOS UMA cOisa,A CeRtEZa DeLA MESmO...
PoR QUE vIVeR hUmILHAdOS,joGAdOS,LavaDOS,ACabAdoS,boRrAdOS PoR UMA SocIEDadE InjUSTA...A VIDa, o HoMEm,A jUStIÇa ME LEmBRAm, DE QuE Sou UMA PESsoA COmUm...E QuE NÒS BRAsIleIROS SomOS fORMAdoRes De uMA NOVa RaÇa-A bRasILEiRA...mISciGenAdoS,mIStURADOs,CoMUNs...QuE foRMAm UM dÍStICO SocIAl IMEnso e QuE NOS FAz A MAioR PopULAçÂo NEGra dePoI DA África nO muNdo!
viVA O BRAsil,AssiM PREtO,AssiM PobrE,AssiM iNjUSto...VIVa A SuA negriTude,vIVa SuA gEnTe!


DAvID SanTOS...
JoVem De SussuArana Do ProJEto UNFPA-BRASIL
PROMOVENDO OS DIREITOS DE JOVENS...CULTURA E SAÚDE,SEXUAL E REPRODUTIVA EM sALVADOR....

Comentário de Hamilton Lara em 30 abril 2010 às 15:09
O Corrêio Nagô é uma Falange Tri Legal, nós aqui no RS estamos sempre ligado neste intercâmbio cultural em prol do povo afro-brasileiro! Axé!Hamilton Lara Mov. Negro.RS

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2023   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço