O Correio Nagô

Uma das formas de resistência encontradas pelos primeiros negros escravizados trazidos à força para o Brasil foi a transmissão de conhecimento e informação através da história oral. Assim nasceria o "correio nagô", adaptado à realidade enfrentada por cada um dos negros saudosos de sua terra, mas conscientes dos valores que naturalmente exigiam preservação. Dessa maneira, a oralidade ancestral africana foi um dos elementos inspiradores para a criação do nosso portal.

Idealizado a partir da mobilização de jovens comunicadores negros do Instituto Mídia Étnica, comprometidos em combater a discriminação e exclusão socio-racial que ainda persiste em nosso país, o Correio Nagô propõe uma intensa participação colaborativa dos seus leitores, além de estabelecer uma rede de informação oriunda de diversas partes da Bahia, do Brasil e do mundo.

Outra missão da nossa rede social é estabelecer um canal de notícias tratando da cultura negra, possibilitando a difusão do que vem sendo produzido por diversas comunidades e grupos militantes do movimento negro. É veiculando imagens, vídeos, notícias e eventos culturais abordando a temática afro, que o Correio Nagô pretende combater uma das piores formas de marginalização do nosso tempo: a falta de acesso à informação. Informar e divertir, socializar e interagir, esses também são outros verbos que propomos aos nossos leitores, parceiros e colaboradores.

 

ATENÇÃO:

As opiniões dos membros da rede Correio Nagô nos fóruns, blogs, comentários, vídeos, fotos ou demais postagens, não são as mesmas opiniões da administração da rede, nem do Instituto Mídia Étnica. Caso você veja algum conteúdo ofensivo, de calúnia, difamação, racista, machista, sexisita, de baixo calão, de incitação à violência e que viole os direitos autorais, por favor, comunique-nos pelo e-mail: redecorreionago@gmail.com

Leia aqui os termos de uso do site Correio Nagô Termos e Condições de Uso.pdf


Mais informações:
Orkut | Twitter



O Correio Nagô é mais um projeto do Instituto Mídia Étnica - www.correionago.com.br



E-mail: redecorreionago@gmail.com 

Telefone: 55 71 3011 0980

Assista aqui um vídeo sobre o Mídia Étnica http://www.youtube.com/user/MidiaEtnicaVideos/playlistshttp://www.youtube.com/watch?v=gBkMlIzAfIo

Entre no grupo "Mídia Étnica" aqui no Correio Nagô http://correionago.ning.com/group/institutomdiaetnica

  

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Valdo Lumumba em 29 abril 2010 às 13:03
ATENÇÃO, acabo de receber a seguinte informação :

O traficante Leandro de Carvalho Maciel, de 25 anos, foi preso No bairro de Fazenda Coutos na tarde desta terça-feira (27), acusado da morte do Ogã do Terreiro Ilê Axé Jilewa, Claudionor Fagundes da Cruz. De acordo com o delegado titular da 5ª delegacia, em Periperi, Deraldo Damasceno, ele faz parte da quadrilha do traficante conhecido como "Dando" que comanda o tráfico na área e teria encomendado a morte do Ogã e amaeaçado as cerca de 40 pessoas que deixaram o bairro por medo das ameaças do traficante.
--
Atenciosamente;
Cristiele França
--
atenciosamente
Walter Rui
Comentário de Valdo Lumumba em 29 abril 2010 às 12:23
.
Amigas e amigos, leiam na minha pagina neste blog, um texto que elaborei sobre a "Intolerância Religiosa"; sua opinião é muito importante.
Comentário de Josiane Climaco em 28 abril 2010 às 16:41
COPA DO MUNDO: OS JOGOS EXCLUDENTES
Com a chegada da Copa do Mundo em Junho na África do Sul , a Mídia , a FIFA e os Governantes, apontam benefícios á população . Que este evento renderá mais empregos, divisão de renda, melhoria de estradas, turismo. Porém não precisamos de muita astúcia para refletir a desigualdade velada. A FIFA armou uma forte represália á pequenas empresas e ambulantes neste País.Os mesmos não terão acesso aos grandes centros para venda de sua mercadoria , Empresa aérea da África do Sul , teve que mudar seu marketing para não ferir os contratos da FIFA.
Pergunto: quem terá acesso aos jogos? Quem na verdade lucra com esses investimentos?
Milhões, bilhões são investidos de dinheiro público pelos países que sediam o Mundial. A população com ilusão da universalização chamada FUTEBOL, “a Preferência Nacional ou diria Preferência mundial”. Vibra, grita, luta, invadi, enfarta pelos seus ídolos, seleções...Que energia, olha o drible... o chapéu ...é golllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllll. Poucos se beneficiam, muitos pagam a conta .
O monopólio das transmissões, a venda de ingressos vinculadas as empresas de turismo, preços exorbitantes. Assim vão desnudando os contrastes do país do Mundial. Onde o emprego público impera a formalidade e a grande população de Africanos na informalidade. Como participarão? Apenas como meros expectadores em sua maioria fora dos estádios grandiosos, orgulhosos de tais estruturas? As Políticas Públicas de Esporte e Lazer , são realmente “Públicas “?
Entendo as honras de sediar este Campeonato, mais 7.968 bilhões de reais para ser o primeiro país do continente africano a realizar. São tantas exigências da tal FIFA.
E o Brasil para 2014? A previsão é gastar 120% a mais, neste momento...Até lá devemos aumentar o percentual . Esta abundância de gastos generalizados , poderiam melhorar o nosso ranking em Saúde Pública, Ensino Público, Políticas de Esporte e Lazer, Moradia, Segurança ...hummmmmmmmmmmm
“VAMOS PARA FRENTE BRASIL, DEPOIS DA COPA VEM A REALIDADE”
Por :
Josiane Climaco – Especialista em Planejamento educacional / Metodologia em Educação Física e Esporte
Comentário de Tâmara Azevedo em 28 abril 2010 às 12:55
Olá a tod@s,

Convocamos toda juventude negra para a Plenária de Juventude da pré-campanha de João Jorge ao sendo pelo PV Bahia. Vc é peça fundamental.

Onde: Casa do Olodum - Pelourinho
Quando: quinta-feira as 18 horas.
Comentário de Jane Vasconcellos em 28 abril 2010 às 8:33
Queria divulgar um evento,que será realizado, em uma instituição não Governamental, que trabalha prioritariamente com crianças adolescentes e jovens de comunidades perifericas em Salvador, de modo especial a comunidade de Mata Escura e Calabetão, A ACOPAMEC que está comemorando em 2010, vinte anos de atividades, e inicia o seu calendário de comemorações com um evento onde irá certificar 150 empresas parceiras e responsáveis pela inserção anual de aproximadamente 300 jovens e adolescentes no mercado de trabalho formal de forma qualificada e monitorada, transformando assim a vida de inúmeras fámilias de afros descendentes da comunidade. O evento acontecerá na quinta feira , dia 29 de abril, às 9:00 com a presença de varios atores envolvidos na questão no meio politíco, eclesiástico e artistico de nossa cidade. Quero desejar parabéns pelo esforço e pela obra social realizada.
Comentário de NIVALDO PAULINO em 27 abril 2010 às 19:03
Já estava passando da hora de construirmos uma ponte entre as ilhas de silencio existente entre nós.
parabéns.
axé baba.
Comentário de Junior Souza em 20 abril 2010 às 22:20
Lutar por uma maior quantidade de negros, concordo até mesmo por causa da discrimação que sofremos até hoje, mas devemos saber quem iremos confiar, sendo que nesse mundo está difícil,
então Negros honestos, humildes, e guerreiros esses sim, são adotados como pessoas ideais para uma boa recuperação ou melhor dizendo, para um imediato resgate dos direitos igualitários, humanos e sociais, da nossa origem!
Comentário de M aria Barbosa dos Santos Macedo em 18 abril 2010 às 0:34
Acho válido se lutar por uma maior quantidade de negros no poder.Só que tem que ser negros comprometidos com o resgate de nossos direitos.
Comentário de Denilson José Santana em 17 abril 2010 às 21:56
Comentário de Rôserval Du Carmu em 16 abril 2010 às 18:04
E defendo plenamente um Senador Negro, o meu receio é o mesmo do Antonio Hugo... "COOPTAÇÃO" que praxe em nosso estado, eu nunca vi esquecimento tão rápido das bases de apoio como acontecem com os políticos aqui na Bahia. Para colocarmos no poder, só precisamos dos votos dos quase 80% de negros e afins deste Estado, estou disponível vamos à luta.
Comentário de ANTONIO HUGO em 5 abril 2010 às 15:05
Parabéns Tâmara azevedo, pelo comentário feito no texto enviado por Rebeca Tárique "EM DEFESA DA CANDIDATURA DE JOÃO JORGE AO SENADO", mas não podemos deixar de acrescentar que teremos um papel importante nessas representações, que por muitas vezes se deixam ser cooptados pelas forças políticas existente, principalmente em nosso estado, e se esquecem totalmente das bases de apoio, ou ficam "com vergonha" de expor o que verdadeiramente lhe impede de cumprir o que prometeu . Para mim, o primeiro passo a ser dado é colocá-los no poder. Já causará um bom impacto na comunidade negra e nas classes dominantes e opressoras reflexão e/ou ação.
Comentário de Tâmara Azevedo em 5 abril 2010 às 14:28
01/04/2010 - 20:00
EM DEFESA DA CANDIDATURA JOÃO JORGE AO SENADO, POR REBECA TÁRIQUE

enviar para um amigo imprimir tamanho da letra



Foto: BLIG IG

O maior desafio que o negro é enfrenta hoje é acreditar no próprio negro
Diante dos fatos postos e da memória coletiva negra temos que afirmar o
quanto o racismo institucional impedem a população negra deste país, chegar
ao poder. As demandas étnicas raciais brasileiras são tratadas como minoria
dentro das agendas políticas institucionais, partidárias e governamentais
vista a forma arbitrária com que são tratados/as os/as nossos/as
respectivos/as representantes negros/as.

A derrota de Benedita da Silva nas prévias da candidatura ao Senado do Rio
de Janeiro nos faz pensar que muitos e muitas candidatos/as negros/as também
são impedidos pelos próprios partidos ao qual são filiados, de disputarem
por cargos políticos majoritários. Este fato nos faz entender a lógica
racista que nos redireciona a papéis de subalternidades políticas, sendo
bases sustentadoras de governos que negam a realidade racista ao qual a
maioria da população deste país vive.

É simplesmente reafirmar que as estruturas de poder do Brasil não estão para
a população negra vista a época colonial, resgatar a história de formação
política deste país é simplesmente evidenciar o contexto de exclusão ao qual
a população negra estar, é ter a percepção real de que o projeto de estado
brasileiro não contempla a realidade negra, que ainda se encontra a margem
do poder político numa falsa idéia de ocupação de espaços, mais que o máximo
alcançado são os status de sub-representações. Imaginemos que falar de
liberdade é moda mais pensar em ações afirmativas que garantam a vigor dos
direitos civis igualitários para todo e qualquer cidadão isto não, pois a
constituição pode constar mais a pratica não deve funcionar por que se
todos/as tem direito o poder é divido e quem está disposto a abrir não
disto?

Temos uma guerra declarada em que a maior vitima é a população negra,
vivemos num país em que um dos seus maiores projetos é a dizimação da
população negra, em que ser matar jovens negros é 'comum e natural", em que
negar os direitos básicos como: saúde, emprego, saneamento básico é o normal
A correlação de força existe e quem não pode perder é a maioria, pensemos
nisso! E como disse um dos maiores geógrafos do mundo Milton Santos em sua
posição de disputa política: Não vote em branco! Pelo menos não nos idéias
brancos que massacra a cultura negra. E reiterando com palavras do nosso
querido Abdias Nascimento em entrevista para Mauricio Pestana em 2009: "O
maior desafio que o negro enfrenta hoje é acreditar no próprio negro. Quando
é político, não acreditamos, preferimos votar no outro, quando é um médico,
logo olhamos com certo descrédito, se é um jornalista, a mesma coisa. É
preciso que acreditemos em nós, no potencial dos nossos irmãos para mudarmos
definitivamente esse estado de coisas".

Portanto o que necessitamos de fato é de governantes negros/as. Por isso eu
quero um deputado ou uma deputada negra. Eu quero um senador ou uma senadora
negra, que tenha á real dimensão do que é ser negro/a no Brasil e que atue
com propriedade na política brasileira que venha atender de forma justa sob
ótica da lei toda a população brasileira reparando todos os danos morais e
cívicos a população que foi a grande construtora e formadora deste país
chamado Brasil.

Chamo a Bahia á refletir sobre o ocorrido no Rio de Janeiro. Independente
de partido, frente ou corrente política á qual fazemos parte, independente
de linha ou posição ideológica que temos é preciso formar uma unidade
política sobre os pré-candidatos negros/as deste estado, portanto assegurar
o nome de João Jorge para Senador Negro da Bahia que é o Estado com maior
população negra do Brasil é se colocar na disputa por igualdade e justiça no
Senado federal é ter, sobretudo uma representação legitima d
Comentário de lianne lopes de sousa em 2 abril 2010 às 17:43
muito bom é isso que precisamso ação..
Comentário de ANTONIO HUGO em 31 março 2010 às 17:14
Como sempre comento com quase todos que cruzam as minha palavras: É preciso apenas um encontro, um tombo, um olhar, um contato... para se dar início a uma nova perspectiva de vida e de transformações, para melhor, em nossas vidas e dos que nos rodeiam. Não lembro quem me direcionou para o CORREIO NAGÔ, mais sei e sou muito grato as minhas origens,Parabéns para nós.
Comentário de M aria Barbosa dos Santos Macedo em 26 março 2010 às 0:17
Parabéns ao correio nago
Comentário de IaiáQueenFlower° em 25 março 2010 às 12:34
Esse É UM ATO REVOLUCIONÁRIO, um ponto de encontro étnico-cultural. Correio nagô é ODARA!
Comentário de Murilo A. Santana em 25 março 2010 às 10:51
Olá a todos, Venho aqui com o prazer de declarar meu apoio à candidatura À assembleia de Tâmara, pois gosto dela desde que fomos colegas no Antonio Vieira. Desde lá faziamos politica com veemência, firmeza , ética e dedicação asprincipais causas dos excluidos sociais.
Vcs vão vibrar quando estiver no grupo do comitê , pois vão se juntar a nós +2 são:
Leo Mendes, advogado
Marcos Alessandro, Cientista e prof. universitario.
Comentário de Luciana Ribeiro em 23 março 2010 às 23:58
Bastante interessante esse projeto do correio nagô em trazer para nós informações de tudo que vem sendo desenvolvido pelas comunidades e grupos militantes do movimento negro. Essa proposta de trabalho só nos enche de alegria e nos faz perceber a grandiosidade do papel social que esse movimento tem. parabéns a todos pela iniciativa!!
Comentário de marcos pedro brito nascimento em 12 março 2010 às 13:03
GOSTEI MUITO EXCELENTE IDEIA PARABENS UHUUUUUUUUUUUUU
Comentário de MAICON BRASILEIRO em 26 fevereiro 2010 às 14:58
É SUCESSO!!!!!!!!!!
pARABÉNS AOS IDEALIZADORES

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2023   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço