Adelson Silva de Brito
  • Masculino
  • Salvador, BA
  • Brasil
Compartilhar no Facebook Compartilhar

Amigos de Adelson Silva de Brito

  • Cláudio Fonseca de Oliveira
  • Ana Mary Franco Freitas
  • Luis de la Orden Morais
  • Gibson Renascimento
  • Antonio Nicomedes Eugênio Moura
  • Flavio M Oliveira
  • Rui aguilar de Souza
  • kamile miranda lacerda
  • Orenil Machado
  • Vanderson
  • Victor Baleixe
  • Antonia Conceição Abbamonte
  • Eduardo Paludo.'.
  • APOSTILAS DOS ORIXAS NO CULTO
  • edna santos vieira
 

Página de Adelson Silva de Brito

Dr. Yosef ben-Jochannan e a contribuição Africana para a Ciência e a Tecnologia

Yosef A.A (Antonio Alfredo) ben-Jochannan é um historiador de Nacionalidade Estadunidense, nascido a 31 de Dezembro de 1918 na cidade de Gondar, Etiópia. Dr. Ben é um conhecido e respeitado estudioso e pesquisador da herança que nos foi deixada pela África Antiga e de como os Europeus se apropriaram dessa cultura e legado. De acordo com seus próprios esboços biográficos, Dr. Ben nasceu filho único de uma mãe negra judia porto-riquenho de nome Julia Matta e pai judeu-negro etíope chamado Ben-Kriston Jochannan. Pouco tempo após seu nascimento, a família de Ben-Jochannan mudou-se para St. Croix, Ilhas Virgens. O jovem Dr. Ben gostava jogar cricket, e trabalhar no engenho de seu tio. Dr. Ben era casado com Gertrude M. Inglaterra (falecida nesse ano de 2010). Ele é o pai de 18 filhos. Dr. Ben foi educado em Porto Rico, Cuba e Espanha, ganhando títulos em engenharia e antropologia. Em 1938, o Dr. Ben obteve a licenciatura em Engenharia Civil na Universidade de Porto Rico e em 1939 um mestrado em arquitetura Engenharia da Universidade de Havana, Cuba. Ele recebeu doutorado em Antropologia Cultural e História moura da Universidade de Havana e Universidade de Barcelona, Espanha
Dr. Ben emigrou para os Estados Unidos no início dos anos 1940. Ele trabalhou como desenhista e continuou seus estudos. Em 1945, foi nomeado presidente do Comitê Africano de Estudos da recém-fundada UNESCO, uma posição da qual ele desceu em 1970. Dr. Ben começou a lecionar em 1950, Malcolm King College, em seguida, no City College em Nova York. De 1976 a 1987, foi professor adjunto na Universidade de Cornell. Dr. Ben é o autor de 49 livros, principalmente nas antigas civilizações do vale do Nilo e seu impacto sobre as culturas ocidentais. Um dos mais famosos é “O Homem Negro do Nilo e sua família”. O Dr. Ben é Fluente em Inglês, Espanhol, Português, Italiano e Árabe. Ele tem um conhecimento de leitura de grego antigo e de hieróglifos antigos e egípcios. Em seus escritos, nomeadamente, em “Nós, os judeus negros”, ele argumenta que os judeus originais eram africanos negros da Etiópia, enquanto os judeus brancos mais tarde adotaram a fé judaica e seus costumes. Dr. Ben vive atualmente no Harlem de Nova York, onde, a partir de 1946, anteriormente funcionou uma empresa de organização de viagens para o Egito para quem viaja para ver os monumentos antigos da África
Segue abaixo, um resumo da palestra proferida perante membros da Unidade de Minorias Étnicas do Conselho da Grande Londres, em Londres, Inglaterra, durante um congresso acontecido entre 6 e 8 de março de 1986, dirigida principalmente para a comunidade Africana em Londres, constituída por pessoas Africanas do Caribe e da África.

“–Primeiro vou manifestar o meu apreço por ter-me aqui, e peço que vocês sigam meticulosamente os meus comentários. Como todos sabem, eu sou conhecido por ser “polêmico” e que é um eufemismo. Não sou considerado “polêmico” porque algo está errado com a minha documentação, mas porque eu desafio a hegemonia ocidental.
A África, como está no rótulo da minha palestra, não pode ser concebida em termos de Adão e Eva, porque muito antes de terem um Adão e Eva havia uma África e povo Africano, com conceitos que existiam antes mesmo de Abraão. Todas as pirâmides de África, não apenas aquelas ainda hoje existentes no Egito, mas as do Sudão e os dua s no norte da Etiópia (que os britânicos e da Conferência de Berlim removeram e colocaram no sul do Sudão) foram construídas milhares de anos antes de haver um Adão e uma Eva, mencionados em qualquer lugar do planeta.
Se você começarmos com o nascimento de Abraão, verificaremos que, há esse tempo, os africanos ao longo do Rio Nilo já estavam em seu décimo terceiro período dinástico, não havia Adão e Eva. Foram os hebreus que lhes deram o conceito de Adão e Eva. A maioria de vocês acredita que esse conceito está baseado em fatos, quando, na verdade, está baseado em teocracia.
Para falar da África, se faz necessário rever seu conceito da Virgem Maria e entender que não é nem mais nem menos que uma cópia de Ísis, e seu marido, o Deus Osíris. Você também terá de ir ao Vale do Nilo, aos templos lá e ver que se trata de obras que testemunham épocas passadas milhares de anos antes de qualquer Abadia de Westminster, e, claro, do Vaticano, em Roma. Vocês podem seguir por todo o vale do Nilo e por outros lugares para conferir a veracidade do que digo. Eu uso o Vale do Nilo, em particular, na medida em que os registros mais antigos do homem ainda estão lá, em termos de monumentos. Naturalmente, há um grande lote de artigos roubado da África aqui em Londres, em Berlim assim como em outros lugares.
Seus antepassados deram ao mundo o calendário em 10.000 AC (Antes de Crist Era), ou seja, 8000 anos antes de Adão e Eva. Seus antepassados criaram sistemas de datação com base no conhecimento e sua compreensão dos cálculos astronômicos. É a ciência da astronomia que lhe dá a habilidade de ler calendários. Assim, há 10.000 A.C. o primeiro calendário já estava em uso na África. O prazo é auto-explicativo, o calendário solar que mostram a relação entre a lua e o sol, etc., que nos dá a base do atual calendário, com 364 dias corrigidos a cada ano, ao invés de 365 dias corrigidas a cada quatro anos. E vou dizer outra vez que não havia uma única sociedade européia em existência na época. O primeiro escritor europeu, Homero, não tinha nascido ainda. E quando Homero nasceu e, finalmente, tornou-se alfabetizado graças aos ensinamentos que os africanos lhe deram. Ele também começou a corroborar a prova de que os seus antepassados (honrosa platéia) de que até os deuses da Europa, a Grécia, em particular, que era então chamado Pirro, vieram da Etiópia.
Tenho certeza que aqueles que foram para a faculdade, se não aqui na Inglaterra em outro lugar, sabem ao que estou me referindo: As duas obras de Homero, a Ilíada e a Odisséia, vindas da Europa e da Inglaterra para a civilização. O Africano ao qual precisamos nos referir é o Africano que levou as pessoas a entender a ciência, medicina, direito, engenharia, etc. É comum nas universidades ocidentais para associar a ciência, e a arte da medicina a um grego chamado Hipócrates. Nós não temos Hipócrates até cerca de 330 A.C. Então, não precisamos de qualquer outro registro além desse para constatar: O que está sendo ensinado nas universidades ocidentais são mentiras.
Alguém tem de perceber que o próprio Hipócrates, no que é chamado o Juramento de Hipócrates, escreveu que ele tinha um deus chamado Esculápio, o nome grego para o Deus Imotep. Imotep havia morrido 2500 anos antes do nascimento de Hipócrates. Imotep é o primeiro conhecido multigênio à parte do que vocês atribuem a Michelangelo. Nós não temos Michelangelo até 1609 e ele não é conhecido até que realizar o trabalho do Papa Júlio II, que encomendou a Michelangelo a pintura do teto da Capela Sistina. Michelangelo usou seu primo e outros parentes como modelos para alguns dos personagens bíblicos que ele pintou. A base da engenharia foi criada por Imotep. Ele criou a primeira estrutura de pedra, usada em uma construção e que permanece ainda hoje em um lugar chamado Sakkara, a cerca de menos de uma hora ao noroeste do que hoje é chamado Cairo. Lá avocê vai ver a Grande Loja de Djoser em Sakkara. Essa moderna estrutura foi construída na Terceira Dinastia, uma vez que o faraó Djoser foi terço da Terceira Dinastia. Imotep foi o homem que nos deu o sofisma “comer, beber e ser feliz para amanhã morreremos".
A primeira universidade do mundo ocidental foi a Universidade de Jenne em Timbuktu. Mas à medida que continuamos, percebemos nas universidades daqui o uso de papel para escrever. Se não fosse o papel os meios de comunicação não seriam o que hoje o são. Mas, no Egito, Sudão e outros lugares, e eu vou lembrar que o Egito ainda está na África, os africanos chegaram a tal grau de avanço tecnológico, que a sua engenharia que desviaram o rio Nilo, constituindo um novo leito em forma de “s” para cortar o fluxo durante o período das cheias, isso há 2.200 A.C., quer dizer, pelo menos 1.400 anos antes do primeiro europeu escrever alguma coisa.
África, Mãe África, como prefiro chamá-la, entendendo-se que os gregos a chamaram “África” em cerca de 500-400 A.C. Eu estou falando sobre o momento em que os primeiros gregos que tinham ido para Pyrrus, que vieram para o Egito através da Leba (agora chamado Líbia) e estabeleceram suas pequenas vilas em um enclave isolado. A África era chamada África muito antes que o continente ser dividido pelos colonialistas. Estou falando de 11,3 ou 11,5 milhões de quilômetros quadrados de terra, onde surgiu o primeiro conceito de um deus e uma deusa. Nut é mostrada como a mãe do céu. Simbolicamente, o Deus Geb, o deus da terra, vivia em uma pequena capela no centro de Hator. A mitologia concebia uma mulher Africana parindo o sol pela manhã, que surgia saído através de sua vagina e recebendo o sol de volta à noite pela sua boca. Isso mostra a rotação do globo terrestre o muito antes de ser concebido um mundo com um começo e um fim. Esses africanos ao longo do Nilo foram aqueles que construíram tudo isso e muito mais. Eles nos deram um deus Osíris, adorado em locais aonde as pessoas iam em peregrinação anual muito antes de existir um muro de lamentações na Palestina ou um mito de um Jesus nascido em Belém, mito esse criado pela Conferência de Bispos de Nicéia, os quais (Bispos) sob as ordenados de Constantino e retiraram o local de nascimento de Jesus de uma caverna na Etiópia para uma manjedoura em Belém...”
Em 2002 o Dr. Ben doou sua biblioteca particular composta de 30.000 volumes a organização religiosa Nação do Islam. Em maio de 2004, seu filho Nnandi Ben-Jochannan foi assassinado a tiros no Harlem.

Fotos de Adelson Silva de Brito

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Vídeos de Adelson Silva de Brito

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

Blog de Adelson Silva de Brito

Nasce “Lissa Abuké”, um velho Vodun Nagô, no Kwe Vodun Zo

Em primeiro lugar, peço a benção a todos os mais velhos e também aos mais novos. Coloco aqui o meu mais profundo respeito a todos os adeptos iniciados ou não, sem a criatividade dos quais, os cânticos e as práticas rituais Iorubá-Nagô-Jeje-Vodun não nos alcançariam nos nossos dias atuais.

A benção…

Continuar

Postado em 2 setembro 2016 às 23:39

“Labutenta”, a alegria do bom amadurecimento sob o signo de Legbá

 

Espalhando o tapete da maturidade por sobre tudo.…

Continuar

Postado em 25 agosto 2016 às 15:17

Teddy Riner, o medalhista de ouro das Olimpíadas do Rio 2016

Teddy Riner, nascido a 7 de abril de 1989 na comuna de Abymes, Guadalupe (um departamento ultramarino francês no Caribe), é um judoca francês da categoria de mais de 100 kg (peso pesado), detentor de um recorde de oito vezes campeão mundial, campeão olímpico em Londres 2012 e Rio de…

Continuar

Postado em 18 agosto 2016 às 10:30

Ìjoba Olóri-Ogun àkọ́kọ́ Aguiyi-Ironsi ou o Governo do General Aguiyi-Ironsi

Nós afrodescendentes temos o compromisso com a luta pela quebra de (mais) um preconceito criado pelo racismo eurocêntrico: "o negro não tem literatura fora do eixo anglo-francês. Por isso a partir dessa semana, pretendo trazer textos escritos em Iorubá para dar testemunho da capacidade…

Continuar

Postado em 12 agosto 2016 às 15:31

Caixa de Recados (16 comentários)

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Às 1:18 em 12 janeiro 2015, Daniel Noah disse...

Olá meu caro Feliz Ano Novo para você,
como você está fazendo hoje espero que tudo esteja bem, eu
sou Maria pelo nome, e eu quero que sejamos amigos, mas eu não? t sabe como você vai se sentir sobre isso, eu espero que você não se importaria apesar nós não sabemos uns dos outros antes? Por favor, eu gosto de você para responder a minha caixa de correio para que eu lhe darei todos os detalhes sobre o meu eu espero ouvir de você em breve o seu
Mary.
(maryjas.apia2014@hotmail.com)

Às 12:38 em 22 junho 2013, Instituto Mídia Étnica disse...

Prezado Adelson, por algum bug no sistema a matéria não está aparecendo na página principal, mas não é por nenhuma opção dos editores. Por favor, nos envie novamente o artigo para publicarmos.

Às 11:28 em 8 maio 2013, mary disse...

(maryjafar188@yahoo.com).

Meu nome é Miss Mary, eu vi o seu perfil hoje em correionago.ning.com e tornar-se interessado em entrar em contato com você, por favor, eu quero que você entrar em contato comigo sobre este meu endereço de email (maryjafar188@yahoo.com) para que eu possa dizer sobre mim e enviar as minhas fotos para você, por favor estou esperando por seu e-mail sobre este meu id (maryjafar188@yahoo.com).
seu mary

Às 19:56 em 22 março 2013, Orenil Machado disse...
Gratis! Gratis! Gratis!

Venha participar de STUDENT CARD BRASIL!

VOCÊ É CONVIDADO DE (ORENIL MACHADO)

Indique 10 amigos para participar dessa Rede Social e já pode solicitar seu cartão de crédito internacional com 600,00 de bonus.
Basta seguir as regras.

OBS: QUEM ACEITAR MEU CONVITE, ENVIE UM E-MAIL PARAoportunicardestudantil@gmail.com

DISENDO QUE FOI CONVIDADO POR MIM.

GRATO.

Video: http://www.youtube.com/watch?v=FV6DRSxK7bE

LEIAM COM MUITO CUIDADE PARA ENTENDER MELHOR O ARQUIVO ABAIXO:

CLIQUE AQUI: OBJETO DE CRESCIMENTO PROFISSIONAL.doc

ATENÇÃO PASTORES, BISPOS e/ou APÓSTOLOS

Instale a maquininha TEF ou POS de ler cartões da nossa empresa, e; conceda cartões de crédito STUDENT CARD BRASIL aos seus membros e funcionários. Concedemo um crédito mínimo para eles ofertarem ou gastarem apenas em sua igreja, MESMO QUE TENHAM NOME RESTRITO.

Skype: orenil75

Tim (21) 83326866

Cadastre-se: http://paixaodoestudante.ning.com

 

Às 14:33 em 22 janeiro 2013, Luis de la Orden Morais disse...

Oi Adelson, como está? Como te prometi comecei a fazer algo, Mestre:

http://www.youtube.com/watch?v=fArMMHgqA_o

Conto com suas sugestões e críticas.

Luis de la Orden

Às 22:54 em 17 outubro 2012, Ana Mary Franco Freitas disse...

Amigo.Embora todos os homens sejam feitos do mesmo metal,nâo sâo todos fundidos no mesmo molde. E voce faz parte deste molde diferenciado. Apezar de atrasado Parabéns. Que a luz possa te acompanhar mesmos nos momentos obscuros.. Felicidade. Ana Mary

Às 17:52 em 30 agosto 2011, edna santos vieira disse...
Feliz Aniversário e Sucesso Sempre
Às 10:31 em 27 janeiro 2011, José Cezário Miguel Aschar disse...

Só pela sua atenção já me sinto gratificado.

Oxalá acompanhe Você!

Em 10:26am on janeiro 27, 2011, José Cezário Miguel Aschar deu para Adelson Silva de Brito um presente...
Presente
"O segredo não é correr atrás das borboletas...é cuidar do jardim para que elas venham até você. (Mário Quintana)
Em 10:00pm on janeiro 24, 2011, edison leandro da silva deu para Adelson Silva de Brito um presente...
Presente
grande amigo brito san. salve todo povo das nossas origens de geraldo nascimento a alexandre peão de ouro.
 
 
 

© 2017   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço