Claudia Alexandre
  • Feminino
  • São Paulo, SP
  • Brasil
Compartilhar no Facebook Compartilhar

Amigos de Claudia Alexandre

  • edna santos vieira
  • arlindagomes
  • Ricardo dos santos
  • Big Richard
  • Instituto Mídia Étnica
  • Africas.com.br
  • LUIS CARLOS DE OLIVEIRA
  • FABIO HENRIQUE
  • Maria Joana Dourado Guerra
  • Taiana Laiz Silva de Jesus

Presentes recebidos

Presente

Claudia Alexandre ainda não recebeu nenhum presente

Dar um presente

 

Página de Claudia Alexandre

Museu Afro Brasil lançará o livro "Textos de Negros e Sobre Negros" dia 25 de janeiro, às 13 horas

Museu Afro Brasil inaugura duas exposições e comemora os 457 anos de São Paulo com programação especial

 

Serão lançados os livros “Eu Tenho um Sonho. De King a Obama - A Saga Negra do Norte” e “Textos de Negros e Sobre Negros” em parceria com a Imprensa Oficial do Estado

 

Data: 25 de janeiro

Hora: das 13 às 17 horas

Grátis

Em comemoração aos 457 anos da cidade de São Paulo o  Museu Afro Brasil, instituição da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo promoverá   dia 25 de janeiro, das 13 horas às 17 horas,  uma programação especial com  a abertura das exposições  “A Natureza Viva de Frans Krajcberg”  e “As Bandeiras do Vodu e os Primeiros Momentos do Terremoto”; o lançamento dos livros de arte  “Eu Tenho Um Sonho – De King a Obama – A Saga Negra do Norte” e “Textos de Negros e Sobre Negros”, organizados pelo artista plástico Emanoel Araujo  e coedição com a Imprensa Oficial do Estado de São Paulo; além do lançamento da nova edição da Revista Afro B - 03, publicação trimestral Museu Afro Brasil/Pontão de Cultura.

As exposições

Ø  A Natureza Viva de Frans Krajcberg – de 25 de janeiro a 27 de fevereiro. Uma seleção de fotos que revelam a grande paixão do artista, que é também um assumido defensor da natureza. Da visão deste amante solitário surgem imagens de beleza sedutora. As folhas, as flores, as matas e as florestas. Para esta mostra, o curador Emanoel Araujo selecionou 16 imagens que fazem parte do Calendário 2011 da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo.  Frans Krajcberg é escultor, gravador e fotógrafo polonês, naturalizado brasileiro e radicado desde 1972, no Sul da Bahia , onde vive e trabalha entre milhares de espécies nativas que ele mesmo plantou em seu sítio. “ Ele é um descobridor da beleza e do poder de fazer surgir, no meio das mais profundas florestas carregadas do silêncio e da intocabilidade, a sua voz de defensor eterno e apaixonado. Ele é um cultivador dos seres vivos, que acolhidos pelo seu olhar, se abrem para o Sol e se mostram em seu esplendor...”, disse Emanoel Araújo.

 Ø  As Bandeiras do Vodu e os Primeiros Momentos do Terremoto”- De 25 de janeiro a 27 de fevereiro -  A exposição apresenta objetos sagrados haitianos ao lado do trabalho fotográfico dos brasileiros Anderson Schneider e Caio Guatelli,  jornalistas que foram à capital Porto Príncipe para a cobertura da catástrofe que assoulou o país em janeiro de 2010. A mostra comemora o lançamento do catálogo “O Haiti Está Vivo Ainda Lá”, da exposição apresentada no ano passado com 350 peças – entre bandeiras, garrafas e recortes sagrados.  A publicação,  lançada em parceria com a Imprensa Oficial do Estado de São Paulo,  apresenta o colorido da arte religiosa e dos símbolos sagrados do Vodu, com bandeiras bordadas, garrafas estampadas, bonecas rituais, recortes de chapas de metal e de borracha.

 Nesta mostra objetos e imagens colocam lado a lado o sagrado e  a resistência do povo haitiano marcado por traumas e infortúnios. A arte religosa é representada por cerca de 70 objetos sagrados presentes nos rituais de Vodu.  Já as imagens refletem o caos, a dor e a resistência de um povo diante da destruição de sua terra natal. São 70 fotos de Anderson Schneider e Caio Guatelli que mostram as ruas de Porto Príncipe tomadas por escombros, sobreviventes, cadáveres, equipes de socorro e  militares.  “Espessas colunas de fumaça erguem-se de todos os cantos da cidade como legiões de valquírias negras, levando aos céus as feridas da terra – feridas que deixaram com ainda menos os que já quase nada tinham”, narrou Anderson.  As fotos de Caio traduzem momentos de angústia vividos no cumprimento do dever de repórter. “O cenário da cidade destruída pelo terremoto fica ainda mais caótico, quando barulhos de tiros soam no meio da correria. O cheiro de cadáveres agora se mistura ao de pólvora, e a tragédia parece só aumentar...”, disse.

Lançamentos de livros

Ø  Textos de Negros e Sobre Negros – Org. Emanoel Araujo (Coedição Museu Afro Brasil e Imprensa Oficial do Estado de SP). O livro é um mergulho na vida, na cultura e na construção da complexa identidade do negro brasileiro.  São mais de 30 textos formando uma super coletânea, onde negros (famosos ou não) refletem sobre personalidades negras que tiveram um olhar sensível, mesmo na adversidade de momentos poucos favoráveis, mas cheios de paixão para entender, compreender e interpretar o outro. As páginas misturam escritos de personagens célebres com Luís Gama, Teodoro Sampaio, Machado de Assis,  Cruz e Souza, Auta de Souza e Noel Rosa com contemporâneos como    Mello Moraes Filho, Roger Bastide e Oswaldo de Camargo.

Entre os textos estão  “O Príncipe Obá II”, de Mello Moraes Filho; “O Africano Colonizador”, de Manuel Raimundo Querino; “Aspectos da influência africana no Brasil”, de Gilberto Freire; “Uma festa de Xangô no Opó Afonjá”, Vivaldo Costa e Lima; “A importância nacional do negro”, Édison Carneiro; “O emparedado”, Cruz e Souza; “Sabina”, Machado de Assis; “Retrato de um primo”, Emiliano Di Cavalcanti; “Mulato Bamba”, Noel Rosa;  “Mais cedo ou mais tarde”, Geraldo Pereira; “Poemas Negros”, Jorge de Lima; “Ao pé do túmulo”, Auta Souza; “Negra”, Golçalves Crespo; “O estranho”, Oswaldo de Camargo; e “Ética enviesada desvia enfrentamento do problema negro”, Milton Santos, entre outros.

“Este livro não traz somente textos sentimentais de negros sobre negros, mas,  nas linhas e nas entrelinhas, o grande legado construído na adversidade (...) Nestas páginas estão escritas as lutas vividas por cada cidadão afro-brasileiro, que alimentou a sede de liberdade”, escreveu Emanoel Araujo.

Ø  Eu Tenho Um Sonho. De King a Obama – A Saga Negra do Norte” – Org. Emanoel Araujo (Coedição Museu Afro Brasil/Imprensa Oficial do Estado de São Paulo). A obra é baseada na exposição de mesmo nome, inaugurada em 20 de novembro de 2009. Imagens, textos e obras foram selecionadas para celebrar, em um pouco mais de um século após a Abolição dos Escravos,  a grande conquista do afro-americano: ter um negro na presidência dos Estados Unidos. É uma recuperação histórica que sublinha momentos importantes desde a escravidão, passando pela abolição, Guerra da Secessão e culminando com a luta pelos direitos civis, marcada pelo grande líder Martin Luther King e finalmente a  eleição de Barack Obama. O livro  destaca as obras inéditas de nove artistas brasileiros: Antonio Hélio Cabral (obra: KO), Antonio Peticov (obra: Nobel Obama), Alex Ornest (obra: Controlando a Máquina), Baravelli (obra: Ilustração no estilo americano), Claudio Tozzi (obra: Obama), Helena Sardenberg (obra: Keep on walking), Futoshi Yoshizawa (obra: Multidimensão com B. Obama), Ivald Granato (obra: Barack Obama-Emanoel Araujo), Newton Mesquita (obra: Barack Obama), Macaparana (obra: Dia de Obama/Série Cidades) e Siron Franco (obra: Porta Retrato do Menino Barack Obama).

  Sobre o Museu Afro Brasil

 O Museu Afro Brasil – Organização Social de Cultura, vinculado à Secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo, é um espaço de preservação e celebração da cultura, memória e da história do Brasil na perspectiva negro africana, assim como na difusão das artes clássicas e contemporâneas, populares e eruditas, nacionais e internacionais.

Localizado no Parque Ibirapuera, em São Paulo, foi inaugurado em 23 de outubro de 2004 e possui um acervo de mais de cinco mil obras. Parte das obras, cerca de duas mil, foram doadas pelo artista plástico e curador, Emanoel Araujo, idealizador e atual Diretor Curador do Museu. A biblioteca do museu, cujo nome homenageia a escritora, “Carolina Maria de Jesus”, possui cerca de 6.800 publicações com especial destaque em uma coleção de obras raras sobre o tema do Tráfico Atlântico e Abolição da Escravatura no Brasil, América Latina, Caribe e Estados Unidos. A presença negra africana nas artes, na vida cotidiana, na religiosidade, nas instituições sociais são temas presentes na biblioteca.

O museu mantém um sistema de visitação gratuita para todas as exposições e atividades que oferece; um Núcleo de Educação com profissionais que recebem grupos pré-agendados, instituições diversas, além de escolas públicas e particulares. Através do Núcleo de Educação também mantém o programa “Singular Plural: Educação Inclusiva e Acessibilidade”, atendendo exclusivamente pessoas com necessidades especiais e promovendo a interação deste público com as atividades oferecidas.

 

Funcionamento: de terça a domingo, das 10 às 17 horas (permanência até às 18h)

Estacionamento: Portão 3 – Zona Azul

Entrada: Grátis

Classificação: Livre

Para maiores informações: faleconosco@museuafrobrasil.org.br

Para agendar visitas: agendamento@museuafrobrasil.org.br ou

Fone: 55 11 3032-8900 ramal 121

 

Diretor curador: Emanoel Araujo

Diretor executivo: Luiz Henrique Marcon Neves

Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/ nº

Parque Ibirapuera- Portão 10

São Paulo- SP - Brasil

CEP: 040094-050

Fone: 55 11 3320-8900

www.museuafrobrasil.org.br

Blog de Claudia Alexandre

Advogados entram com ação contra mulher que invadiu terreiro de Umbanda em Praia Grande

O inquérito policial foi aberto na Delegacia de Polícia da Praia Grande, e os advogados - Hédio Silva Júnior, Renato Azevedo, Antonio Basílio e Jader Freire - vão tentar que seja enquadrado como crime de ultraje a culto religioso e preconceito religioso…

Continuar

Postado em 12 julho 2017 às 16:22

Ministério do Trabalho reconhece Ogãs, Equedes e Cambonos como Ministros Religiosos*

Por: Hédio Silva Jr*

 

             A Classificação…

Continuar

Postado em 5 junho 2017 às 16:20 — 5 Comentários

Presidente do STF ministra Carmem Lúcia receberá Comissão dos Terreiros Tombados da Bahia nesta quarta-feira, 24

 
http://files.workr.com.br/ViewImage.aspx?image=OtsP2x1ojCiQFGSqgnQ37A==" width="531" class="CToWUd a6T" tabindex="0" />

A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Carmem Lúcia,  receberá em seu gabinete em Brasília, nesta quarta-feira, 24, às 12 horas, sacerdotes e sacerdotisas de Candomblé, que representam os primeiros templos religiosos afro-brasileiros edificados no…

Continuar

Postado em 24 maio 2017 às 11:57

Representantes de Terreiros de Salvador fazem plenária

 

Hoje, no Teatro Dona Canô (Santo Amaro), às 14 horas,  na abertura do Bembé do Mercado, o advogado e ex-secretário da Justiça de São Paulo, Hédio Silva Jr,  falará sobre  “Defesa dos Povos de Terreiro, pela Liberdade de Culto, Preservação do Patrimônio e pelo Racismo Religioso”. Amanhã o encontro é em Salvador, no MAB.

Agência Áfricas de Notícias – por Claudia Alexandre

 …

Continuar

Postado em 10 maio 2017 às 10:46

Caixa de Recados (5 comentários)

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Às 14:16 em 29 janeiro 2014, Gilson Rego disse...
Às 19:48 em 22 março 2013, Orenil Machado disse...
Gratis! Gratis! Gratis!

Venha participar de STUDENT CARD BRASIL!

VOCÊ É CONVIDADO DE (ORENIL MACHADO)

Indique 10 amigos para participar dessa Rede Social e já pode solicitar seu cartão de crédito internacional com 600,00 de bonus.
Basta seguir as regras.

OBS: QUEM ACEITAR MEU CONVITE, ENVIE UM E-MAIL PARAoportunicardestudantil@gmail.com

DISENDO QUE FOI CONVIDADO POR MIM.

GRATO.

Video: http://www.youtube.com/watch?v=FV6DRSxK7bE

LEIAM COM MUITO CUIDADE PARA ENTENDER MELHOR O ARQUIVO ABAIXO:

CLIQUE AQUI: OBJETO DE CRESCIMENTO PROFISSIONAL.doc

ATENÇÃO PASTORES, BISPOS e/ou APÓSTOLOS

Instale a maquininha TEF ou POS de ler cartões da nossa empresa, e; conceda cartões de crédito STUDENT CARD BRASIL aos seus membros e funcionários. Concedemo um crédito mínimo para eles ofertarem ou gastarem apenas em sua igreja, MESMO QUE TENHAM NOME RESTRITO.

Skype: orenil75

Tim (21) 83326866

Cadastre-se: http://paixaodoestudante.ning.com

 

Às 9:35 em 2 dezembro 2011, Reinaldo Bulgarelli disse...

oi Claudia! Que bom te encontrar aqui. Grande espaço este, né? Estou adorando. Como você está? Eu continuo nas consultorias em diversidade. Grande beijo! Reinaldo

Às 14:59 em 16 agosto 2011, edna santos vieira disse...
Feliz Aniversário e Sucess Sempre
Às 12:31 em 4 março 2011, Taiana Laiz Silva de Jesus disse...
"O Núcleo Educacional de Ações Afirmativas - NEAF te convida para integrar e participar do grupo de discussão 'Educação e Diversidade' do Correio Nagô. Esse grupo objetiva suscitar ainda mais debates e ações a respeito da implementação das Leis 11.645/08 e 12.288/10".
 
 
 

© 2017   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço