21 de março: Comunicação como direito humano será tema de debate no Dia Internacional de Combate à Discriminação Racial

Amanhã, 21 de março, Dia Internacional de Combate à Discriminação Racial, o Instituto Mídia Étnica promoverá um debate em torno do tema: “Comunicação como direito humano”, que reunirá o jornalista Pedro Caribé, integrante do Coletivo Intervozes; a jornalista Ceres Santos, Professora Mestre da Universidade do Estado da Bahia (UNEB); e o publicitário Paulo Rogério Nunes, um dos fundadores do Instituto Mídia Étnica, que falará direto dos Estados Unidos, onde concluiu especialização em novas mídias na University of Maryland. Pedro Caribé e Ceres Santos são titulares do recém-criado Conselho de Comunicação Social da Bahia e apresentarão o momento atual da presença do negro nas discussões sobre o direito à comunicação e promoção da cidadania. O debate, que acontece a partir das 9h30, no Centro de Encontro da Congregação das Irmãs Mercedárias (Rua Lídio Mesquita, 15 – no bairro do Rio Vermelho) terá transmissão on line pelas redes sociais do Correio Nagô. Acompanhe.  

A mesa integra o Programa de Equidade Racial e de Gênero no Nordeste Brasileiro, que envolve o Instituto Steve Biko, a Coordenadoria Ecumênica de Serviço - CESE e a Instituto Mídia Étnica na formação de lideranças negras no Nordeste Brasileiro. Entre os dias 21 e 24 de março, a etapa de comunicação do Programa oferecerá a 15 lideranças dos nove estados nordestino oficinas de novas mídias, palestras, encontros com profissionais do campo da comunicação, visitas a emissoras de tevê e rádio da capital baiana e a projetos comunitários que utilizam as ferramentas comunicacionais. Algumas das iniciativas que serão apresentadas são a TV Pelourinho, o Jornal do Beirú e o Projeto NordesteEuSou, primeiro portal da comunidade do Nordeste de Amaralina. Entre os comunicadores da Bahia que dividirão suas trajetórias profissionais com as lideranças negra do Nordeste já confirmaram presença: as jornalistas Patrícia Bernardes, Wanda Chase (TV Bahia), Marla Rodrigues (Rádio Educadora e TVE), além de Cleidiana Ramos e Marjorie Moura (ambas do Jornal A Tarde).

Dentre as lideranças que participam da formação em Salvador, dez atuarão como correspondentes do portal Correio Nagô, representando seus respectivos estados e alimentando o site que vem se consolidando como a maior rede de informação on line dos afro-brasileiros. Eles foram selecionados entre graduandos de comunicação sociais nas diversas habilitações: jornalismo, publicidade e propaganda, rádio e tevê e relações públicas. A partir de abril, esses correspondentes estarão em campo em busca de pautas, contribuições, conteúdo audiovisual e mais integrantes para a rede Correio Nagô, essencial para a visibilidade de temas de interesse da comunidade negra do Nordeste.

 

Como destaca a publicitária Ilka Danusa, diretora do Instituto Mídia Ética, o objetivo é contribuir para o fortalecimento das instituições sociais do Nordeste Brasileiro a partir da capacitação desses representantes para o uso das potencialidades da comunicação na militância social e política. Sobre a atuação dos correspondentes do Correio Nagô para a circulação de notícias de interesse da população nordestina, a publicitária ressalta: “A capacitação desses jovens e a posterior atuação no portal Correio Nagô, como produtores de conteúdo e mobilizadores da rede, serão de extrema importância para suas trajetórias profissionais e para o desenvolvimento das organizações da região Nordeste, que ainda carecem de visibilidade nacional”. 

Exibições: 293

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de anita de jesus costa em 22 março 2012 às 11:06

Gostei da materia,as pessoas, nao tem ,q esquecer, nunca,muito

importante.

Comentário de surama caggiano em 21 março 2012 às 13:07

infelizmente datas como esta ainda tem que existir no nosso calendário. Não façamos deste dia uma comemoração, mas sim que seja um dia de reflexão.

Comentário de maria cristina batista alves em 21 março 2012 às 11:06

QUERO ESTAR SEMPRE JUNTO DOS COMPANHEIRO EM RAÇA," IGUALDADE JÁ", FELIZ DIA 21 DE COMBATE A DISCRIMINAÇÃO RACIAL.

Comentário de Adelson Silva de Brito em 21 março 2012 às 8:28

Hoje é o Dia Internacional de Combate a Discriminação Racial.Sem qualquer atitude de má vontade contra esse ou aquele orgao membro da valorosa mídia brasileira, me sinto impelido a expressar uma observação:Hoje é também o Dia Mundial da Síndrome de Down. No programa Bom Dia Brasil, assistí referencia a portadores da Síndrome e suas histórias de sucesso. Dentre esses não percebi a presença de um portador sequer de pele negra ou nao-branca, e nenhuma referencia ao Combate a Discriminação Racial. Ou seja, vemos a expressao de combate a um tipo de discriminação a revelia da prática de outra. E tudo com as expressões faciais piegas dos apresentadores, alheios certamente a prática cultural arraigada na sociedade brasileira de minimizar e até aanular o negro do quadro de eventos do dia-a-dia.Ontem, assití nesse memso programa, cenas de espancamento de um jovem negro, por dois criminosos, ao qua tudo indica, pelo "crime de ser negro", visto que segundo os próprios narradores, fora chamado de "macaco" pelos seus agressores.Excluir o negro do grupo dos cidadãos merecedores do respeito é uma prática perversa da sociedade brasileira, que, apenas nos raros momentos em que são confrontadas, se auto intitulam "plural". Não já está na hora de para com isso?

Comentário de BRUNO IGOR RODRIGUES em 20 março 2012 às 17:52

PUXA BACANA PRA CARAMBA...SE EU MORASSE NA BAHIA EU CONCERTEZA IRIA NESTE EVENTO,MAS MORO EM GOIÁS E NEM DÁ,MAS,VOU ACOMPANHAR PELO PORTAL DO CORREIO NAGÔ...E FELIZ DIA INTERNACIONAL DE COMBATE A DISCRIMINAÇÃO.

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2021   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço