778 mil pessoas passam fome ou estão desnutridas por causa da seca na Namíbia, calcula UNICEF

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) afirmou nesta segunda-feira (12) que 778 mil pessoas na Namíbia, um terço da população, estão sofrendo por fome e desnutrição grave ou moderada por causa da seca, a pior no país em três décadas. Por isso, a agência aumentou seu apoio local, incluindo atividades de educação nutricional e de alimentação infantil.

Seca provoca perdas nas plantações da Namíbia. Foto: UNFPA

De acordo com o departamento nacional para a gestão de risco de desastres, todas as 13 subdivisões foram afetadas pela seca, com grande escassez de água – tanto para seres humanos como para animais – e alimentos. Em maio, o governo declarou estado de emergência, e se comprometeu a arrecadar cerca de 20 milhões de dólares para fornecer comida e água.

A seca piora a já grave taxa de nanismo, uma forma de desnutrição crônica. Na Namíbia, 29% das crianças com menos de cinco anos são raquíticas e, em caso de emergência, a detecção precoce da desnutrição muitas vezes pode ser o limiar entre a vida e a morte.

Segundo o UNICEF, as agências de ajuda humanitária também participarão do apoio ao país. Porém, como o número de comunidades afetadas continua a subir, as lacunas de financiamento estão se ampliando. A agência da ONU precisa de 7,4 milhões dólares para ajudar cerca de 109 mil crianças com menos de cinco anos em risco de desnutrição.

Fonte: Onu Brasil

Exibições: 56

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço