A VOZ DA ÁFRICA/ www.93fmbahia.com.br Programa veiculado sábado dia 29 de outubro de 2011 de 8:00 as 9:00

A VOZ DA ÁFRICA/ www.93fmbahia.com.br  

(contato : avozdaafrica93@gmail.com)

Programa  veiculado  sábado dia 29 de outubro de 2011 de 8:00 as 9:00

 

1)- Introdução: “Jambo Bahia: O Batateiro”.

Abertura.

2)- Vinheta- Gravação -  Madereira Torres.

3)- Abertura- Microfone- Dr.  e Profa Mwewa: Saudações.

Dr. M e Profa Mwewa: saudações.

  Bom-dia ouvintes da Rádio 93 FM. Hoje é dia 29 de outubro de 2011. Estamos iniciando o nosso Programa “A Voz da África”, o Programa que valoriza a História e as Culturas africanas e Afro-brasileiras no Brasil. Bom-dia  África, Bonjour Afrique, Good-morning Africa. Aqui, em Alagoinhas, Bahia são 8:00 horas.

- Professora Mwewa-

Dr. M. a África está de luto

4- Quadro Editorial: a África está de luto: a morte de Wangari Mathai.

Dr. M.

Profa Mwewa, a África está de luto. Aqui eu gostaria de lembrar o pensamento do povo Luba da República Democrática do Congo perante situações misturadas com tristeza e alegria. Este povo canta assim, traduzindo: Gente, eu não sei se devo chorar ou rir. Estou diante deste duplo sentimento contraditório. Por um lado, a grande mulher de que nos falamos aqui há algum mês atrás, a grande mulher africana Wangari …morreu de uma morte natural. Na África, quando uma pessoa de idade avançada, morre de uma morte natural, a tristeza se mistura com alegria; por outro lado, como o mundo inteiro já sabe: o grande líder africano, o grande africanista, o grande defensor da grandeza da África, Mouamar Kadhafi foi assassinado pela Organização da Atlântica Norte, utilizando as mãos de rebeldes líbios endoidados.

A África está de luto.

No dia 25 de setembro de 2011, morria, num hospital de Nairobi (Kenya), na África, a primeira mulher africana a receber o Prêmio Nobel da Paz, em 2004, por sua luta contra o desmatamento das florestas africanas.

Wangari Mathai, a grande figura da luta ecológica se foi, ela viajou para a Aldeia das Bananas, là onde os nossos ancestrais residem e trabalham cantando. Wangari Mathai morreu, aos  71 anos, vítima do cancer.

Em 2004, essa militante da luta pela defesa do meio ambiente, recebeu efetivamente o Prêmio Nobel da Paz em recompensa ao sue trabalho chamado “Movimento do cinturão verde” que ela fundou em 1977. Este movimento tinha como objetivo principal a plantação de árvores na África, procurando promover a biodiversidade ao mesmo tempo se criava empregos para a valorização das mulheres. 40 milhões de árvores foram plantadas.

No Kenya, país dos ancestrais do atual Présidente dos Estados Unidos Barack Obama, Wangari Mathai lutou, também, contra a corrupção e contra a repressão policial.

Esta ilustre africana deixou  três filhos: Waweru, Wanjira e Muta. Ela deixou  também uma netinha de nome de Ruth Wangari.

Wangari Mathai foi, por assim dizer, uma grande mãe da Mãe Natureza, uma grande mãe da Grande Mãe África. Que ela repouse em paz e que a sua luta continue.

5- Vinheta- Armarinho São João.

6- Quadro Editorial: a África está de luto: a morte  de Kadhafi.

Dr. M.

A África está também de luto.

Praticamente um mês após a morte da grande ecologista africana, Wangari Mathai, a África perdeu outra grande figura, embora controvertida. Estou falando do africanista, do inimigo do imperialismo occidental, o líder da Líbia, Mouamar Kadhafi. Digo figura controvertida, pois, para os habitantes de Bengazi e de Misrata, para não dizer os rebeldes líbios, assim como para os Francêses, os Italianos, os Ingleses, e os Americanos, Mouamar Kadhafi não passava de um mero ditador. A pergunta é: a partir de quando Kadhafi virou ditador, este líder que, durante mais de quarenta anos dirigiu a Líbia, era amigo de Sarkhozi, dos americanos, dos ingleses. O que aconteceu para que Kadhafi seja considerado ditador pelos Ocidentais? Será que durante 40 anos ninguém descubriu que  Kadhafi  era ditador? Alguém pode acreditar que a OTAN matou Kadhafi pelo fato que era ditador? A resposta é não, até porque, nem toda ditadura é ruim. Se a ditadura fosse ruim Deus não seria ditador. De fato, segundo a Bíblia Sagrado, Deus é o único Rei e todo poder e autoridade emana dele. Em Gênesis, capítulo 17, versículo 1, Deus disse a Abrão: “Eu sou o Deus todo Poderoso”. Em Isaias, capítulo 44, versículo 8, Deus disse a Jacô: “Será que há um outro Deus que Eu?”. Podemos achar mais citações onde Deus se diz o único poderoso, o único Rei, o Rei dos Reis. Quem votou nele para ser o todo poderoso? Ninguém. Portanto, ele é um ditador. Agora, devemos tomar cuidado ao chamar Deus de ditador. Ele é um ditador bom. De fato, em Lucas, capítulo 18, versículo 19, um chefe dos judeus perguntou a Jesus: “Bom Mestre, o que devo fazer para herdar a vida eterna?” Jesus lhe respondeu: “por que tu me chamas bom? O único bom é Deus”. Portanto, Deus, o maior Ditador, é um ditador bom. Jamais ele utilizaria o poder dele para nos maltratar. Tudo que faz é bom para as criaturas. Portanto, pode existir um ditador bom: Deus. Como todo poder e autoridade vêm dele, é possível que haja, entre os homens, ditadores bons, aqueles que, como o legendário inglês Robbin Wood, roubava dos ricos para dar aos pobres. Voltando a Kadhafi, eu fiz a seguinte pergunta: a partir de quando, 40 anos depois, os Ocidentais constaram que Kadhafi era ditador? A resposta é: a partir do momento que Kadfhafi começou a combater os interesses dos européus na África, a partir do momento que Kadhafi iniciou uma política de ajuda ao desenvolvimento dos países africanos, a partir do momento que Kadhafi pensou em criar uma instituição financeira que poderia substituir o FMI, a partir do momento que Kadhafi cogitou em criar uma rede de comunicação que possa competir com a Internet, a partir do momento que se recusou a entregar as riquezas da Líbia aos estrangeiros. Para o povo líbio Kadhafi foi um bom chefe. Ele proporcionou uma educação gratuita, uma saúde gratuita, água gratuita, moradia gratuita para o seu povo. Inclusive, durante 7 meses de revolta, não se ouviu nenhum líbio afirmando que a Líbia de Kadhafi era pobre. A única queixa é que ele confiscou o poder, sem partilha, durante 40 anos.  Por isso, e só por isso e pelo fato que Kadhafi lutou contra o imperialismo, o coitado foi assassinado em condições que todo mundo sabe. O corpo dele, deitado num colchonete ao lado do seu filho com olhos bartos olhando para o nada, foi exposto aos olhos do mundo inteiro. Barack Obama dos USA, Sarkhozi da França, Cameron da Inglaterra se alegraram da morte de Kadhafi. Nunca esquecerei o riso debochado da Secretaria do Estado Americano, Hilary Clinton a respeito da morte de Kadhafi. Ela disse, rindo a toa: “eu vim, eu vi, eu venci ‘. Para os occidentais, Kadhafi é um ditador nojento. Para os Africanos, Kadhafi, é, a partir de agora, um  martir que foi sacrificado sob o altar dos interesses dos europeus e americanos. A reação dos afircanos pode ser resumida nesta reação da Namíbia:

Segundo o site África 21 de 28 de outubro deste ano, o governo namibiano condenou firmemente, quarta-feira, "a execução estúpida e sem julgamento" do coronel Muammar Kadhafi, pela voz do seu vice-ministro dos Negócios Estrangeiros, Peya Mushelenga, noticiou a AFP.

"Quinta-feira última (dia 20 de outubro de 2011), o mundo viu com horror a execução brutal e a sangue frio do coronel Kadhafi nas mãos do Conselho Nacional de Transição (CNT) com a ajuda da OTAN. Este assassinato é contrário a todas as leis humanitárias internacionais concernente aos prisioneiros de guerra", acrescentou Mushelenga num discurso no Parlamento.

Embora a União Africana tenha reconhecido o CNT, a Namíbia não o reconheceu como governo legitimo da Líbia, e apoia igualmente o apelo do Conselho dos Direitos do Homem da ONU.

7- Quadro: música:- gravação da música “Africa” de Kalê Jef.

8- Vinheta- Restaurante Alternativo.

9- Vinheta- A Voz da África: África hoje.

10- Quadro: África hoje: visita da Presidente Dilma.

Dr. M.

Este mês, a Presidente da República do Brasil, Dilma Roussef, visitou alguns países africanos, como Moçambique e Angola.

 Segundo o site Africa 21 de dia 28 de outubro,  a Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, afirmou que o seu país está disposto a investir estrategicamente em Moçambique, com vista a garantir um desenvolvimento sustentável cujos resultados oferecem ganhos recíprocos para os dois Estados parceiros, noticiou a AIM.

Rousseff manifestou o objetivo no encontro que manteve com o chefe de Estado moçambicano, Armando Guebuza, para passar em revista a cooperação entre os dois países.

“Nós estamos dispostos a investir estrategicamente e, aqui em Moçambique, gostaríamos de ter uma parceria forte entre o governo e as empresas brasileiras que estão no mercado moçambicano”, disse a presidente do Brasil, apontando que o desenvolvimento dessa parceria oferece oportunidade para ambos os países.

Dilma Rousseff apontou, a título de exemplo, áreas como as de infra-estruturas, social e educação e, nesta última, ofereceu a abertura das universidades do seu país, traduzida na concessão de bolsas de estudo para cursos de várias áreas.

A abertura na área da formação, disse Dilma, não é feita apenas com Moçambique, mas com vários países do mundo, no quadro do paradigma que o Brasil advoga traduzido no desenvolvimento recíproco entre os países parceiros.

“Nós não queremos trazer engenheiros ou trabalhadores do Brasil, mas assegurar que sejam os moçambicanos a desenvolver o seu país’, disse Rousseff, apontando que, para o efeito, é preciso gerar emprego assim como o seu executivo tem estado a fazer no Brasil.

Depois de Maputo, capital de Moçambique, a Presidente Dilma viajou para Luanda, capital de Angola. Segundo ainda o site Africa 21, a Presidente Dilma  desembarcou quarta-feira à noite em Luanda, para visita  oficial, destinada ao reforço da cooperação bilateral.

 

11- Vinheta- Armarinho São João.

12- Vinheta: A Voz da África- Brasilidade.

 

 

 

13- Quadro: Brasilidade: Encontros África-Brasil.

Dr. M.

A Universidade Estadual do Piaui, organiza, em Teresina, de 15 a 18 de novembro deste ano , o evento chamdo África-Brasil: II Encontro Internacional de Literaturas, Histórias e Culturas afro-brasileiras e africanas. Um dos objetivos do Encontro é estabelecer intercâmbios dos saberes regionais, nacional e internacional por meio da investigação científica e da interdisciplinaridade. Segundo os organizadores do evento, o reconhecimento da História e do valor da cultura dos afro-descendentes e africanos pelo próprio negro e pelo não-negro, afasta preconceitos e estereótipos elaborados ao longo de vários séculos de escravidão e desrespeito à humanidade dos povos colonizados pelo Ocidente.

As inscrições estão abertas: basta você se plugar no site WWW.UESPI.BR.

Não perca esta oportunidade.

Falando em Afro-descendentes, o site  BAHIA TODO DIA de 26 de outubro informa que um encontro inédito está reunindo , esta semana, em Salvador, capital da Bahia, no Brasil,  25 embaixadores e representantes de países africanos. Dentro das comemorações do Ano Internacional do Afrodescendente, os diplomatas participarão de debates sobre temas que buscam estreitar as relações entre Salvador e os países africanos. O evento é organizado pela Prefeitura de Salvador. Segundo o Vice-Prefeito Edvaldo Brito:

 "O propósito desta reunião é científico e comercial, de troca de experiências, mostrando a contribuição que cada um pode oferecer e abrindo oportunidades de estreitamento dos laços que unem Salvador e a mãe África. 

 

14- Vinheta- Restaurante Alternativo.

15- Vinheta: Prepara

16- Quadro- Entrevista: entrevista com Prepara.

Dr. M.

Hoje temos a honra de entrevistar ……….. da empresa Prepra sobre o Programa Empregos.

Perguntas.

1. O que é o Programa mais empregos ?

2. Quais os benefícios que este programa oferece?

3. O que é preciso para participar?

4. A partir de que idade pode participar deste Programa?

5- Como as pessoas podem entrar em contato com vocês?

 

17- Vinheta- Madereira Torres.

 

18- Vinheta- A Voz- Música da África.

 

19- Quadro- Música.

 

Professora Mwewa: comentários.

 

20- Quadro- Música: quaisquer faixas.

 

21- Vinheta- Restaurante Projeto Inacabado.

 

 

22- Quadro- Orientação Parapsicológica.

 

Profa. Mwewa: instruções.

 

23- Vinheta: a VOZ Ananda.

 

24- Quadro: Música- quaisquer faixas.

 

25- Quadro- Orientação Parapsicológica.

 

26- Vinheta: a Voz Ananda.

 

27- Quadro: Música- quaisquer faixas.

 

28- Vinheta: Prepara.

 

29- Quadro: Música- quaisquer faixas.

30- Quadro- Orientação Parapsicológica.

31- Quadro: Música- quaisquer faixas.

 

32- Dr. M. e Profa Mwewa: agradecimentos.

33- Final- Kwa Heri.

 

 

 

Exibições: 67

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço