Africa do Sul - Revendo a dor do Apartheid

Enquanto escrevo estas mal tracadas linhas, escuto a musica "Grazing in the Grass", do trompetista Hugh Masekela. O senhor Masekela recentemente completou 71 anos de idade. Ele esteve na cidade para falar sobre um documentario produzido pelo canal de esportes ESPN a respeito de seu retorno a Africa do Sul juntamente com seu filho. Ele falou tambem sobre a euforia que esta tomando conta nao so da Africa do Sul, mas tambem de todo o Continente Africano por causa da Copa do Mundo que sera realizada pela primeira vez em territorio africano. O senhor Masekela nasceu na cidade de Witbank na Africa do Sul. Em 1960 ele deixou seu pais rumo aos EUA para fugir da tirania do sistema racista do apartheid.
O documentario intitulado "Umlando" que significa "Atraves dos olhos do meu Pai" em zulu. Foi filmado em 2 semanas e sera apresentado como uma serie de 4 minutos antes e depois dos jogos. Alguns capitulos obviamente sao politicos, outros autobiograficos. O espirito do filme e a passagem de pai para filho. Pai levando o filho de votla a Africa do Sul, indroduzindo ele a cidades e vilas, ensinando a historia de seu pais.
No proximo mes todo sul africano sera questionado sobre a emocao de ser o primeiro pais no Continente a ser anfitriao de uma mega evento como a Copa do Mundo. Certamente muitos falarao de seu orgulho, e como a Copa do Mundo podera ajudar a melhorar a vida de milhoes de sul africanos. Mas para o senhor Masekela, as coisas nao sao tao simples assim como uma partida de futebol. Ele ja presenciou muita coisa para estar euforico " Nao vou dizer que nao durmo a noite esperando o apito inicial, " ele disse, " Eu nao vejo isto como um milagre. Tudo que esta acontecendo no pais agora gira em torno das pessoas que tem condicoes financeiras de prestigiar um evento como este. Ha 47 milhoes de sul africanos na Africa do Sul, talvez 20 milhoes deles sao palperrimos; nao acredito que A Copa do Mundo ira mudar muito suas vidas. A realidade dos sul africanos permanece independente de mega eventos como este."
O senhor Masekela tinah 14 anos quando o decreto Bantu de Educacao foi implementado em 1953. Essencialmente estabelecendo a segregacao do sistema educacional. Os negros sul africanos eram ensinados oficios que seriam uteis em suas vilas, ou em trabalhos controlados pela minoria branca.Ele deixou o pais aos 21 anos de idade. Sua viagem o levou a fama, ao alcool, as drogas e de volta a suas raizes africanas.
Para muitos sul africanos progresso contnua sendo uma miragem. Na melhor das hipoteses um sentimento que mistura velhos sentimentos de um passado nao muito distante, mas ainda bastante visivel, um ressentimento, mas tambem um desejo de paz e prosperidade. Entretanto, para o senhor Makesela ha um enorme desejo de reviver antigas tradicoes entre os mais jovens sul africanos, nunca deixando eles esquecerem o passado.
"Nada pode vir a um lugar que sofreu durante 3 ou 4 seculos, e em apenas 1 mes arrumar tudo," ele disse. "Seria legal se a Copa do Mundo permanecesse no pais por uns 20 anos."

Exibições: 51

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Amilton Santana em 20 maio 2010 às 10:22
Muito coerente, consistente as opiniões do Sr. Makesela. Porém, acredito que se a copa do mundo permanecesse por 20 anos num país com uma estrutura econômica que apenas favorece praticamente a metade da sua população, o resultado seria que os já beneficiados ficariam mais ricos e os paupérrimos mais miseráveis.

Mudando de assunto, observo que é comum em quem escreve para blogs não reservar alguns minutos para revisar o texto produzido. O resultado é o surgimento de variadas ortografias para as mesmas palavras, as vezes inteligíveis outras nem tanto, idéias truncadas não muito claras ou inconclusas e por aí vai... Não é o caso do autor deste texto "África do Sul - Revendo a dor do apartheid" . Esta é a 2ª matéria dele que leio e tenho gostado das idéias e do estilo, fora alguns pequenos detalhes...

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço