Afro Jhow faz show contra homofobia no Pelourinho

Redação Correio Nagô – Neste domingo (8), o rapper Afro Jhow se apresentará, às 20h, no Largo Quincas Berro D'Água, no Pelourinho, em um show “contra a homofobia”. O evento será realizado no dia da Parada Gay de Salvador.

Afro Jhow destaca que seu trabalho musical sempre busca uma temática voltada para a valorização e resgate da autoestima. “Esse ano é mais uma oportunidade de poder retribuir o respeito que o Movimento LGBT tem ao meu trabalho. Acredito que a luta contra todo e qualquer tipo de preconceito e discriminação é válida”, ressalta em entrevista ao Portal Correio Nagô.

O show contará, segundo ele, com a “mesma energia que todos os outros” e um diferencial: intervenções de Drag Queen, abertura especial criada pela Campelo Cia de Dança – Prof. Tatiana Campelo -, e gravação ao vivo do Ballet Vip na música “Na pegada Favela”.

Sobre a homofobia, Afro Jhow destaca que gays e lésbicas ainda enfrentam em todo o país, incluindo Salvador, muitos problemas relacionados à suas orientações sexuais por não estarem enquadrados “no padrão exigido pela sociedade”.

Participações - Segundo o rapper, o show dá seguimento ao projeto “Misturando Ritmos e Emoções, criado em 2010 onde o cantor faz uma mistura de sons mesclados aos ritmos do samba, reggae, funk, soul, ragamurfing, semba, dance hall, zouk e hip hop. A apresentação terá como convidados especiais os Mc's Fall Clássico e Faykay ano.

Depois de uma turnê em Londres Afro Jhow retorna a Salvador, fazendo “a quilo que mais gosta”: tocar e cantar nos palcos da Bahia. Ele promete um show “de tirar o fôlego“, lembrando seus maiores sucessos, como “Sou seu Refém”, “Deixa eu Te mostrar o céu”, “Eu sou Quilombo”, “I love my Hair” e “Vem se Envolver”, entre outras.

Experiência – Afro conta que esteve em Londres em junho de 2012 em um grande intercâmbio cultural, no South Bank Centre, com mais nove jovens produtores e artistas. Após o Festival South Bank Centre no Pelourinho, foi convidado como artista para fazer três shows dentro do projeto (Festa do Brasil Mastercard).

“Experiência ímpar pra mim como ser humano e como artista. Posso entender que independente da língua, um olhar, um bom swingue e muita verdade na sua música, conseguirá passar sua mensagem. Acredito que a musica é a melhor terapia para viver bem, refletir e reviver momentos marcantes”, resume.

Exibições: 89

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço