Apoie a periferia na comunicação pública

No Brasil a exclusão tem lugar, cor e idade determinada: são os jovens negros e da periferia. Por isso, Enderson Araújo, um dos fundadores doMídia Periférica de Salvador, Bahia, apresenta uma candidatura para esse espaço. Enderson dialoga com as práticas cotidianas das comunidades que tem conseguido emergir na internet, produzindo conteúdos culturais sob inovações estéticas e uma articulação social ancorada nas vozes das ruas. 

A candidatura tem o apoio do Instituto de Mídia Étnica (IME), parceiro de todas as horas nessa jornada e uma referência nacional no debate sobre democratização da comunicação sob a perspectiva da inclusão dos afrobrasileiros. Foi por meio de curso do IME, em parceria com o UNFPA/ONU, na periferia de Salvador, que Enderson e seus amigos criaram uma ferramenta potente de comunicação, reconhecida no Brasil e exterior: o Mídia Periférica. 

Fundado em 2010, esse grupo utiliza as ferramentas de comunicação para promover uma imagem positiva dos jovens negros que constantemente são violados de seus direitos na mídia tradicional. São mensagens de dentro para fora, e ao longo da trajetória podem ser destacados os dois programas na Web: I Love Periferica e Conversa de Quilombo; jornal comunitário em versão on line e impressa; e o projeto Postais da Periferia. O trabalho já é reconhecido a nível internacional e nacional, a exemplo do Prêmio Jovem Empreendedor – Laureate Brasil, e também o convite para integrar o Conselho Jovem do programa Câmara Ligada da Tv Câmara. 

Desafios da EBC 
A EBC foi criada em 2007 para fortalecer o sistema público de comunicação, é gestora dos canais TV Brasil, TV Brasil Internacional, Agência Brasil, Radioagência Nacional e do sistema público de Rádio – composto por oito emissoras. Nos próximos anos o grande desafio é produzir um conteúdo que possa ser mais reconhecido pela sociedade. Programas como Estação Periferia, Outro Olhar e finalização do pitching para o Diversidade Religiosa: Panorama são exemplos dos esforços para superar barreiras e aproximar novos públicos das tv's, rádios e portais associados ao sistema público. 

Nessa jornada, a participação de Enderson Araújo pode auxiliar no aprofundamento de parâmetros do jornalismo participativo da EBC, e também alargar o conceito de produção de independente para aqueles que não estão nos círculos consolidados de fomento público e associação empresarial. Ou seja, fazer com que a EBC construa novas narrativas que possam dar conta de dar voz aos movimentos sociais negros, os jovens do Hip Hop, a cultura marginal, os empreendedores de periferia, enfim, abrir para o discurso dos que nunca tiveram espaço no circulo dos especialistas em comunicação. 

Nos seus 7 anos de vida a EBC tem feito esforços na contratação de profissionais, investimento em infraestrutura e tecnologia, e também parceria com as demais emissoras de caráter público no país. Construiu uma estrutura complexa, passível também de avaliações técnicas a que o mandato de Enderson terá apoio de parceiros, dentro do movimento negro e de jovens comunicadores, para tomar decisões substanciadas e que reflita o novo momento da comunicação comunitária. 

Como apoiar a candidatura? 
Caso você integre uma organização social juridicamente reconhecida, ou seja, com CNPJ, você pode se inscrever no processo eleitoral até o dia 23 de fevereiro. O mecanismo é simples, basta enviar documentação da entidade e preencher formulário com os nomes indicados, mais informações no site do Conselho Curador da EBC (aqui). Outra forma de apoiar é enviar seu nome, coletivo ou organização a que participa paraenderson.nato@gmail.com e integrar uma lista de apoio público a candidatura. 

http://midiaperiferica.blogspot.com.br 
http://facebook.com/enderson.nato
http://facebook.com/midiaperiferica

Exibições: 64

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço