Divulgação...

De Brasília
Alexandre Braga


A UNEGRO foi representada na Conferencia de Comunicação por militantes de 8 estados, entre eles: MG, PE, RO, SP, DF, ES, AP, RJ e RN. No primeiro, estávamos um pouco dispersos, sem visual e sem noção de como se daria as articulações para aprovar as propostas de interesse do Movimento Negro, por isso, tomamos a decisão de concentrar nas plenárias do Portal Vermelho, a maior delegação da Confecom com aproximadamente 180 delegados oriundos dos mais diversos segmentos, entre eles, Força Sindical, CTB, UJS, UNE, UBM, diversas organizações do Movimento Negro, LGBT,e afins.

No segundo dia, coube a unegrina Mariane Begins da UNEGRO Rondonia mapear as lideranças negras presentes na Confecom, isso facilitou a mobilização dessas lideranças e ajudou na construção coletiva dos acordos. No GT 15 – que tratou dos temas dos Direitos e Deveres da Comunicação -, portanto, aquele cujo conteúdo mais nos interessava, os próprios empresários nos procuraram propondo um acordo para agilizar a aprovação das propostas em bloco; eles retirariam os mais de 120 destaques feitos e as propostas seriam aprovadas em bloco, sem precisar passar pela plenária final, caso abríssemos não de 7 propostas de interesse deles ( cotas de 50 para negros, conselho de comunicação, código de ética, conteúdo religioso na programação, espaço para temas educativos na grade). Isso foi feito, depois da consulta aos delegad@s do GT . O acordo ajudou a aprovar todo a caderno de mais de 40 paginas. Claro, tínhamos como estratégia que em outros grupos nossas propostas principais seriam encaminhadas por outros companheiros nos 14 GT’s restantes.

Obs.: quem propôs esse acordo foi o próprio representante da TV Bandeirantes da Bahia e membro da ABRA (Associação que reúne a Band e RedeTV, entre outras) e “luta”contra a hegemonia da Globo.

A plenária já tensionada pelo clima, disparou uma palavra de ordem contra o Pokemon( enlatado produzido no Japão e EUA). Contra o Pokemon os delegado@ contaram: Ê, ê, Saci pererê!, numa alusão e valorização dos personagens infantis da cultura nacional. Essa palavra de ordem também teve a adesão dos empresários, surpreendendo a tod@s.

Já na plenária final, o clima da disputa ficou acirrado. Pois era o momento mais quente para derrotar os empresários e aprovar as propostas de interesse dos movimentos sociais. Não deu outra, abusando das manobras e manipulações eles tentaram empurrar o tempo todo a aprovação das propostas “polemicas” e apostavam no esvaziamento da plenária por parte dos movimentos sociais. Com toda a pressão popular e unidade dos movimentos sociais, apesar de algumas delegações foram embora antes de acabar as votações, o resultado foi positivo, histórico e de grande importância para o inicio da possibilidade de democratização dos meios de comunicação no Brasil, em que 6.000 propostas foram analisdas pelos delegad@s;

Exibições: 52

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço