Campanha “Banda larga é um direito seu! Uma ação pela internet barata, de qualidade e para todos”


Lançamento nacional será no dia 25/4, em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Brasília

 

A banda larga no Brasil é cara, lenta e para poucos, e está na hora de pressionar o poder público e as empresas para essa situação mudar. O lançamento do Plano Nacional de Banda Larga em 2010 foi um passo importante na tarefa necessária de democratizar o acesso à internet, mas é insuficiente. O modelo de prestação do serviço no Brasil faz com que as empresas não tenham obrigações de universalização. Elas ofertam o serviço nas áreas lucrativas e cobram preços impeditivos para a população de baixa renda e de localidades fora dos grandes centros urbanos.

 

Enquanto isso, prefeituras que tentam ampliar o acesso em seus municípios esbarram nos altos custos de conexão às grandes redes. Provedores sem fins lucrativos que tentam prover o serviço são impedidos pela legislação. Cidadãos que compartilham sua conexão são multados pela Anatel.

 

É preciso pensar a banda larga como um serviço essencial. A internet é instrumento de efetivação de direitos fundamentais e de desenvolvimento, além de espaço da expressão das diferentes opiniões e manifestações culturais brasileiras por meio da rede.

 

Neste dia 25, vamos colocar o bloco na rua: juntar blogueiros, ativistas da cultura digital, entidades de defesa do consumidor, sindicatos e centrais sindicais, ONGs, coletivos, usuários com ou sem internet em casa, todos aqueles que acham que o acesso à internet deveria ser entendido como um direito fundamental. Nossa proposta é unir os cidadãos e cidadãs brasileiros em uma vigília permanente em defesa do interesse público na implementação do Plano Nacional de Banda Larga e da participação da sociedade civil nas decisões que estão sendo tomadas.

 

O lançamento nacional da Campanha Banda Larga é um Direito Seu! Uma ação pela Internet barata, de qualidade e para todos será feito em plenárias simultâneas em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Brasília, com transmissão pela Internet. O manifesto da campanha, a lista de participantes e o plano de ação estão no site www.campanhabandalarga.org.br. Participe.

 

SÃO PAULO (SP) - 19h

Sindicato dos Engenheiros de São Paulo

Rua Genebra, 25 – Centro (travessa da Rua Maria Paula)

 

RIO DE JANEIRO (RJ) - 20h30

Auditório do SindJor Rio

Rua Evaristo da Veiga, 16, 17º andar

 

SALVADOR (BA) - 19h

Auditório 2 da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia

Avenida Reitor Miguel Calmon s/n – Campus Canela

 

BRASÍLIA (DF) – A CONFIRMAR

Balaio Café

CLN 201 Norte, Bloco B, lojas 19/31

 

Bandalargar from Pedro Ekman on Vimeo.

Exibições: 61

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de NAPOLEAO em 19 abril 2011 às 19:51
Apos muito tempo essa ideia parece que vai sair, so espero que nao seja como o projeto da inclusao dogital, e que os precos realmente sejam acesiveis.
Comentário de paulo alves em 19 abril 2011 às 10:31

Gente! que ação fantástica espero que isto se alargue por tudo o país, pois nos do interior sofremos com os provedores de internet movida a lenha. Espero que a população se mobilize mais uma vez por este direito que é fundamental para formação da cidadania.

Parabéns pela iniciativa e muito axé a todos. 

Comentário de Claudia Martins em 19 abril 2011 às 8:49

Que campanha fantástica !

Já não é sem tempo que a população se mobilize pelo direito fundamental à informação por todos os meios modernos que possa, notadamente a Internet, esta notável ferramenta da Era Digital. Como professora da Rede Pública fico muito feliz com tal iniciativa. Estarei fazendo a minha parte. Parabéns e sucessos !

Abraços Claudia Martins/Salvador/Ba  http://claudiamartinsemconexao.blogspot.com

http://serravallenaafricadosul.blogspot.com

Comentário de Vanice da Mata em 19 abril 2011 às 3:09
Tem o meu total apoio. Só que acredito que a banda larga é um direito e que este acesso precisa ser garantido a todo cidadão, assim como saúde, educação, etc (ainda que no Brasil tudo isso seja, via de regra, só 'em tese'...).

© 2017   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço