Cantor Alexandre Pires acusado de promover estereótipo racista em videoclipe

Está circulando nas redes sociais uma mobilização para retirada imediata do videoclipe "Kong" do cantor de pagode Alexandre Pires. Ativistas do movimento negro acusam o vídeo de associar a imagem do homem negro ao macaco. Nas imagens, uma casa de praia é invadida por uma série de macacos, tendo como líder o cantor carioca Mr. Catra. O vídeo conta também com a participação do jogador Neymar. Em e-mail enviado ao músico Alexandre Pires, o militante do movimento negro baiano, Guellwaar Adún, pede a retirada do vídeo do YouTube, que tem 2.956 referências negativas.

 

"Meu caro, extremamente reprovável esse vídeo Kong que vocês chamam de música. Não sei se tem noção do que essa associação do homem Negro ao macaco tem acarretado em nossas comunidades. Tampouco me iludo que seja ingênuo em relação a essa questão, mas sua contribuição para legitimar a animalização de nossa gente, dando eco e alimento às ridicularizações racistas que cotidianamente vivenciamos, sem dúvida alguma é tão daninha quanto qualquer ato racista. Se o objetivo era promover polêmica, sem dúvida alguma conseguirá. Não temos as redes de televisão nas mãos, porém somos muitos, e podemos multiplicar ao máximo uma reflexão honesta sobre isso que vocês estão fazendo. Espero que, ao menos, reconsidere a possibilidade de retirar esse clip do ar para pensar, se de fato, foi uma boa idéia gravá-lo. Admiramos seu trabalho pela pessoa que é e esperamos que seja humilde o bastante para escutar-nos e avaliar não somente com seus assessores e amigos/as próximos. Busque pessoas que compreendam as consequências nefastas do racismo em nossa sociedade, tenho certeza que te orientarão melhor sobre esse tema. Contamos, verdadeiramente, com sua compreensão e retirada desse clip do ar. Gratos…"


Redação, Correio Nagô

 

 Confira o clipe e dê sua opinião


Exibições: 2294

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de lamartine silva em 27 fevereiro 2012 às 23:10

depois de chorar ao conhecer jorge bush, o alexandre pires, consegue ridicularizar amis uma vez nosso povo, 3 homens negros com situação estavel financeiras neymar, mr catra e alexandre pires, famosos, deviam gastar u pouco da grana que ganham com literatura sobre seu povo não custa nada, ei neymar quero ver quando vc for jogar na europa e começarem a jogar banana e dai vc reclamar, mano eu fico entristecido com outro elemnto no clipe dançarinso de rua bboys vestidos de macaco, envergonhando a cultura hip hop por um misero cachê, gostaria de saber quem são e qual grupo, enfim nota zero pra essa musica e pra esse clip tira esse merda do ar, é prejudicial as nossas crianças pretas

Comentário de maria cristina batista alves em 26 fevereiro 2012 às 0:33

Companheiros sou do movimento negro de mobilização partidária,esse tipo de musica no vídeo, é só apelação ao sexo machista, questiono muito atitudes racista, tanto em corpo presente como nos blog, por isso,raça ser comparada com o macaco que é um bicho inteligente comprovadamente, não aceitar é preconceito e racismo pois ele é preto e eu não o acho feio,4° quarta-feira passada eu estava com a minha pressão alta, essa semana terça de carnaval minhas amigas, me chamarão, vamos a cacheira do horto na tijuca rj, fomos quando cheguei lá, para chagar a cacheira tinha que escalar, segurar em troncos de arvores, só subindo, que dificuldade, mas os obstáculos difícil que ao chegar lá deu um salto e falei para todos ouvirem, graças a minha  origem de macaco e muitos me olharam e eu observei que concordaram com até admiração, não é estranho ou, companheiros de muita consciência, me sentir muito feliz.              

Comentário de jorge amancio em 22 fevereiro 2012 às 18:51

A resistência a implantação da lei 10.639/2003 é um dos alicerces dos negrófobos, que compram, que encomendam, que pagam, que exploram, que usam, que enriquecem a custas da autorreplicação. Eu sou ridículo.
Sou a favor de entrarmos com um mandato de retirada do vídeo por apologia racismo e sujeito a todas penalizações legais cabíveis.

Comentário de Rafaela Vipper em 18 fevereiro 2012 às 20:56

Nunca admirei o trabalho do Alexandre Pires, acho as músicas dele cansativas e sem conteúdo. E se juntando a Mr. Catra não poderíamos esperar algo produtivo! Infelizmente é disso que o povo desprovido de curiosidade cultural gosta e nem se dá ao trabalho de avaliar o conteúdo dos trabalhos desses artistas sem criatividade que usam imagens grotescas para fazerem sucesso!

Comentário de BRUNO IGOR RODRIGUES em 17 fevereiro 2012 às 23:19

BRUNO IGOR RODRIGUES,GOIÂNIA-GO

 

   É LAMENTAVEL...! ESTOU ESCREVENDO MEU TCC PRA FACUDADE DE HISTÓRIA JUSTAMENTE SOBRE ISSO(O NEGRO QUE NÃO SE CONSIDERA NEGRO),VENDO ISSO ME RECORDO DO LIVRO DE FRANTZ FANNON (PELE NEGRA MASCARA BRANCA),O RACISMO É TÃO FORTE QUE ALIENA OS MAIS DISPERSOS DE NÓS,PORIÇO É PRECISO EXERCITAR NOSSA NEGRITUDE TODOS OS DIAS COMO JÁ FAZIA AIMÉ CÉSAIRE,MUITO CULTO ELE CITAVA PRA QUE TODOS O-LESSEM E O-OUVISSEM ''NEGRO,NEGRO DESDE O FUNDO DO CÉU IMEMORIAL''...O PIRES PODERIA FAZER TANTO POR NÓS,MAS,PARECE TER AVIDO UMA EUGENIA COM ELE,EM NADA ELE EXPRESSA SUA NEGRITUDE PARECE NEGA-LÁ,ISSO ME MACHUCA,NÓS MACHUCA,MAS UM DIA ELE PERCEBERÁ COMO É NEGRO,ISSO ACONTECERÁ QUANDO ELE NÃO ESTIVER NAS AREAS NOBRES,NÃO ESTIVER DE CARRO,E COM ROUPAS COMUNS,ENTÃO NESTE MOMENTO ELE ENTENDERÁ O QUE É RACISMO,COMO ACONTECEU COM A NOSSA IRMÃ NO SUPERMERCADO DA BAHIA,MAS,ENQUANTO ISSO VAMOS PROTESTAR,GRITAR,USAR OS MEIOS QUE POSSUIMOS...POR QUE NÃO HÁ TORPEZA MAIOR QUE ESSA...!  

Comentário de Maria Olina Souza em 16 fevereiro 2012 às 21:13

Muito triste o que acabo de assistir!

Além de tudo é machista, homofóbico...desnecessário.

Presta um deserviço para com que construímos com suor, sangue e pesquisas...

O Neimar a gente até entende...jovem, acha que é branco, mas o Pires!!!!

Comentário de ANDRÉIA OLIVEIRA SANTOS DA CRUZ em 15 fevereiro 2012 às 20:24

É DEPLORÁVEL ESSA ASSOCIAÇÃO PEJORATIVA DO HOMEM NEGRO AO MACACO, MAIS UMA EVIDÊNCIA MIDIÁTICA DO PRECONCEITO. PIOR, NÓS DESDE A TENRA INFÂNCIA, APRENDEMOS COM A SOCIEDADE RACISTA A NEGARMOS NOSSAS RAÍZES, NOSSA BELEZA ENFIM NOSSA RAÇA, SEMPRE ASSOCIADA AO MAU, AO FEIO, AO DESPREZÍVEL, ISSO O TEMPO INTEIRO. ME PERGUNTAVA PORQUE ESTAMOS NUM PAÍS MESTIÇO E NA TELEVISÃO SÓ VÍAMOS PESSOAS SEMELHANTES A EUROPEUS, QUE DITAM REGRAS DE BELEZA, COMPORTAMENTO E RELIGIOSIDADE. BEM DIFERENTES DAS QUAIS EU VIVENCIAVA, UMA FORMA SUBLIMINAR E MALDOSA DE EXCLUSÃO. ENSINAM AS PESSOAS A SE NEGAREM E INCENTIVAM-NA A FALTA DO MÍNIMO SENSO CRÍTICO, O MAL QUE TALVEZ TENHA ENVENENADO ALEXANDRE PIRES QUE SE AUTO ANARQUIZA SEM NENHUM PUDOR. 

Comentário de antonio marcos ferreira junior em 15 fevereiro 2012 às 17:49

sou de uberlândia!

peço desculpas aos companheiros que não estão embraquecidos pelo dinheiro e nem pela mídia.....

o que fazer com um negro que fica branco?

interna num daqueles manicômios da moda antiga?

tenta reformar sua consciência?

promove uma ação de repúdio, daquelas bem "nervosas" em todas as mídias do cidadão?

mais uma vez peço desculpas aos companheiros

enfatizo que existe vida negra inteligente em uberlândia

saravá

 

Comentário de joao cicero em 15 fevereiro 2012 às 16:18

temos que aproveitar a oportunidade processar para fina nciar a luta

Comentário de Claudia Santos Loureiro em 15 fevereiro 2012 às 16:13

Esse rapaz é totalmente desorientado, nos EUA fez aquela bobagem de chorar num gesto de submissão, acredito que ele não tem consciência de sua negritude.

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço