Centro Cultural Schomburg: Passando o bastão.

O senhor Howard Dodson tem 71 anos de idade. Desde 1984 esta no comando do Centro de Cultura Negra mais famoso dos EUA, o " Schomburg Center for Research in Black Culture", localizado aqui em Nova York, mais precisamente no famoso bairro do Harlem. Desde que assumiu a direcao do Centro suas aquisicoes pularam de 5 a 10 milhoes de items, incluindo ai, as colecoes do pan-africanista John Henrik Clarke, da dramaturga Lorraine Hansberry, do ativista Malcolm X e do cantor Nat King Cole entre outros. A visitacao sob sua batuta triplicou chegando a 120 mil anualmente.
O senhor Dodson foi curador ou co-curador das exibicoes mais famosas apresentadas sobre o tema da escravidao, da migracao negra e do show mostrando a arte do artista e escritor Romare Bearden e as mulheres africanas. Ele brinca que pretendia aposentar-se aos 70 anos. "Diferentemente dos meus irmaos do continente africano, nao tinha planos de ser presidente vitalicio". Em recente entrevista para o periodico "The New York Times", ele elaborou como segue transformando este importante centro cultural multifacetado aberto a turistas, criancas em idade escolar, e qualquer um interessado na cultura negra.
Quando assumiu o comando do Centro, o Harlem estava no meio de uma de suas piores crises economica. Havia a ideia disseminada no pais de que nada de importante culturalmente falando fincaria raizes no bairro. Isto certamente o deixou mais determinado a preservar este oasis vital para a vida cultural nao somente dos afro-americanos, mas de todos os novaiorquinos. Sua perserveranca foi recompensada. Em 2007 o Centro reabriu depois de uma expansao de US$11 milhoes. O Centro, localizado na rua 135 com a Malcolm X Boulevard, serve de moradia para objetos de arte, manuscritos, filmes, livros e fotografias. Alem de servir de moradia tambem para tesouros como um discurso raro do jamaicano Marcus Garvey, e uma primeira edicao autografada do poeta Toussaint L'ouverture. O Centro tem sido tambem um lugar para leituras, teatro, e outros tipos de apresentacoes.
"Nao gosto de pensar no que fiz", disse o senhor Dodson sobre seu legado. Entretanto, sei que estabelecemos uma instituicao com alicerces bem fortes. " Nos certamente influenciamos estudos afro-americanos, e o respeito e admiracao da historia negra, juntamente com a experiencia negra ao redor do mundo.", acrescentou.
Em 2005 a exibicao sobre o ativista Malcolm X foi o que poderiamos chamar um "Blockbuster". Outro importante evento foi a exibicao "And Lest We Forget: The Triumph over slavery" sobre a escravidao nos EUA. A maneira em que gerencia o Centro vai de encontro com a missao estabelecida pelo criador do Centro, o senhor Arturo Alfonso Schomburg, um negro porto-riquenho bibliofilo cuja colecao foi acrescentada a filial da biblioteca municipal da rua 135 na divisao de literatura negra em 1926. "O senhor Shomburg com sua colecao buscou mostrar que os negros tinham uma historia e tambem cultura, elas nao eram inferiores", disse o senhor Dodson.
Um dos grandes desafios que o seu sucessor enfrentara num curto espaco de tempo e disputar espaco com a biblioteca virtual, e fazer com que as pessoas saiam da frente de seus computadores e entrem pelas portas do Centro Schomburg. O proximo diretor devera trazer um estrategia capaz de atrair mais pessoas numa epoca em que os materiais estao sendo digitizados e colocado online.
O senhor Dodson tem somente algumas palavras para seu sucessor. " Se voce nao tiver um verdadeiro amor e um cometimento com seus ancestrais, nem pense em passar por estas portas".

Exibições: 53

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Paulo Rogério em 22 abril 2010 às 8:57
Precisamos aqui no Brasil de instituições sólidas como essa. Acho que esse deve ser o legado de nossa geração. Parabéns pela matéria, Edson. Eu estive nesse Centro em 2005 para ver a exposição de Malcom X, fantástica!

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2020   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço