Confira o sucesso total abertura da Roda de Conversa o Batuque do Sul Promovendo a Vida na Terreira de Pai Zé de Oxalá- Gravataí

Sucesso total na abertura da Roda de Conversa o Batuque do Sul Promoveno a Vida, na terreira de Pai Zé de Oxalá em Gravatai- RS  no dia 20 de abril de 2012, que abriu gentilmente as portas de seu Ilê, com seus filhos, recebendo convidados, e os gestores da Secretaria Municipal e Estadual da Saúde.Para trabalhar o tema prevenção dentro da terreira, o  projeto piloto foi pensado para acontecer em um lugar muito sagrado, no qual para os frequentadores, ainda imperam valores como a palavra, a partilha o respeito a amizade e a vivência do coletivo.

A metodologia teve a previsão de 3 horas, por essa questão foi dividida em  momentos.

1º Momento de espera expectativa

100_2926

Na foto Mãe Gilca de Yemanjá, Mãe Fátima de Oxalá, Mãe Carmen de Oxalá e o anfitrião Pai Zé de Oxalá.

A terreira de Pai Zé de Oxalá, abriu a 1ª de uma série de  encontros, que é a proposta do piloto. Sbca- Sociedade Beneficente Cultural Africana   escreve uma página na história da religião no estado do Rio Grande do Sul, diante da epidemia da Aids

 DSCF0829

A participação  do Pesquisador Marcelo Musscari, Mãe Gilca de Yemanjá e o Presidente do Conselho de Saúde – RafaeliMarques da Silva prestigiando a abertura  do evento.

DSCF0826

Contou com a presença de Ricardo Brasil Charão (em destaque) coordenador da Seção de DST/AIDS da SES/RS.

100_2953

Equipe do DST /Aids –

2º Momento Abertura

Abertura oficial ficou por conta do chefe da casa

 P4110025

Pai Zé de Oxalá, organizando para dar inicio abertura oficial do evento, Batuque do Sul, importante resposta estratégica para construir politicas públicas sobre ações de prevenção as DST/Aids e Hepatites Virais.

100_2934

Na abertura liturgica houve  muitos toques : atabaques e  adjás, para chamar os orixás abençoar todos. Pai Zé de Oxalá, manifestou emoção e alegria de estar recebendo o estado brasileiro em sua terreira, explica que a intervenção  está sinalizando  novos tempos, de reconhecimento do espaço sagrado como, um espaço que valoriza e promove a vida.

.100_2940

3º Momento  Apresentação da Rede 

Fala de Mãe Carmem (1)

Mãe  Carmen de Oxalá

A Mãe Carmen de Oxalá, coube o mérito de revelar a trajetória da Matriz africana em reposta a epidemia da Aids, foi ganhando corpo a partir do 1º Seminário AIds e Religião, seguido  no 1º Encontro Aids e Religião de Matriz Afro-brasileira, aconteceu em Porto Alegre RS, é  daí que  nasceu em 2009  a Rede de Núcleos de Ilês Afro Aids, terminava o periódo de silêncio dentro dos terreiros sobre a Aids. O povo do Batuque do Sul,  não havia se expressado de forma ativa e aberta sobre o tema, a partir de 2009 entrou no debate .        

100_2974

     Jair Andrade ,   Alessandra Zambeli Alberti ,Eliana Xavier e Jaqueline Oliveira

equipe de técnicos do Departamento estadual de DST/Aids e Ações em Saúde da População Negra (DAS) da Secretaria da Saúde,Coordenados por  Ricardo BrasilCharão, acompanharam o projeto piloto.

4 º Momento Dinâmica do Nome

100_2970

5 º Momento atividade Dinâmica do abraço

Braços entrelaçados, o jogo de sorrir, brincar! É jogo,  coletivo. É também essa congregação das diferenças, das peculiaridades, das curiosidades, exatamente como é  dentro do espaço sagrado, foi o propósito da dinâmica.

100_2938

6º  Momento Dinâmica da transmissão do Axé

O instrumento utilizado para trabalhar a temática foi uma dinâmica de grupo

100_2983 

È preciso considerar as sensações e impressões que se sente, quando existe a permissão de viver a experiência da dinâmica.

 100_2963

Os valores civilizatórios em  debate,  tem sido ampliado consideravelmente, o  movimento das comunidades tradicionais afro-gaúchas de reafirmar suas singularidades, anunciam o próximo momento.

7ª Momento Atração Cultural

20

Á professora Zélia Lima, representando a Rede Cultura na Rua- Guaíba, tráz a  personagem Angola 
17 

Atração cultural ficou por conta da personagem Angola, ela vem trazendo uma mensagem.

18

A  riqueza cultural africana, mesclada  com mensagens de  provocações, tendo como principal alvo o estigma em 
torno da AIDS. surprendendo a todos.

8 ª Momento Debate

O começo da conversas foi  afiadíssima

DSCF0844 

Permeou a discussão a curiosidade, dúvidas,  e muita  vontade de descobrir 
e esclarecer,

 100_2959

  O filhos de Pai Zé  entraram na roda de conversa, demosntrando  não se contentar com meias respostas.

100_2965

 

100_2958

Como o próprio nome diz, é uma ação de prevenção da Rede que vem ganhando novas dimensões e significações.

9º Momento Lembranças do evento

P4110012

Usando e abusando da originalidade do mimo que foi oferecido  aos participantes

 P4110014

Demostração de criatividade com as  velas em diversas cores simbolizando a vida.

19

A direção espiritual da casa religiosa. também, teve o cuidado de elaborar um material informativo que foi distribuido. Para que todos possam aprofundar o conhecimento de todos/as e que a roda de conversa possa levar mudanças profundas no pensamento e comportamneto das comunidades tradiconais de terreiras do Batuque do sul, onde um diálogo de promoção e valorização da vida é possível.

10ª Momento

Houve a gravação de depoimentos para campanha  de Prevenção da Aids

DSCF0845

Sucesso total na abertura da Roda de Conversa o Batuque do Sul Promoveno a Vida, na terreira de Pai Zé de Oxalá em Gravatai- RS  no dia 20 de abril de 2012, que abriu gentilmente as portas de seu Ilê, com seus filhos, recebendo convidados, e os gestores da Secretaria Municipal e Estadual da Saúde.Para trabalhar o tema prevenção dentro da terreira, o  projeto piloto foi pensado para acontecer em um lugar muito sagrado, no qual para os frequentadores, ainda imperam valores como a palavra, a partilha o respeito a amizade e a vivência do coletivo.

A metodologia teve a previsão de 3 horas, por essa questão foi dividida em  momentos.

1º Momento de espera expectativa

100_2926

Na foto Mãe Gilca de Yemanjá, Mãe Fátima de Oxalá, Mãe Carmen de Oxalá e o anfitrião Pai Zé de Oxalá.

A terreira de Pai Zé de Oxalá, abriu a 1ª de uma série de  encontros, que é a proposta do piloto. Sbca- Sociedade Beneficente Cultural Africana   escreve uma página na história da religião no estado do Rio Grande do Sul, diante da epidemia da Aids

 DSCF0829

A participação  do Pesquisador Marcelo Musscari, Mãe Gilca de Yemanjá e o Presidente do Conselho de Saúde – RafaeliMarques da Silva prestigiando a abertura  do evento.

DSCF0826

Contou com a presença de Ricardo Brasil Charão (em destaque) coordenador da Seção de DST/AIDS da SES/RS.

100_2953

Equipe do DST /Aids –

2º Momento Abertura

Abertura oficial ficou por conta do chefe da casa

 P4110025

Pai Zé de Oxalá, organizando para dar inicio abertura oficial do evento, Batuque do Sul, importante resposta estratégica para construir politicas públicas sobre ações de prevenção as DST/Aids e Hepatites Virais.

100_2934

Na abertura liturgica houve  muitos toques : atabaques e  adjás, para chamar os orixás abençoar todos. Pai Zé de Oxalá, manifestou emoção e alegria de estar recebendo o estado brasileiro em sua terreira, explica que a intervenção  está sinalizando  novos tempos, de reconhecimento do espaço sagrado como, um espaço que valoriza e promove a vida.

.100_2940

3º Momento  Apresentação da Rede 

Fala de Mãe Carmem (1)

Mãe  Carmen de Oxalá

A Mãe Carmen de Oxalá, coube o mérito de revelar a trajetória da Matriz africana em reposta a epidemia da Aids, foi ganhando corpo a partir do 1º Seminário AIds e Religião, seguido  no 1º Encontro Aids e Religião de Matriz Afro-brasileira, aconteceu em Porto Alegre RS, é  daí que  nasceu em 2009  a Rede de Núcleos de Ilês Afro Aids, terminava o periódo de silêncio dentro dos terreiros sobre a Aids. O povo do Batuque do Sul,  não havia se expressado de forma ativa e aberta sobre o tema, a partir de 2009 entrou no debate .        

100_2974

     Jair Andrade ,   Alessandra Zambeli Alberti ,Eliana Xavier e Jaqueline Oliveira

equipe de técnicos do Departamento estadual de DST/Aids e Ações em Saúde da População Negra (DAS) da Secretaria da Saúde,Coordenados por  Ricardo BrasilCharão, acompanharam o projeto piloto.

4 º Momento Dinâmica do Nome

100_2970

5 º Momento atividade Dinâmica do abraço

Braços entrelaçados, o jogo de sorrir, brincar! É jogo,  coletivo. É também essa congregação das diferenças, das peculiaridades, das curiosidades, exatamente como é  dentro do espaço sagrado, foi o propósito da dinâmica.

100_2938

6º  Momento Dinâmica da transmissão do Axé

O instrumento utilizado para trabalhar a temática foi uma dinâmica de grupo

100_2983 

È preciso considerar as sensações e impressões que se sente, quando existe a permissão de viver a experiência da dinâmica.

 100_2963

Os valores civilizatórios em  debate,  tem sido ampliado consideravelmente, o  movimento das comunidades tradicionais afro-gaúchas de reafirmar suas singularidades, anunciam o próximo momento.

7ª Momento Atração Cultural

20

Á professora Zélia Lima, representando a Rede Cultura na Rua- Guaíba, tráz a  personagem Angola 
17 

Atração cultural ficou por conta da personagem Angola, ela vem trazendo uma mensagem.

18

A  riqueza cultural africana, mesclada  com mensagens de  provocações, tendo como principal alvo o estigma em 
torno da AIDS. surprendendo a todos.

8 ª Momento Debate

O começo da conversas foi  afiadíssima

DSCF0844 

Permeou a discussão a curiosidade, dúvidas,  e muita  vontade de descobrir 
e esclarecer,

 100_2959

  O filhos de Pai Zé  entraram na roda de conversa, demosntrando  não se contentar com meias respostas.

100_2965

 

100_2958

Como o próprio nome diz, é uma ação de prevenção da Rede que vem ganhando novas dimensões e significações.

9º Momento Lembranças do evento

P4110012

Usando e abusando da originalidade do mimo que foi oferecido  aos participantes

 P4110014

Demostração de criatividade com as  velas em diversas cores simbolizando a vida.

19

A direção espiritual da casa religiosa. também, teve o cuidado de elaborar um material informativo que foi distribuido. Para que todos possam aprofundar o conhecimento de todos/as e que a roda de conversa possa levar mudanças profundas no pensamento e comportamneto das comunidades tradiconais de terreiras do Batuque do sul, onde um diálogo de promoção e valorização da vida é possível.

10ª Momento

Houve a gravação de depoimentos para campanha  de Prevenção da Aids

DSCF0845

Encerramento 

As palavras , frases que foram trabalhadas durante a Roda de Conversa o Batuque do Sul Promovendo a Vida ; Evocam o compromisso da religião afro gaúcha com a Prevenção da Aids.

Tags: Redeaidsnúcelosterreiros

Exibições: 334

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço