Cotista, ganhadora do "Prêmio Inventor" da UFBa, conta ao Correio Nagô sua trajetória

No primeiro semestre no curso de Farmácia Generalista na Universidade Federal da Bahia, em 2008, a estudante Emily Karle dos Santos Conceição, 23 anos, se surpreendeu com a reação de uma professora.

“Eu estava calada e todo mundo na sala estava conversando. Uma entrou na sala e disse ‘Emily, eu só escuto a sua voz’. Eu respondi dizendo que estava calada. Aí ela me disse ‘sua presença já basta’. Eu nunca esqueci isso”, conta ao Correio Nagô a estudante que é negra e cotista.

Prestes a se formar, Emily relata que a trajetória como cotista em uma das maiores universidades do Nordeste não foi fácil. “Quer dizer que eu calada e ela me dá sermão, dizendo que minha presença já era demais. Esse foi apenas um caso. Tem também muito racismo institucional. Parece que a gente não existe, mas quando a gente demonstra competência as pessoas são obrigadas a nos tolerar”, complementa.

E foi com o estudo e o esforço que a estudante diz ter mudado a situação. No último dia 18 de outubro, Emily foi agraciada com o “Prêmio Inventor: Ufba Homenageia seus Inventores”.

Clique aqui para ler a história no Portal Correio Nagô

 

Exibições: 537

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Vanderson em 1 novembro 2012 às 15:49

O mundo td alem das campanhas de BOICOTES E DESLIGADAS DE AUDIENCIAS NAZISTA,  mas já estão trabalhando a finco para EXIGIR  ou por JUSTIÇA o o que nos é de DIREITOS!

COTAS PARA BRANCOS EM TD QUE SÃO DE CRIATIVIDADES PRETAS E INDIGENAS!!!!!!!!!!

PRETO E CINZAAAAAAAAAAAAAA

Comentário de Maria Isabel (Isa) Soares em 31 outubro 2012 às 1:37

Parabéns Emily.

Comentário de Vanderlay Reina em 30 outubro 2012 às 22:47

Parabéns por ter sido forte e confiado na força da sua ancestralidade Nagô.vanderlay

Comentário de Luis de la Orden Morais em 30 outubro 2012 às 8:02

Parabéns!

Comentário de Delanir Cerqueira em 30 outubro 2012 às 0:57

Parabéns Emily, apesar deles (os professores doutores) nos olharem com desconfiança quando adentramos a universidade, você provou que com garra, determinação e disciplina se alcança a vitória, nosso objetivo maior. Não temos que mostrar pra ninguém que somos bons, nos sabemos o que somos e o que queremos. Axé de Zumbi e Abdias pra você!

Comentário de maria olina souza em 29 outubro 2012 às 17:49

Parabéns Emily, nós negras/os sabemos o que é concluir segmentos de estudo neste país!

Depois das "justificativas" do Rodrigo santana( neto da Adelaide) é um alento ler as notícias de seu recente sucesso, pois sei que mts virão.

Um abraço e sei que nem precisa te dizer para brilhar cada vez mais a ponto de ofuscar quem ousar te impedir.

Comentário de Gizelda Alves em 29 outubro 2012 às 17:42

Parabéns!!! se o problema é competencia, nao seja por isso. Brilhante.

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço