Criança negra torna-se a pessoa mais jovem a criar um jogo de vídeo móvel

Aos 7 anos de idade, Zora Ball tornou-se a pessoa mais jovem para criar um jogo de vídeo móvel. O aplicativo foi apresentado na Universidade de Pensilvânia Expo Bootstrap no mês passado, segundo relato do jornal americano Philadelphia Tribune.

 A jovem Bola desenvolveu o jogo usando o Bootstrap, uma linguagem de programação que geralmente é ensinada aos estudantes com idades entre 12 e 16 anos, para ajudá-los a aprender conceitos de álgebra por meio de desenvolvimento de jogos de vídeo. De acordo com o blog Mashable, Ball também refez o aplicativo quando solicitado a fazê-lo na Expo, silenciando qualquer um que poderia ter pensado que seu irmão mais velho a ajudou a programar o jogo.

s-ZORA-BALL-large

 

Os funcionários Harambee Instituto de Ciência e Tecnologia, onde Bola faz o primeiro grau em um programa chamado STEMnasium, que funcioan após o horário escolar, antecipou que ela vai fazer grandes coisas no futuro."Estou orgulhoso de todos os meus alunos", Tariq Al-Nasir, que lidera o programa. "Sua dedicação a este programa é fenomenal, e eles vêm para a aula todos os sábados, incluindo os intervalos de férias."

No ano passado, o portal Huffington Post escreveu sobre Kelvin da Silva, de 13 anos, de Serra Leoa, que criou baterias e geradores, utilizando materiais que aprendeu em casa. Três anos depois, ele se tornou a pessoa mais jovem a ser convidado para visitar um programa de treinamento do MIT 

 

Do Huffington Post, com tradução do CORREIO NAGÔ.

 

 

Exibições: 516

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Gilson Rego em 8 fevereiro 2013 às 18:20

Excelente reportagem. aproveitando a oportunidade gostaria de fazer referencias a grandiosa obra" Lelia Gonzalez", publicada pelo selo negro. Livro de simples leitura e com um denso conteudo acerca da trajetoria de uma das maiore ativistas do Movimento Negro contemporaneo. Os autores Alex Ratts e Flavia Rios estão de parabéns.

Comentário de Reginaldo feliciano em 7 fevereiro 2013 às 13:07

Viva !!!

Comentário de Valdir Campos Estrela em 7 fevereiro 2013 às 11:24

Pois é, quando há efetivamente oportunidades para todos os seres humanos particularmente na infância e adolescência  não existe teoria de curva do sino que se sustente e sustente teorias racistas que levam a idéias e práticas de etnocídio cultural e até físico.

Comentário de Adelson Silva de Brito em 7 fevereiro 2013 às 10:21

As nossas crianças precisam de incentivo, apoio e respeito,para que venham a somar com as importantes contrihições afins aos seus potenciais. Precisamos entender que a Escola é a Mãe de Todas as Idéias e que não pde ser pensada como um depósito de seres humanos enquanto a sociedade segue empenhada em um projeto de sobrevivencia despserdiçando as oportunidades. Afinal o Brasil não pode continuar a sustentar uma cultura de serviços e exportação de comodities.E tudo começa com as crianças que temos hoje.

Comentário de Jc Historiador em 7 fevereiro 2013 às 9:12

 Fico orgulhoso em saber que nossas crianças estão cada vez mais inteligentes.

Comentário de BRUNO IGOR RODRIGUES em 7 fevereiro 2013 às 8:52

Puxa...elas são gênios da ciência...de fato....

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2020   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço