Dialética do Acarajé: Freud, Lacan e Jorge Amado

"... na fimbria do mar ou na montanha, onde corre sempre uma cariciosa aragem, vive o povo mais doce do Brasil".

Jorge Amado - Trecho do livro Bahia de Todos os Santos 

2012 é o ano do Centenário do escritor que fez da Bahia o cartão postal da literatura brasileira. Fazendo jus a uma digna homenagem, tão merecida quanto, a Nova Escola Lacaniana de Psicanálise - NELP, brasileira por excelência, t

orna único essa homenagem merecida, num momento ímpar da Escola. A Dialética do Acarajé é um convite a brasilidade é um convite a Psicanálise Brasileira. Jorge Amado opera no que obsta os ditames literários, no campo do coletivo e das formações do inconsciente. A Bahia não é só a Bahia, a Bahia é a síntese, o significante mestre que melhor define o Brasil. Nesse mês de setembro a Nova Escola de Psicanálise, abre suas portas para o dendê, para o acarajé, para os orixás, para o povo de santo, para o povo negro, para o quindins de Iaiá etc., abre as portas para a Bahia e sua gente, abre as portas para que Jorge Amado seja lembrado, saudado e imortalizado. 

Axé sem fim e quem venha o IV Bloomsday da Nova Escola Lacaniana de Psicanálise - NELP (Goiânia)

Patrick de Oliveira 
Psicólogo e Psicanalista 
Diretor Geral da Nova Escola Lacaniana de Psicanálise - NELP

Exibições: 372

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2021   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço