Discutindo a sustentabilidade da causa da equidade racial no Nordeste

No próximo dia 10 de abril, organizações do Movimento Negro e órgãos de promoção da igualdade racial discutem com representantes do CEAFRO (UFBA), Instituto Steve Biko e Fundação Kellogg alternativas para sustentabilidade das iniciativas de combate ao racismo.

O encontro faz parte da programação da Fundação Kellogg para a região Nordeste que se iniciou em 2008, através da consulta a algumas lideranças negras e foi ampliada, em 2009, com a realização do Mapeamento de políticas, organizações e lideranças negras do Nordeste, realizado pelo CEAFRO, programa do CEAO - Centro de Estudos Afro-Orientais da UFBA.

O propósito da Fundação Kellogg é promover a equidade racial como forma de inclusão social, através da criação de um mecanismo sustentável de captação e aplicação de recursos. A idéia é que a iniciativa seja feita em conjunto com os movimentos negros e que crie parcerias intersetoriais com governos, empresas e universidades.

Na reunião, aberta ao público, serão apresentados dados do levantamento das principais políticas e organizações nordestinas visitadas pelo CEAFRO e será divulgada a proposta de atuação da Fundação Kellogg para os próximos anos. Além disso, o Comitê Programático, formado por lideranças reconhecidas pela luta contra o racismo, será apresentado ao público. O evento será um espaço aberto para que os movimentos possam dar sugestões ao desenvolvimento de estratégias para sustentabilidade da luta contra o racismo.

Segundo Andrés Thompson, diretor de programas para a América Latina e Caribe da Fundação Kellogg, o objetivo é garantir a sustentabilidade da causa racial. “Queremos estabelecer diálogos e parcerias com diferentes segmentos da sociedade, sejam movimentos sociais, empresas, ONGs ou organismos públicos. A intenção é identificar e nos conectar aos atores-chave da causa, entender o que tem sido feito e as principais barreiras e inovações no que se refere à busca pela equidade racial no Brasil".

Para o doutor em Administração Pública e membro do Comitê Programático, Elias Sampaio, “um dos elementos cruciais que fazem do Brasil um país desigual é exatamente a existência da desigualdade racial. Em função da forma como o racismo opera aqui, ele acaba impedindo o processo de desenvolvimento econômico e social. Então, investir nessa discussão é fundamental".

A diretora do Geledés, Sueli Carneiro, que também é parte do comitê, ressalta a importância do debate para a integração regional “Esse trabalho está resgatando processos regionais que possibilitarão um reflorescimento de estratégias coletivas do movimento negro na região Nordeste.”

A Fundação Kellogg foi criada em 1930 por um industrial da área de cereais e atualmente é uma das maiores fundações dos Estados Unidos. Hoje a instituição tem trabalhos nos Estados Unidos, na América Latina e Caribe.

A atuação da Fundação Kellogg está historicamente concentrada nas áreas de saúde, desenvolvimento rural; nutrição humana, juventude, educação básica e desenvolvimento de voluntariado. No Brasil, sua programação 2008–2013 foca a equidade racial e desenvolvimento, uma vez que, por meio do diálogo com o movimento negro, foi identificado que a problemática social do país está calcada nas desigualdades históricas baseadas no racismo.

O quê: Reunião “Discutindo a sustentabilidade da causa da equidade racial no Nordeste”

Quando: 10 de abril de 2010, das 8h30 às 17h Onde: Faculdade de Economia da UFBA. Praça da Piedade, S/N Salvador - Bahia

Contatos: Trícia Calmon: 8752-4582 e Roseni Sena 31 9951-8838 (Consultores da Fundação Kellogg)/ Iranildes Aquino 8883-1843 e Paulo Rogério 9637-5920 (CEAFRO)

Exibições: 154

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Elisabeth de Camargo Francisco em 4 abril 2010 às 20:46
Esta
é uma inf / importante na medida do que acontece atualmente na questão racial.Parabens pela
mensagem é preciso estar informada e saber com quem estamos lidado p/ se chegar ao nosso ideal.
Comentário de Edileuson de Almeida Santos em 1 abril 2010 às 14:48
Independente das conquistas que estamos obtendo ao longo de toda a história, nota-se que tais propósitos se aplicam de forma diversificada.
O primordial é justamente propagar os ideais de justiça e igualdade entre os seres.
Como diz a minha prima Nazaré Lima: -- Temos que persistir sempre irmãos!
Comentário de Elaine de oliveira em 31 março 2010 às 20:39
Obrigada pela a informação,essa palestra para mim é muito importante,mesmo porque acabei em me formar em gestor de projetos e no final do ano me formo em Serviço Social,Mas porem estou muito longe em São Paulo,mesmo assim gostaria de continuar recebendo suas informações.Muito Obrigada! Elaine
Comentário de anita de jesus costa em 31 março 2010 às 19:00
Paulo é muito importante , p mim, so q et com
minha filha recenascida, primeira filha, participo
varios eventos, como seminario,palesta,etc..so
q et afastada um pouco...mas irei um dia, proximo.
bjs....
Comentário de layane cristina dias fonseca em 31 março 2010 às 17:12
esteri lá
Comentário de ismael silva em 31 março 2010 às 16:43
Ops: Estarei lá! muito importante!
Comentário de Aidan Foluke em 31 março 2010 às 4:49
Paulinho, interessante! Dei-me mais informações!
bjao

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço