Ellinah Wamukoya é a primeira mulher eleita bispo em África

O pequeno reino da Suazilândia, situado entre a África do Sul e Moçambique, acaba de fazer história ao eleger Ellinah Wamukoya, de 61 anos, para bispa, num momento em que a Igreja Anglicana Inglesa discute a eleição ou não de mulheres para as funções de bispado.

Segundo a BBC, o arcebispo Anglicano de Cape Town espera agora a decisão positiva da Igreja Anglicana Inglesa. O reverendo Thabo Makgoba disse que "Os céus trovejam enquanto escrevo: testemunhamos um grande momento, e agora parece que os céus nos vão dar a chuva de que o nosso país e o nosso povo bem precisam."

Na cerimônia realizada no sábado passado, David Dinkebogile disse que estava destinado a consagrar um bispo "não uma mulher negra, não uma africana, não uma mulher Suazi. Ela será a pastora de todos, homens e mulheres, negros e brancos, para Suazis e não Suazis, na sua diocese," concluiu.

Em declarações à agência AFP, esta antiga Mayor (presidente da Câmara) da capital do país, Manzini,  disse que vai "tentar representar as atribuições maternais de Deus."

Por Elisângela Ferreira-Correspondente do Correio Nagô no RN

Exibições: 108

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço