Entidades negras do Carnaval de Salvador negam nota de apoio ao Camarote Salvador

Por André Santana

Redação Correio Nagô 

Diferente do que informa nota publicada por veículos da imprensa baiana, associações como Fórum de Entidades Negras e Associação dos Afoxés, que defendem as entidades de matriz africana do carnaval baiano, negam ter assinado qualquer documento em favor do Camarote Salvador. A nota seria uma reação de entidades carnavalescas contra ação civil pública ajuizada na Defensoria Pública da União da Bahia (DPU/BA), no último dia 10 de fevereiro, solicitando o embargo e a supressão da estrutura já montada do Camarote Salvador, que ocupa área da Praça de Ondina e foi denunciado pelo movimento #DesocupaSalvador.

Procurado pela equipe do Correio Nagô, o presidente do Fórum de Entidades Negras, Walmir França, se mostrou surpreso com a inclusão do nome da associação, que reúne onze entidades do Carnaval. “Não assinamos nada e nem autorizamos o uso no nosso nome nesta nota”. França informa que participou apenas de uma reunião no Othon Palace Hotel, segunda-feira, 13, para discutir os prejuízos causados pela greve da Polícia Militar na economia do Carnaval e não tratou do caso do Camarote Salvador. Entre as propostas apresentadas pelas entidades está a redução das taxas e impostos cobrados pelo Governo do Estado e Prefeitura aos blocos, camarotes, vendedores ambulantes e demais envolvidos na Folia.

Entre as entidades que teriam assinado a nota de apoio ao Camarote Salvador estão: a União de Entidades de Samba da Bahia (UNISAMBA), União dos Blocos de Percussão e a Federação das Entidades Carnavalescas e Culturais da Bahia. Em 2011, essas três entidades integraram um movimento formado por mais de cem organizações carnavalescas, exigindo contrapartida do faturamento gerado pelos seus desfiles frente aos camarotes e arquibancadas nos circuitos do carnaval.

A União dos Blocos de Samba da Bahia (UNISAMBA), por meio do seu presidente, José Luís Arerê, confirma o apoio ao Camarote Salvador: “Seria um desastre para o Carnaval de Salvador que um camarote como aquele fosse desmontado agora, próximo à festa, e depois de tantos prejuízos que já tivemos por conta da greve. No próximo ano, o camarote pode ser revisto, mas para esse ano não dá mais”, afirma. Apesar de alguns representantes de blocos, inclusive de samba, afirmarem ao Correio Nagô que a questão do Camarote Salvador não teria sido pautada nas reuniões realizadas no Othon, Arerê rebate. “Foi sim, e estavam todos os segmentos representados lá. Pode ter tido gente que não prestou atenção, chegou tarde ou saiu mais cedo, mas discutimos esse tema, sim”, confirma Arerê.

Enfático, o presidente da Associação de Afoxés, Nadinho do Congo, repudiou o uso indevido do nome da associação na nota de apoio ao Camarote Salvador. “Não assinamos. Pelo contrário, temos nos mobilizados contra esses camarotes, que além de reduzir o espaço público da festa, lucram com o espetáculo promovido pelos blocos, sem nada em troca”. Nadinho destacou à ação movida por mais de 120 entidades integradas pelos blocos de trio, afro, percussão, samba, índios, travestidos, afoxés e trios elétricos independentes, contra as empresas que exploram os camarotes e tiveram, em 2011, receitas entre 7 e 14 milhões, sem arcarem com qualquer custo com o planejamento e execução do carnaval de Salvador.

As entidades pediram na Justiça uma contraprestação dos lucros dos camarotes no valor de 30% ou que seja seguido, por analogia, o que determina a Lei Pelé (Lei 9615/98) no caso dos direitos desportivos, em que 20% dos lucros devem ser distribuídos aos atletas participantes do espetáculo ou evento. A ação judicial, é assinada pelo jurista baiano e professor de Direito, Augusto Aras, encontra-se na 20a Vara do Tribunal de Justiça da Bahia. 

Exibições: 2609

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Marco Antonio Soares em 15 fevereiro 2012 às 11:30
O prefeito de Salvador não é negro ?
Comentário de Instituto Mídia Étnica em 15 fevereiro 2012 às 10:45

Comentário enviado por uma leitora:

Gostaria que o Fórum de Entidades Negras emitisse uma nota pública negando o apoio ao Camarote $alvador, conforme nota pública divulgada pelo próprio Camarote.

Nós, que admiramos esse Fórum de Entidades, necessitamos de esclarecimento.

Grata,
Ana Dumas

Comentário de Dilnei Severo em 15 fevereiro 2012 às 10:22

Tudo bem, é carnaval e o tema está em pauta.

Mas eu gostaria mesmo é de ver todas estas associações, blocos, representantes diversos, enfim , engajados em outra luta.

Por favor povo baiano . Vamos nos engajar numa luta por melhoria social. Vamos eleger um governador e um prefeito negro no estado da Bahia.

Basta apenas escolher um candidato dentro dos partidos existentes e cerrar posição de votar no cara. Assim podem ser corrigidos vários problemas como a matança  do povo negro pelas forças de segurança.

O Carnaval passa porem  a vida continua...

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço