Especial Dia dos Namorados: 6 casais negros de sucesso!

A afetividade é mais uma das esferas da vida na qual o racismo atua. A negação e inviabilização são algumas uma destas formas. Neste dia dos Namorados o portal CORREIO NAGÔ preparou uma seleção de casais negros que são modelo para nossa comunidade pelo mundo. Confira e sugira outros casais negros que você conhece.

 

Lázaro Ramos e Taís Araújo

O casal negro mais querido do Brasil é um excelente exemplo de inspiração para a juventude. Em um país onde é raro ver um negro de sucesso com uma negra, o exemplo dos dois atores vai fazer história no país, tanto pelo talento como pela consciência  que foge de estereótipos.  Agora com o pequeno João Vicente, nascido no ano passado, a família está completa e pronta para continuar fazendo história no Brasil.

 

 

Chris e Malaak Rock

Eles se conheceram em 1994, depois dele ganhar uma premiação de teatro. Ele era um comediante de 29 anos de idade e ela tinha 24 anos. Enquanto Chris Rock continua levando seu humor engajado por meio de suas produções, como Todo Mundo Odeia o Chris,  Malaak continua seu trabalho filantrópico como fundadora e diretora do projeto Angelrock, que visa informar as pessoas sobre várias organizações de caridade e como eles podem se envolver.

 

 

 

Will & Jada Pinkett Smith

 

 

O casal afro-americano vive há 15 anos juntos e garantem que o segredo do sucesso é manterem uma relação aberta. Seja como for, os pais do pequeno ator, Jaden Smith, são um modelo de beleza e sucesso para negros de todo o mundo. Will Smith é um dos mais bem pagos e admirados atores de Hollywood e junto com sua esposa desenvolver várias ações sociais nos EUA.

 

Jay-Z e Beyonce

Jigga e Bey, como são carinhosamente conhecidos, são dois magnatas do entretenimento que conseguiram sucesso com muita batalha.  Mesmo com carreiras disputadas preservam o amor que eles sentem um pelo outro, apesar de estar em um negócio estressante como o da música.  Agora seu novo bebê, a linda Blue Ivy, o casal ganha um belo complemento.

 

 

Denzel e Pauletta Washington.

Denzel não experimentou o amor à primeira vista quando conheceu  inicialmente sua mulher Pauletta, mas um ano depois os dois se encontraram novamente no set do filme de  Wilma (em que estrelaram juntos, em 1977). Denzel sabia que ela era especial. Cinco anos depois eles se casaram e construíram uma bela família, que inclui quatro filhos. Denzel e Pauletta têm sido capazes de manter uma relação de 28 anos e compartilhá-la com seus filhos. Este casal é um grande exemplo de amor durador.

 

 

Barack e Michelle Obama

 

 

O amor é autêntico, e eles não têm medo de mostrá-lo. Apesar da dura realidade da vida política, o amor funciona de verdade para o casal negro mais famoso do mundo. Ambos são fãs de carteirinha um do outro e formam um casal modelo para toda a comunidade negra mundial. Apesar da grande exposição da mídia, pela vida pública que possuem, eles sempre guardam um tempo para curtir a relação. Os Obamas aprenderam a combinar a política e casamento, normalmente um feito difícil, mas para eles parece ser fácil.

* CorreioNagô.com.br. Com informações do News One.

Exibições: 9696

Tags: namorados, negros

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Rafaela Vipper em 17 junho 2012 às 17:30

Olá, Roksa, o que me incomoda e me irrita muito é a péssima mania que temos em olhar elementos culturais estrangeiros e tomá-los como referência, como se tivéssemos que fazer igual para sermos "enxergados". Infelizmente o brasileiro não reconhece o quanto a nossa cultura é rica e digna de ser valorizada. Sei que querendo ou não as influências existem, mas acho importante que começemos a olhar para o nosso povo. Quanto ao que você disse sobre o que os norte americanos pensam de nós eu não discordo deles, pois é isso mesmo que acontece. Quantas são as mulheres negras brasileiras que tentam seguir os estereótipos das celebridades americanas? Vejo constantemente meninas e mulheres pagando uma fortuna nos salões para que os cabelos fique igual ao de fulana de tal. Só acho que quem fez esta matéria deveria ter dado atenção a casais brasileiros, pois fica parecendo que aqui não tem, é com se os negros daqui não formassem belos casais, é como se o casamento entre negros brasileiros não fosse duradouro...

Comentário de Rafaela Vipper em 15 junho 2012 às 23:54

Gostaria de saber por que que a ênfase foi dada aos casais norte americanos?

Comentário de nivaldo pereira em 15 junho 2012 às 0:22

ONTEM UM TIVE A OPORTUNIDADE DE OUVIR A GRANDE CANTORA ALAÍDE COSTA, CANTANDO DIVERSOS CLÁSSICOS DA MÚSICA BRASILEIRA. E VENDO ALGUNS COMENTÁRIOS DE ROKZA STERN MEIR HABSBURG FIQUEI LEMBRANDO QUANDO ELA FAZ ALUSÃO DAS NEGRAS USAREM SEUS CABELOS NATURAIS E FIQUEI BASTANTE CONTENTE PORQUE ALAÍDE COSTA HÁ MUITO TEMPO VEM USANDO SEU CABELO NATURAL

Comentário de Rita de Cassia em 14 junho 2012 às 16:01

A velocidade do amor é proporcional às concentrações de respeito, humildade, alegria, amizade, sinceridade e compromisso presente na vida de cada um de nós, multiplicada por uma constante essencial em nossos corações: a capacidade de amar." Dedico esta mensagem aesses casais negros lindos e a todos os casaia de namorados negros que não estão nestapágina também.

Comentário de Inaiá Boa Morte Santos em 13 junho 2012 às 21:23

Muito lindos

Comentário de IRACI DE FREITAS PINTO em 12 junho 2012 às 23:48

Pena que a maioria são de estrangeiro, os homens negros brasileiros só querem para sua esposas as mulheres branquissimas independente de da classe social em que ele esteja. E não digam que errada!!!

Comentário de Nilva Sader em 12 junho 2012 às 19:08

http://caras.uol.com.br/noticia/casal-isabel-fillardis-e-julio-cesa...

Isabel Fillardis e Júlio César Santos.

Como é difícil encontrar casais negros famosos e bem-sucedidos no Brasil. Infelizmente a maioria, quando ascende socialmente, termina se afastando da sua origem étnica. E não falo isto por pura crítica não. É que as pessoas costumam se relacionar dentro de seu próprio círculo de amizades, atividades etc e, normalmente não encontram negros nestas novas situações, devido à exclusão secular que lhes foi imposta, além da cultura da casa grande que foi assimilada e, quando estão em situação privilegiada, sentem-se um igual, mera ilusão, pois não percebem que por detrás do trato cordial, para aqueles eles não passam de "neguinhos" com dinheiro. Quantos são os negros atores e artistas na mídia nacional? Quantos são os empresários?

Triste terra brasilis !

Comentário de nivaldo pereira em 12 junho 2012 às 11:35

GRANDE LINALDO JEFERSON PEREIRA MARTINS VOCE TEM DOIS SOBRENOMES DE PESSOAS CONSCIENTES. UM É THOMAS JEFERSON QUE PARECE QUE FOI HISTORICAMENTE UM DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA DO NORTE BASTANTE HUMANISTA E O OUTRO É O MEU. ASSIM EXPLICA SUA MANEIRA DE VER MUITO CONSCIENTE ESSA QUESTÃO. VOCE ESTÁ DE PARABÉNS. SE HOUVESSEM DIVERSOS NEGROS E NEGRAS DO SEU QUILATE ESSA CONSCIÊNCIA DO QUE É SER NEGRO (A) NAS SOCIEDADES HOUVE A ESCRAVIDÃO SERIA OUTRA. MUITO BEM ABORDADA A QUESTÃO SIGA EM FRENTE NOS ENSINANDO O QUE É SER AFRO BRASILEIRO

Comentário de linaldo jeferson pereira martins em 12 junho 2012 às 11:15

só pra completar,essa auto discriminação é culpa do racismo velado,onde é tão bem feito q fez o negro acreditar q aqui não existe ,tornando-se um ser passivo de facil assimilação em estultices.o racismo aberto gera homens e mulheres consciente de seu papel em relação a essas asneiras.dai a "evolução" dos negros americanos.

Comentário de linaldo jeferson pereira martins em 12 junho 2012 às 11:08

vamos ser verdadeiros e jamais hipocritas.os negros brasileiros assimilaram a lavagem cerebral imposta pela clase dominante e a igreja catolica.o negro brasileiro se acha feio e inferior.vejamos:geralmente as mulheres brancas dos negros no brasil não são bonitas,não tinham dinheiro antes do golpe da barriga,sem formação e geralmente encontradas em bares  feitos exatamente para q "aconteça" o inicio do "casamento".que explicação alguem teria por exemplo o jogador robinho "amar" a sua esposa e não notar uma Roberta Rodrigues.pura auto descriminação não sei se consiente ou inconciente em seu cognitivo,porisso os exemplos citados pela reportagem serem quase todos de negros americanos,enquanto aqui é impossivel se ver casais de negros nos estados unidos o dificil ou quase impossivel será ver um negrou ou negra fazendo par sentimental com branco ou branca,não por serem racistas mais porque,se respeitam,se gostam,se acham bonitos e jamais se veem feios ou inferiores,defino isso como "nacionalismo racial".detalhe:do jeito que a coisa tá no brasil,será q daqui a 100 anos,teremos negros aqui..

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Sobre

© 2014   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço