Ex-Pantera Negra se livra de pena de morte nos EUA

O ativista negro Mumia Abu-Jamal, ex-membro do grupo Panteras Negras, não será mais executado, anunciou nesta quarta-feira (7) a Procuradoria da Filadélfia, no estado da Pensilvânia, após 30 anos de batalhas legais.

Abu-Jamal foi condenado à pena de morte pela morte do policial branco Daniel Faulkner em dezembro de 1981 e, após a decisão da Procuradoria, cumprirá agora a pena de prisão perpétua, segundo as leis do estado da Pensilvânia.

Mumia (Foto: AP)
Mumia Abu-Jamal em foto de 12 de julho de 1995 (Foto: AP)

Grupos de ativistas e de direitos humanos haviam pedido para que mudassem a pena de morte de Abu-Jamal e uma corte federal de apelações dos EUA ordenou um reexame da condenação, sem mudar o veredicto de culpado pelo assassinato.

Abu-Jamal, de 57 anos, sempre negou ter cometido o crime. O caso se tornou uma causa célebre dos críticos da pena capital.

Fonte - G1

Exibições: 445

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Maria Isabel (Isa) Soares em 10 dezembro 2011 às 23:23

Que se faça justiça!!!!!!!!!!!

 

Comentário de Leo Lopes em 9 dezembro 2011 às 10:36

É preciso que a luta pela liberdade imediata de Mumia Abu Jamal seja encampada por todos nós, é um absurdo o que fizeram com ele ao longo destes 30 anos, em Campinas na decada de 90 fizemos inumeras ações de divulgação do caso e por pelo tres vezes Mumia sofreu o risco eminente de ser declarada a sua morte, mas devido a mobilização internacional em sua defesa, em todas nós vencemos. Agora é a hora de tornar-mos publica novamente esta gritante injustiça e exigir do governo americano uma posição. MUMIA LIVRE JÁ!!!

Comentário de Belezas de Kianda em 8 dezembro 2011 às 9:41

Na minha opinião, essa prisão perpétua é um tipo de morte.

Comentário de Thyko de Souza em 8 dezembro 2011 às 4:41

Fico ligeiramente feliz em saber que ao menos, ele não será executado como muitos abutres americanos da corte queriam, mas ainda assim, infelizmente não ausentaram-do da culpa. Acompanho este caso e já li o livro escrito pelo próprio Mumia Abul-Jamal "AO VIVO DO CORREDOR DA MORTE".

Comentário de Rosivalda Barreto em 8 dezembro 2011 às 0:14

Negro Drama!

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço