Exibições: 516

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Eu em 28 dezembro 2011 às 9:26

O que acontece nos EUA agora e' resultado de um processo, que começou, no tempo escravagista com a ajuda de escravos que refugiavam outros ex-escravos ou pagavam pela indepenediacia de outros, criavam de cidades e comunidades sociais negras como igrejas, escolas, medicos e universidades, como por exemplo, African-American Methodist Church, Tuskigee College associaçãoes com NAACP, ou intelectuais oriundos de experiências racistas como WEB Dubois, Boker T Waschington, Malcon X, Rosa Parks entre outros(as) e que fez Americanos pensar, Malcon X foi um exemplo do que pode acontecer se o sistema se torna extremamente segregado, pode criar extremistas inteligentes como ele que queria a separação total e comercial dos EUA, branco e negro e realmente fez EUA pensar, pois a perda econômica e territorial seria enorme. Martin Luther King, preferidos pelos lideres brancos por ser mais brando nao pensando em separação mas integracão, com o movimento Civil Rights.O Movimento Civil Righrs foi apoiados pelos lideres brancos da época como Presidente Kennedy, temendo a proposta segracionista de Malcon X. Depois tem Muhammed Ali.Os Black Panther Party movimento, lutando contra a brutalidade policial....e hoje vc tem  Charles F. Bolden, Jr o  homen na NASA, Barack Obama, Michele Obama, Oprah, dona de uma TV, profissionais Universidatios, Cientistas, professores, Esportitas, Administradores, Advogados, Cantores, políiticos, produtores, Atores, diretores, escritores, jornalistas, profissionais em todas as areas, donos de negocios, pastores, gerentes, recepcionistas, aeromoças, pilotos, padres, bancarios, banqueiros, funcionários do governo, militares (em todos os escalões)  todos eles alicersados uns pelos outros ao longo da historia, lutando por espaço, respeito,igualdade de direitos como cidadões e ajudando a empregar outros e sendo empregados e ajudando o pais a crescer forte e igual, fortalecendo a economia como um todos os outros grupo. e como todos os outros grupos também comentendo erros. Mas integrados. Uma sociedade mais igual. Se reconhecendo como humanos.Todos ele votando neles mesmos, e se reconhecendo como líderes, não perfeitos, mas tão capazes como os outros grupos etnícos, que como os outros podem cometer erros e acertos mas tem que continuar na liderança e continuar também liderando. O Brasil também tem o seu processo, basta apenas acreditar uns nos outros, se aliar, se organizar e se ajudar. Sem exigir perfeição, mas assegurar o seu direito de está na liderança com erros e acertos mas fazer  sua voz ser ouvida e o mais importante esta na frente e não se vender. Nao ser boneco para outros. Defender a bandeira da diáspora. Aliados outros grupos mas estar sempre a frente, nao ser patronalizado ou paternalizado por outros. Boa sorte e siga em frente. Vcs também podem. nao é um livro de receitas mas experiência de vida, participação ativa ...Kwanzaa é um exemplo desses novos pensadores.Um momento de reflexao, do sofrimento, da luta, integridade e da vitória. Celebrar o passado da forma antiga e de uma nova forma renovando as lembraças para as novas geraçãoes. Por que não? :)

Comentário de Eu em 28 dezembro 2011 às 9:24

O que acontece nos EUA agora e' resultado de um processo, que começou, no tempo escravagista com a ajuda de escravos que refugiavam outros ex-escravos ou pagavam pela indepenediacia de outros, criavam de cidades e comunidades sociais negras como igrejas, escolas, medicos e universidades, como por exemplo, African-American Methodist Church, Tuskigee College associaçãoes com NAACP, ou intelectuais oriundos de experiências racistas como WEB Dubois, Boker T Waschington, Malcon X, Rosa Parks entre outros(as) e que fez Americanos pensar, Malcon X foi um exemplo do que pode acontecer se o sistema se torna extremamente segregado, pode criar extremistas inteligentes como ele que queria a separação total e comercial dos EUA, branco e negro e realmente fez EUA pensar, pois a perda econômica e territorial seria enorme. Martin Luther King, preferidos pelos lideres brancos por ser mais brando nao pensando em separação mas integracão, com o movimento Civil Rights.O Movimento Civil Righrs foi apoiados pelos lideres brancos da época como Presidente Kennedy, temendo a proposta segracionista de Malcon X. Depois tem Muhammed Ali.Os Black Panther Party movimento, lutando contra a brutalidade policial....e hoje vc tem  Charles F. Bolden, Jr o  homen na NASA, Barack Obama, Michele Obama, Oprah, dona de uma TV, profissionais Universidatios, Cientistas, professores, Esportitas, Administradores, Advogados, Cantores, políiticos, produtores, Atores, diretores, escritores, jornalistas, profissionais em todas as areas, donos de negocios, pastores, gerentes, recepcionistas, aeromoças, pilotos, padres, bancarios, banqueiros, funcionários do governo, militares (em todos os escalões)  todos eles alicersados uns pelos outros ao longo da historia, lutando por espaço, respeito,igualdade de direitos como cidadões e ajudando a empregar outros e sendo empregados e ajudando o pais a crescer forte e igual, fortalecendo a economia como um todos os outros grupo. e como todos os outros grupos também comentendo erros. Mas integrados. Uma sociedade mais igual. Se reconhecendo como humanos.Todos ele votando neles mesmos, e se reconhecendo como líderes, não perfeitos, mas tão capazes como os outros grupos etnícos, que como os outros podem cometer erros e acertos mas tem que continuar na liderança e continuar também liderando. O Brasil também tem o seu processo, basta apenas acreditar uns nos outros, se aliar, se organizar e se ajudar. Sem exigir perfeição, mas assegurar o seu direito de está na liderança com erros e acertos mas fazer  sua voz ser ouvida e o mais importante esta na frente e não se vender. Nao ser boneco para outros. Defender a bandeira da diáspora. Aliados outros grupos mas estar sempre a frente, nao ser patronalizado ou paternalizado por outros. Boa sorte e siga em frente. Vcs também podem. nao é um livro de receitas mas experiência de vida, participação ativa ...Kwanzaa é um exemplo desses novos pensadores.Um momento de reflexao, do sofrimento, da luta, integridade e da vitória.

Comentário de Instituto Mídia Étnica em 28 dezembro 2011 às 7:05
Comentário de José Cezário Miguel Aschar em 28 dezembro 2011 às 4:35

Então, que nós, homens e mulheres, saibamos/aprendamos a plantar os "primeiros frutos" durante todo o ano de 2012.

Com açúcar e com afeto meu abraço aos Amigos deste espaço.

Comentário de BRUNO IGOR RODRIGUES em 27 dezembro 2011 às 20:19

QUE BACANA...ADORO RECEBER AS NOTÍCIAS DE NOSSA CULTURA,ESSE FOI MAIS UM ANO DE LUTA CONTRA A ALIENAÇÃO,MAS,TEMOS MUITO PELA FRENTE,POSSO NOTAR ISSO EM MEU DIA-A-DIA,VCS SÃO ÍCONES PRA NÓS,E SÃO DE FUNDAMENTAL IMPORTÂNCIA PRA TODOS OS BRASILEIROS OU NÃO,QUE POUCO SÃO LEMBRADOS E TÃO POUCO SUA CULTURA,ESPERO QUE VCS TENHAM MUITOS KWANZAAS PELA FRENTE E QUE ESTEJAM SEMPRE CONOSCO.

   UM FORTE ABRAÇO,

   BRUNO IGOR RODRIUES

Comentário de Maria Isabel (Isa) Soares em 27 dezembro 2011 às 11:56

KWANZAA para tod@s. Que linda palavra! Obrigada gente!

 

Comentário de JORGE EUMAWILYÊ SANTOS em 27 dezembro 2011 às 10:45

Olá, GALERA CN/IME!

Tudo em paz?

Paz sempre e, principalmente, quando seja possível.

 

Muito bacana a mensagem de vocês. É originalissima!

Quero parabenizar-lhes por mais um ano de missão cumprido na direção da consciencialização através da informação ao povo negro e os demais, pois os produtos que vocês nos envia são de qualidade e de interresse publico.

Desejo a todos e todas que o fazem que continuem desse jeito, e que tenham um 2012 de GRANDES REALIZAÇÕES.

 

MUITAS KWANZAAS PARA VOCÊS! 

Comentário de paulo alves em 27 dezembro 2011 às 9:20

PARABENS A TODOS! E TENHAM  UM FELIZ 2012, REPLETO DE REALIZAÇÕES!

Comentário de Instituto Mídia Étnica em 27 dezembro 2011 às 8:44

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço