27/03/2012 às 22:30

Antes dos jogos londrinos, festival Back2Black na Olimpíada Cultural

Bernardo de Menezes

 

Aí vai uma boa dica para quem quer curtir toda a pulsação cultural da “terra da rainha” antes da chegada da grande muvuca esperada para a festa olímpica:   dentro de uma agenda de eventos  ainda mais intensa este ano em função dos Jogos, Londres prepara o maior festival  de música negra da América Latina, o Back2Black.

Será a primeira edição a atravessar o Atlântico após o evento bombar por três anos na desativada Estação Leopoldina, no Rio de Janeiro. A data do festival  em Londres  será de 29 de junho a 1º de julho, enquanto que a Olimpíada  começa  em 27 de julho e prossegue  até 12 de agosto.  Para criar um ambiente similar ao da antiga estação ferroviária carioca, seus promotores  abrigarão a edição europeia no Old Billingsgate, uma construção centenária  de 1850  à beira do célebre rio Tâmisa.

Organização - Da mesma forma  que no Brasil, a versão londrina  acontecerá em quatro palcos   armados nas instalações que um dia abrigaram o principal mercado de peixe da capital britânica. Neste espaço, acontecerão  shows, conferências e mostras com grandes nomes da arte contemporânea.

O músico Gilberto Gil foi escalado para ser o embaixador do evento, que tem direção geral de Connie Lopes, da Zoocom, em parceria com o centro cultural Barbican e a produtora Serious, ambos de Londres, e direção de arte e cênica de Bia Lessa. Estão sendo esperadas mais de 30 atrações nacionais e estrangeiras, entre artistas, bandas e pensadores. A proposta do Back2Black London, que dará forte   ênfase à cultura negra do Reino Unido, é a de explorar novas maneiras de se apresentar música e arte, reconstruindo uma conexão entre a sociedade moderna e suas raízes no continente africano.

Visibilidade - Cosmopolita por excelência, Londres abriga numerosa comunidade de imigrantes e seus descendentes. E muitos deles procedentes da África. Um festival como o Black2Black vem a calhar sobretudo num momento em que os olhos do mundo estão voltados para a sede dos próximos Jogos Olímpicos. No “menu” musical, diversos estilos de influência negra, como  samba, jazz, funk,  blues,  reggae, dub e hip hop. Além do rock, claro.

A organização do evento já tem confirmados nomes como Criolo, Marcelo D2, Mart’nalia, Luiz Melodia, Emicida, Flavio Renegado,  Arnaldo Antunes,  Edgard Scandurra, Toumani Diabaté, Roots Manuwa, Amadou & Marion, Femi Kuti, Fatoumata Diawara, Virginia Rodrigues, Baile Funk (Cabelo, Sany Pitbull e DJ Marlboro), além do próprio ex-ministro da Cultura, Gilberto Gil, que se apresenta ao lado de convidados.

Novas atrações estão para ser confirmadas. O cortejo afro  programado para a abertura do festival será puxado por nada menos que o grupo baiano Filhos de Gandhi.  Mais de 50 mil espectadores já compareceram ao Black2Black desde o seu lançamento, em 2009.

Fonte: jornal A Tarde On Line

Exibições: 59

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço