Alguns escritores escrevem um so livro. E o que poderiamos chamar de "One Hit Wonder", um termo norte americano usado para descrever os cantores de apenas um unico sucesso musical. Esta foi a sina do senhor George Cain. Ele escreveu em 1970 o aclamado "Blueschild Baby". O livro escrito numa giria malandra e autobiografica, descrevendo a loucura atraves do vicio da droga, a auto rejeicao, e por fim a redencao. Neste processo o autor finalmente aceita sua identidade como um homem negro vivendo nos EUA dos anos 60.
Sua historia ecoa a narrativas dos escravos descrevendo seus imprisionamentos e suas escapadas. Narrativas estas que inspiraram autores como o senhor Claude Brown, autor do livro "Manchild in a Promise Land" e tambem o ativista Malcolm X autor do influencial "The Autobiography of Malcolm X".
Escrevendo uma resenha sobre o livro para o Suplemento Literario do periodico "The New York Times", o critico Addison Gayle, Jr. erudito em literatura afro-americana, chamou-o "o livro mais importante de ficcao escrita por um autor afro-americano desde "Native Son"", o livro classico escrito por Richard Wright nos anos 40.
Nao houve um segundo livro. Ao inves disso, ele gastou suas energias lutando contra a dependencia das drogas, principalmente a heroina. Podemos dizer que o livro era uma previsao de seu proprio futuro. " O George estava confuso com qual lado de sua identidade ele devia aceitar", disse sua ex mulher, a senhora Jo Lynne Pool. "Ele queria abracar a classe media negra ou a malandragem? Seus pais certamente gostariam que ele galgasse a escala social, porem, ele tinha muitos amigos malandros, e eles certamente estavam indo para o buraco." O senhor Cain estudou na faculdade JONA em New Rochelle, um dos sububurbios da grande Nova York. Porem, ele nao terminou o ensino superior, preferindo ir viajar para o Texas, a California e tambem para o Mexico. Ao retornar aos EUA em 1966, ele mudou-se para o bairro do Brooklyn em Nova York, e comecou a escrever "Blueschild Baby" adotando o pseudonimo Africa Cain, o sobrenome refletia sua fascinacao com os gemeos da historia biblica, Cain e Abel.
O primeiro nome, que ele mudaria depois para George, era uma dica de que o senhor Cain assim como mutios afro-americanos dos anos 60 seguia na busca de sua verddeira identidade. Isto o levou inclusive a participar do partido dos Panteras Negras, e depois converter-se brevemente ao islamismo.
O sucesso do livro abriu algumas portas para o senhor Cain. Na sua turne para promover, "Blueschild Baby" ele conheceu o escritor James Baldwin. A faculdade do bairro de Staten Island o contratou como palestrante. Ele tambem comecou a escrever um segundo livro, a sequencia do "Blueschild Baby", porem, as drogas acabaram com toda a esperanca, e sua vida desmoronou-se por completo nos anos 70. Sua esposa o deixou juntamente com seus filhos, e o casamento terminou em divorcio.
Ele perdeu seu emprego como palestrante e passou a viver uma vida marginal no Brooklyn e tempos depois no bairro do Harlem. O senhor Cain jamais escreveu novamente. Em 1987 a editora "ECCO PRESS" relancou o livro em uma edicao de capa mole.

Exibições: 41

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço