Gil critica torcida "esbranquiçada" em Copas e propõe cotas

Durante entrevista coletiva que tinha como principal função divulgar o lançamento de sua biografia, “Gilberto Bem Perto”, mas que terminou por enveredar para diversos temas, o cantor Gilberto Gil criticou, na tarde desta quinta-feira (04), em Paraty (RJ), a ausência de acesso da população negra e pobre às partidas da Copa das Confederações e da Copa-2014, no Brasil, por causa do alto preço dos ingressos.

“Tem de haver uma mobilização autopromovida pelas favelas, pelas periferias, para suprir a carência que esses grandes eventos globais acabam impondo ao Brasil, que é a filtragem pelo preço dos ingressos”, teria dito o ex-ministro da Cultura, segundo informações da Folha, que afirmou ter ido ao Maracanã no último domingo, para a final entre Brasil e Espanha.

“Fiquei na tribuna de honra, ao lado do [Joseph] Blatter [presidente da Fifa], do Zagallo, Ivete Sangalo, Jorge Ben Jor. Quando cheguei em casa, vi pela TV que o lugar onde os jogadores correram para abraçar a torcida não tinha o matiz racial brasileiro, era esbranquiçado. Isso no Maracanã, onde as pessoas da Mangueira costumavam descer para ver os jogos.”

Segundo Gil, mesmo em Salvador --apontada como a que tem maior população negra do país--, a ocorrência se repetiu. “No jogo da Nigéria, na Bahia, onde a população negra baiana deveria ter sido mais mobilizada a participar, eu via que a questão econômica pesava muito. Portanto, seria interessante criar cotas, fazer uma mobilização para que esse arco-íris brasileiro ficasse mais bem representado nos jogos da Copa.”

O cantor ressaltou ainda o exemplo de um grupo de jovens paulistanos que procurou sua mulher, Flora Gil, para alugar um apartamento que ela tem em Salvador, onde o grupo iria assistir à partida entre Brasil e Itália pela Copa das Confederações. “Quem quer ir ver os jogos nos estádios, é só a classe média paulista, carioca etc.? Ou as periferias também querem? É essa a questão. Como é que a gente vai resolver isso, para ter uma pluralidade maior dentro dos estádios? Senão ficam só os cinco meninos de São Paulo, possivelmente descendentes de italianos, que podem pagar uma passagem de avião, que foram ver o jogo e aproveitaram para comer um acarajé, fazer um pouco de turismo em Salvador.”

Ao ser informado de que a Fifa tinha anunciado um projeto a fim de vender ingressos a preços populares, Gil lelencou outras sugestões. “Tem de haver vários meios. Um banco que pode criar um empréstimo, uma empresa qualquer que pode patrocinar aquilo ali, fazer com que os meninos da Rocinha, da Mangueira ou da Cajazeiras, em Salvador, possam comprar aqueles ingressos, pagar em três ou quatro vezes. Enfim, mobilizar. Há uma vontade da população brasileira de ir aos jogos. Como é que se atende a isso?”

O compositor lembrou ainda que a maior parte dos grandes jogadores da história do futebol nacional vêm justamente das camadas populares que não conseguem pagar o preço do ingresso para as grandes competições. “É a história do futebol, os grandes atletas no mundo inteiro vêm dessas classes populares. É de onde se origina o Hulk, o Neymar, o Romário, o Bebeto, o Ronaldo, o Garrincha, o Pelé.”

Fonte: Folha de São Paulo

Exibições: 1921

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de JAMAHIRIYA.LIBYA@BOL.COM.BR em 8 julho 2013 às 2:53

A GLOBO ditadura Vandalista da comunicação, leviana ardilosa e racista inimiga do povo brasileiro. No Brasil os judeus monopolizam a TV discriminam e humilham as mulheres negras?A MeGaLOBO RACISMO? A violência do preconceito racial no Brasil personagem(Uma negra boçal degradada pedinte com imagem horrenda destorcida é a Adelaide http://globotv.zorra-total/v/adelaide-e-briti-pedem-dinheiro-no-metro/, do Programa Zorra Total, TV Globo do ator Rodrigo Sant’Anna? Ele para a Globo e aos judeus é engraçado, mas é desgraça para nós negros afros indígenas descendentes, se nossas crianças não tivessem sendo chamadas de Adelaidinha ou filha, neta e sobrinha da ADELAIDE no pior dos sentidos, é BULLIYING infeliz e cruel criado nos laboratórios racistas do PROJAC (abrev. de Projeto Jacarepaguá da Central Globo de Produção) da Rede Globo é dominado por judeus diretores,produtores e apresentadores ( OBS. alem destes judeus e judias citados   existem centenas de outros e mais de 200 atores, atrizes, comediantes, artistas e apresentadores  judeus e judias e milhares de  empregados e colaboradores da " Rede Globo Judaica Midiática Brasileira"  )como Arnaldo Jabor,Carlos Sanderberg,Luciano Huck, Jairo Bouer,Luis Erlanger,Marcos Losekann,Marcius Melhem e Leandro Hassum,Vladimir Brichta,Tiago Leifert, Pedro Bial,William Waack,William Bonner & Fatima Bernardes,Ernesto Paglial & Sandra Annenberg,Mônica Waldvogel,Renata Malkes,Sandra Passarinho,Amora Mautner, Lillian W. Fibe,Esther Jablonski,Glenda Kozlowski,Gilberto Braga,Wolf Maya,Mário Cohen,Ricardo Waddington,Max Gerinder ,Maurício Kubrusly,Mauro Molchansky,Maurício Sirotsky ,Marcelo Rosenbaum,Michel Bercovitch,Fábio Steinberg, Roberto Kovalick,Guilherme Weber,Caio Blinder,Daniel Filho,Gilberto Braga,Walcyr Carrasco,Carlos H. Schroder e o poderoso Ali Kamel diretor chefe responsável e autor do livro Best seller o manual segregador (A Bíblia do racismo,que irônico tem por titulo NÃO SOMOS RACISTA baseado e num monte de inverdades e teses racistas contra os negros afrodescendentes brasileiros) E por Maurício Sherman Nisenbaum (que Grande Otelo, Jamelão e Luis Carlos da Vila chamavam o de racista porque este e o Judeu sionista racista Adolfo Block dono Manchete discriminavam os negros)responsável dirige o humorístico Zorra Total Foi dono  da criação de programas e dos programas infantis apresentados por Xuxa(Luciano Szafir)e Angélica(Luciano Hulk) ambas tendo seus filhos com judeus,apresentadoras descobertas e lançadas por ele no seu pré-conceitos de padrão de beleza e qualidade da Manchete TV dominada por judeus sionistas,este BULLIYING NEGLIGENTE PERVERSO da Globo, que nem ADOLF HITLER fez aos judeus mas os judeu sionistas da TV GLOBO faz para a população negra afrodescendente brasileira isto ocorre em todo lugar do Brasil para nós não tem graça, esta desgraça de Humor racista criminoso, que humilha crianças é desumano para qualquer sexo, cor, raça, religião, nacionalidade etc. o pior de tudo esta degradação racista constrangedora cruel é patrocinada e apoiada por o Sr Ali KAMEL fascista sionista (marido da judia Patrícia Kogut jornalista do GLOBO que liderou dezenas de judeus artistas intelectuais e empresários dos 113 nomes(Manifesto Contra as contra raciais) defendida  pela radical advogada Procuradora judia Roberta Kaufmann do DEM e PSDB e o Senador Demóstenes Torres que foi cassado por corrupção)TV Globo esta mesma que fez anuncio constante do programa (27ª C.E. arrecada mais de R$ 10,milhões reais de CENTARROS para esmola da farsa e iludir enganando escondendo a divida ao BNDES de mais de 3 bilhões dólares dinheiro publico do Brasil ) que tem com o título ‘A Esperança é o que nos Move’, show do “Criança Esperança”de 2012 celebrará a formação da identidade brasileira a partir da mistura de diferentes etnias) e comete o Genocídio racista imoral contra a maior parte do povo brasileiro é lamentável que os judeus se divirtam com humor e debochem do verdadeiro holocausto afro-indigena brasileiro o Judeu Sergio Groisman em seu Programa Altas Horas e assim no Programa Encontro com a judia Fátima Bernardes riem e se divertem.(A atriz judia Samantha Schmütz em papel de criança um estereótipo desleal e cruel se amedronta diante aquela mulher extremamente feia) para nós negros afros brasileiros a Rede GLOBO promove incentiva preconceitos raciais que humilha e choca o povo brasileiro.Organização Negra Nacional Quilombo ONNQ 20/11/1970 – REQBRA Revolução Quilombolivariana do Brasil - quilombonnq@bol.com.br   

 

Comentário de Adelson Silva de Brito em 6 julho 2013 às 11:23

O nosso problema tem origem na origem do Brasil, e ganhou reforço na história do “Brasil pós-independência”, e a nossa ignorância e falta de amor aos livros e ao saber, dá sustentação a nossa eterna letargia. Veja a constituição de 1824 e compare com a as leis de Jim Crow estabelecidas lá nos Estados Unidos da América entre 1876 e 1965. Essas leis estabelecem no âmbito do direito a segregação em todas as instalações públicas, com um estado supostamente “separado, mas iguais" para os nossos irmãos e irmãs americanos negros. Na prática é o mesmo “apartheid” que houve na África do Sul (e que continua a existir “extraoficialmente”). E é o mesmo "apartheid tupiniquim" da "Terra Brasilis".

Meus irmãos e irmãs leiam se informem. Acessando a internet vi um artigo em pdf assinado pelo Professor Paulo Eduardo Cabral, sob o título “O Negro e a Constituição de 1824”. Nele, o Professor analisa os conteúdos dos artigos que regulamentam o “reconhecimento da cidadania do negro” e, independente dos nossos níveis de escolaridade, notaremos aí uma legislação racista e perversa que já visava manter indefinidamente o status de escravo do negro no Brasil. O Brasil quer ser um país branco. É só ver a televisão que se propõe ao papel de estandarte estético do Brasil. A "nossa televisão" é mais europeia do que as televisões europeias, ou as televisões dos Estados Unidos da América. Não me canso de mudar de canal antes de ter início o programa humorístico da TV Globo do sábado à noite. Afinal, eu vejo muito mais negros sendo respeitados atuando com ancoras na Le Monde, e na CNN, por exemplo, do que em qualquer "TV do Brasi".l

O Sr. Gilberto Gil nasceu em uma geração de negros embalados por uma educação eugenista. Meus pais, parentes me "incentivavam" indiretamente a buscar um casamento com uma mulher branca. Até os vizinhos (brancos e mulatos claros) que torciam o nariz para a minha pele preta durante a minha infância e primeira adolescência, passaram a me dedicar “olhares de simpatia” quando eu passei no vestibular da Universidade Federal em 1974, ao sugerirem que eu devia em seguida, “casar com uma loira para limpar a família”. Reconhecer agora o “esbranqueicmento” dos estádios de futebol da FIFA pode ser um sinal de progresso em direção a uma visão mais cosmopolita de mundo, ou fruto de uma postura política oportuna fabricada as pressas e ao sabor dos ventos fortes da mudança.

Comentário de Miguel Arcanjo dos Santos em 6 julho 2013 às 10:35

Meus irmãos e irmãs, vamos deixar as hipocrisias e ilusionismos  de lado  e encarar a verdade nua e crua.

Quando a poderosa "FIFA" pensa o espaço para realização da sua "mina de ouro" que é a Copa do Mundo ou Copa das Confederações, até mesmo quando trazem a pobre seleção do Taiti para servir de chacota, eles não estão nada preocupados com questões sociais ou raciais, é simplesmente um grande negócio, que rende muitos dividendos e todos enchem "as burras" de dinheiro. O nosso governo funciona como proprietário  de uma casa de Shows que eles alugam para o grande evento. Uma festa cara, destinada aos abastardos da Nação. O Brasil é um país exótico, de um povo exótico e festeiro que só vão complementar o espetáculo (gratuitamente) sem ter o direito sequer de assistir.  Não me interessa o depoimento de Gil, ou qualquer outro "demagogo", eles estão fazendo o papel deles (a indignação das elites), propostas ridículas, reafirmando a análise do grau de imbecilidade que nos emprestam. Gosto muito de futebol... vou gritar "pra frente Brasil... salve a seleção" tomado pela comoção e lavagem cerebral  e até mesmo pelas nossas estrelas "pobres meninos ricos" que também são vítimas desse  sistema  cruel. Quem pode cobrar algo do Neymar???, um garoto que nunca recebeu nenhuma orientação política, que ensinaram só que ela era uma máquina de fazer dinheiro? no alto dos seus 21 anos vivendo do e no mundo fantástico da Globo??? Não tem nada errado com a copa não, o que está errado  é a nossa omissão  e a nossa permissividade. O formato da Copa do Mundo é única. Se nós permitimos... Gostaria de ver a "força" desses protestos de rua impedirem que a Copa aconteça. Isso tudo deveria ter pensado   há oito anos atrás, e não agora, como trampolim para "pseudos" novas lideranças políticas.

Miguel Arcanjo

Vicepresidente do Malê Debalê

Comentário de Dilnei Severo em 5 julho 2013 às 18:45
O homem negro quando menino e pobre não encontra uma imagem a seguir, um ídolo jovem negro,um formador de opinião negro (com exceção de jogadores de futebol e artistas).
Sendo assim o jovem ou menino negro não encontra a sua imagem refletida positivamente na sociedade. Para ele padrão de beleza são os moços brancos que surgem a cada novela da Globo.
O homem negro nunca é chamado de gato, charmoso, etc , invariavelmente é chamado apenas de "AQUELE NEGRÃO".
Lembram daquela música da Alcione que ridicularizava o amor do homem negro???? Quando tocava aquilo numa festa eu quase que me escondia!!!!!
Mas este homem tem paixões, amores, vontades. Só que mesmo ele se apaixonando pela colega branca da escola ele fica com medo que as pessoas vão fazer gozação com a sua paixão, o seu desejo.
O menino negro não escolhe as meninas negras porque não encontra nelas o padrão de beleza que vê na sociedade televisiva.
Porém, quando ele passa a ganhar dinheiro........TCHAN, TCHAN, TCHAN,!!!!! Ele diz para si mesmo agora eu posso colocar para fora tudo o que está reprimido e como a maior energia humana é a sexual este homem negro passa a perseguir o seu troféu....UMA LOIRA!!!!
Agora sim , ele está de acordo com os seus sonhos mais recônditos, ele tem o reconhecimento social com seu bom carro e sua bela mulher!!!
Os culpados?????
UMA TV EM REDE NACIONAL DE CUNHO TOTALMENTE RACISTA CHAMADA GLOBO, PROFESSORES NÃO PREPARADOS PARA TRATAR DO INICIO DAS PRATICAS DE PRECONCEITO (QUE COMEÇAM NO MEIO SOCIAL DA ESCOLA) E A BAIXA AUTO-ESTIMA DO POVO NEGRO QUE NÃO CONSEGUE AO MENOS SE CHAMAR PELO NOME (NOS CHAMAMOS DE NEGÃO E TUDO O MAIS).
Conclusão:
Do jeito que vai talvez precise de mais 100 anos para que os negros possam acordar desta letargia para de vez fazermos parte da história do Brasil.
Comentário de Claudia Martins em 5 julho 2013 às 15:58

Vai plantar batata com tua conversa fiada, Gil. Vc está fingindo apoio ao movimento das ruas, pois fez e faz parte desse bando de ordinários. A  propósito, porquê vc e demais artistas da Bahia não se pronunciaram na greve de 115 dias dos professores da rede pública da Bahia ? Vc acha que a educação  não é a forma mais eficaz de ascensão social ? Vai catar coco. Fora, você  também !     A propósito de educação de qualidade, recomenda que leiam no meu blog os seguintes pontos: 

Plebiscito e Referendo: qual a diferença ? Quem os propõe, como fun...

Plebiscito e referendo são formas de consultar o povo sobre tema  de relevância para o país em questões de natureza constitucional, legislativa ou administrativa...

Países lusófonos: a CPLP e os países de Língua Portuguesa. África q...

  

http://serravallenaafricadosul.blogspot.com.br/

                                                     

Comentário de Gel Santos em 5 julho 2013 às 15:35

Sair governos entrar governos e os discursos são os mesmos.

Agora só resta protestos!!!!!!!!!!!

Pois o cenário ainda é de pão e circo.  

Os gestores dormindo em berços esplêndidos 

todos ricos,

Povo, desse Brasil imenso cada vez mais pobre.

 

Comentário de Gizelda Alves em 5 julho 2013 às 15:13

Desculpa ai Sr.Gil só pra esclarecer. Obviamente  que assistir aos jogos da Copa seria agradével para a nossa (maioria da populacao). No entanto, sabemos que os "esbranquiçado" que tem hoje as condicoes de comprar estes ingressos para assistir à copa;  sao os mesmos que tem direito a assistir AULAS de qualidade, de ir ao CINEMA regularmente, sao os mesmos "esbranquiçado" que podem ser assistidos por bons médicos com direito a leitos dignos quando precisam, assim como sao estes "esbranquiçado" que, cada vez mais, conseguem comprar um ingresso para assistir aos seus show Sr. Gil. Nao sejamos agora incoerentes  abrindo uma batalha (extra) para ingressos nos estádios para copa. As demandas em pauta já apresentadas nas ruas, foram esclarecedoras: A COPA NAO É PRIORIDADE PARA O BRASILEIRO. 

Comentário de Maria Marise Karaí em 5 julho 2013 às 14:54

Caro Gil, a torcida estava igual  as suas ex-mulheres e namoradas, meu amor: Todas brancas...

Entretanto é muito pertinente, o que vc diz; está certíssimo!  Embora creia que talvez nem  precisasse  de cotas,  bastaria ter mecanismos para facilitar a compra !

Já havia percebido esse aparthaid, quando a Globo mostrava a Arena esbranquiçada e cortava para o Pelô com a "negralhada" . Era muito chocante prá mim. Agora, pior do que um estádio "esbranquiçado" são os negros, que tem um mínimo de condições financeiras, não namorarem com negras...NUNCA !!!  Nunca, é nunca, não há alternância, nada - Será que nunca encontraram nenhuma mulher interessante, bonita, etc, etc?   Na realidade não há possibilidade de apaixonamento porque somos completamente invisíveis para eles...

O que falar de  Alexandre Pires com as "rodadas e oxigenadas" louras do É o Tchan?, Pelé, os jogadores, os pagodeiros a exemplo Thiaguinho todo feliz, noivo de Fernanda Sousa - será que se ele não fosse famoso, ela o veria?   Essas felizes e paparicadas mulheres de negros ricos e/ou famosos, se não os conhecessem e cruzassem com eles na mesma calçada, elas atravessariam a rua achando serem bandidos ! mas com dinheiro e na mídia...       Aliás, para ser justa, digo que basta olhar nas ruas, shoppings, etc.. e veremos situações similares.

Assumo minha inveja e revolta, sim, porque durante a adolescência sonhei em casar com um negro, ter filhos negros,bem nascidos, cultos, felizes e odaras...  Cresci  e tive filhas assim...  Só que nas duas vezes que   c a s e i, foram com homens maravilhosos, e hoje amigos queridos, ... e brancos !

Mas, pelo visto,  o AMOR (de negro) É LINDO ! e racista...

Comentário de Indaiara Célia da Silva em 5 julho 2013 às 14:07

A fala de Gil, pelo impacto midiático que gera, vale para lembrar aos desavisados que em nosso país a desigualdade econômica reflete a histórica desigualdade racial. Os torcedores que poderão ir aos estádios brasileiros da  copa 2014 são quase todos brancos, e são quase todos pretos os policiais que vão protegê-los dos pretos, pobres e mulatos que vão ficar de fora. O Haiti continua sendo aqui, ministro!

Comentário de Dilnei Severo em 5 julho 2013 às 13:13

Tá tudo certo Sr Gilberto Gil!

Mas ir ao estádio é apenas a ponta da corrente!!

O furo é muito mais embaixo e o Sr sabe, pois, já foi até Ministro de estado!

O estádio popular embranqueceu porque faz muito tempo que nós negros estamos a perder o poder aquisitivo, como todo brasileiro, mas pelo estigma de nossa raça , perdemos bem mais!!

Com gasolina a R$ 3,00 o povão brasileiro já não vai longe a muito tempo!

O governo quer dar PLEBISCITO, porém o povo não come plesbicito!!!!!!!!!!!!

Se dizem que "o resto sai na gasolina", vamos fazer o contrário e iniciar um grande movimento nacional pela gasolina a R$ 1,00.

Temos pré-sal, pos-sal, enfim, temos as riquezas em nossas mãos. Só falta a vontade política de distribuir!!

O sr como grande artista poderia dar apoio a este movimento!!

Nossos governantes precisam nos dar alguma coisa!!

Ai por certo voltaremos aos tempos românticos de  futebol, cachaça e "muié" que é o que todo mundo quer!

Quanto aos meninos italianos?? Sinal dos tempos......

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço