Greve de fome e protesto pela liberdade de imprensa na Etíopia

Membros do grupo Free Media for Ethiopia, ou Mídia Livre para a Etiópia, em português, estão atualmente em uma greve de fome de 72 horas que começou na sexta-feira ao meio-dia na Praça Lafayette, em frente à Casa Branca, em Washington DC para chamar a atenção para as injustiças em curso contra jornalistas na Etiópia e a supressão de qualquer forma livre de expressão pela cidadania etíope em geral. O grupo, com sede nos Estados Unidos, não é político em sua missão, e é composto por membros das comunidades muçulmanas e não-muçulmanas (da diáspora etíope). Seu objetivo é provocar uma mudança nas ações do governo que continuam a controlar o fluxo de informações dentro da Etiópia e para torná-lo possível para etíopes para formar mídias alternativas sem medo de perseguição.

O atual primeiro-ministro da Etiópia é Meles Zenawi. O Chefe de Estado está no poder nos últimos 21 anos. Suas injustiças para com os etíopes lhe valeu o rótulo de um ditador. Uma injustiça citada pelo gruoo Free Mídia for Ethiopia está em ele tirar de propriedades de agricultores e a venda dessas propriedades para governos estrangeiros por grandes somas de dinheiro. Outra, é claro, é o controlo do fluxo de informação.

"A mídia que é permitida no país é de propriedade do governo", afirmou Liyou Gennene, um residente de Maryland que é uma das participantes e organizadores da greve de fome. "E, nós queremos mudar isso. A comunidade etíope aqui (nos Estados Unidos) assiste a ETV (televisão do funcionamento do governo), mas outros meios de comunicação estão proibidos."

"Este governo atual na Etiópia está tentando desligar a Etiópia do resto do mundo", continuou Gennene. "Eles afirmam ser (a Etíopia) uma nação democrática, mas o nosso povo lá não está vivendo de forma democrática."

"O governo está suprimindo e todo mundo que é contra eles", outra ativista que está em greve de fome e que é um membro da comunidade etíope-muçulmana e optou por não dar seu nome com medo por ela de volta para casa de família. "Isso é porque eles falam a verdade."

A greve de fome continua com o resto do fim de semana e termina ao meio-dia desta segunda-feira, 19. Ambos os membros e não-membros da comunidade etíope são incentivados a participar e mostrar seu apoio.

Outras informações sobre esta greve de fome e outras atividades do Mídia Livre para a Etiópia podem ser encontradas em: https://www.facebook.com/Free.Media.for.Ethiopia

Fonte: Festival DC
Traduzido pelo CORREIO NAGÔ

Exibições: 437

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Gel Santos em 20 agosto 2012 às 15:32

Será que existem governos democráticos?  Não... o que existe é teoria da democracia. Na teoria da democracia, o  discurso é mais relevante do que a prática. A  mídia alternativa tem um papel importante no sentido de informar sobre a verdadeira intenções dos governos, mostrar os bastidores das noticias. Diferente do papel dos meios de comunicação  dos governos, que tem como objetivo exaltar suas administrações, onde nem sempre a realidade corresponde aos fatos.    

 

   

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço