Grupo musical feminino de Moçambique faz apresentação em Alagoas

Na próxima quarta (29) o Teatro de Arena Sérgio Cardoso receberá o show Likute, da banda de mesmo nome, que é formada apenas por mulheres que surgiu em 2007, na cidade de Maputo, em Moçambique. O grupo produz um estilo de música conhecido como “fusão afro”, pela união de instrumentos tradicionais africanos com instrumentos modernos elétricos, como baixo e guitarra. O um show começará, às 19h e os ingressos serão vendidos no local ao preço de R$ 10,00 inteira e R$ 5,00 meia. O show é uma realização da Orquestra de Tambores de Alagoas e da Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas, com apoio da Universidade Federal de Alagoas.

Foto: Divulgação
 
O grupo

 

Likute apareceu pela primeira vez em setembro de 2007, em um lugar privilegiado na Cidade de Maputo, o Centro de Arte, um dos centros históricos de concentração de artistas e atualmente continua a ser uma cultura. A partir desse momento, o grupo foi cada vez mais interessados, tornando-se convidados a participar nas celebrações do Dia Mundial da SIDA, que contou com a presença do Presidente da República de Moçambique, Armando Guebuza. Os comentários positivos em Noticias, o de maior circulação o país, foram vários, destacando o grande potencial deste grupo.

 

Likute é um grupo dentro do estilo chamado FUSION AFRO, combinando instrumentos tradicionais (mbira, Hudo, batuques, xigovia ou xitende) com corte um pouco mais moderna (baixo, guitarra, teclado ou flauta), misturado a todos com a voz das quatro artistas, com poesia ou dança tradicional. É uma adaptação artística para novos tempos de interligação cultural entre diferentes países ou pessoas.

 

A característica mais notável de Likute é o fato de que toda a banda é composta de mulheres, algo inédito em Moçambique e raros na África.

 

Tradicionalmente, as mulheres moçambicanas têm muito menos acesso à prática profissional da música desde que foram confinadas a tarefas domésticas e trabalhos relacionados ao campo. No entanto, a vida urbana mudou notavelmente as configurações das famílias e as mulheres têm sido progressivamente conquistado status social muito diferente do tradicional.

 

Sem dúvida, Likute abre portas para muitas outras mulheres que desejam expressar seu talento como eles fazem, excepcionalmente, esses quatro artistas.

 

Cultura africana

 

O mapiko é de etnia Makonde encontrado na província Cabo Delgado, norte de Moçambique. Esta é uma manifestação do país com maior impacto internacional pela especificidade de ambas as formas de arte, tais como o acompanha dança de cortejo ritual. O mapiko é uma dança que utiliza uma orquestra de batuques, incluindo Likute, um pequeno tambor em forma que marca o início da esta demonstração.

 

Maputo é uma cidade onde centenas de culturas convivem harmoniosamente tanto Moçambique território, como muitas outras fontes de todo o mundo. Isso se reflete nos novos estilos que surgiram nos últimos anos e são enriqueceram repertório musical do país.

 

"Nossa música nos permite saber quem somos, de onde viemos, ainda o mundo em que vivemos."

Likute

 

Serviço:

Teatro de Arena Sérgio Cardoso (anexo ao Deodoro)

Espetáculo: “Likute”

Dia 29 de agosto (quarta-feira)

Horário: 19h

R$ 10,00 inteira e R$ 5,00 meia

Ponto de venda: Bilheteria do Teatro Deodoro

 

ASCOM Teatro Deodoro

 

Exibições: 383

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço