Hoje é Dia de Ayrá: o manto branco da justiça

Há quem diga que ele, o jovem guerreiro do branco e do fogo, seria uma qualidade, outra forma de expressão ou manifestação do orixá Xangô. Outros afirmam que Ayrá, mesmo salvaguardando características idênticas a Xangô, seria um orixá à parte, uma energia independente a serviço da justiça em prol da humanidade.

Os terreiros da Bahia, em destaque o Ilê Axé Iyá Nassô Oká, cultuam Ayrá junto a Xangô, numa espécie de amálgama que poderia traduzir o primeiro como uma qualidade do segundo. Tanto assim que hoje, dia 29 de junho, dia de São Pedro dos católicos, os atabaques da Casa Branca (como também é chamado o Iyá Nassô) tocam e muitos dizem: “vou lá no Engenho Velho assistir Xangô Ayrá dançar. Tenho que ir de Branco”.

Relei o texto de Marlon Marcos para o Correio Nagô sobre essa importante divindade do panteão africano. 

Acesse: http://migre.me/ueFbq

Exibições: 284

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Rubem Ariosto Teixeira Leite Fil em 29 junho 2016 às 18:43

ashe oo

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço