Homem negro queima parte da bandeira do Brasil na Praça dos Três Poderes

Paulo Sérgio Ferreira (38) diz sentir-se perseguido e acusa o Brasil de ser uma "pátria assassina de negros".

Até aí não consegui identificar o "desequilíbrio" apontado por Boechat na matéria que foi veiculada rapidamente pelo Jornal da Band, hoje à noite (13/04), que assim adjetivou o manifestante na cobertura dos 'fatos'.

Vale a pena apurar?

Assistam no G1 parte do ocorrido.

Exibições: 68

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Otacílio Favero de Souza em 1 outubro 2014 às 7:12

E vanice, negro correndo e ladrão e protestando e desequilibrado, muito branco já fizerem o mesmo e foram considerados como radicais ou negro e maluco. Não e a toa que temos um bolo chamado de nega maluca minha querida.

Comentário de Otacílio Favero de Souza em 1 outubro 2014 às 7:10

Ola Vanice, tudo bem.

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço