http://www.recantodasletras.com.br/poesias/4826692

NEGRO QUINCAS


Negro Quincas anunciou
O fim da sua trilha; rio bom!
O destino o domou.

O extremo,
O sublime,
O supremo!

Acordam-se as falanges
Despertadas as legiões.
Estrumes queriam-no semelhante
Ora, outra casta, infames.

Para que ninguém alegue ignorância
Em local público e de costume,
Não em lugar incerto e não sabido,

Na rede, na TV
Como Zumbi
Seu talo nas gargantas.

Não em lugar incerto e não sabido,
Como um pálio de luz
Sua sombra!

Negro Quincas vai recolher-se aos seus aposentos.

O extremo,
O sublime,
O supremo!





http://www.recantodasletras.com.br/poesias/4826692

Exibições: 500

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço