Internauta acusa o apresentador Danilo Gentilli de racismo

Redação Correio Nagô -  A história começou no dia 29 de setembro com um comentário feito pelo internauta @Lasombra Ribeiro em seu perfil no Twitter: “@Danilo Gentili Agradeça Justiça Brasileira q permite vc propague o racismo em seu programa”.

O apresentador do programa Agora é tarde (Band) respondeu no mesmo dia: “Obrigado Justiça Brasileira! RT @LasombraRibeiro”. No entanto, segundo o internauta que se diz web writer na empresa Artigo Mundo e se chama Thiago Ribeiro, as trocas de farpas em redes sociais não pararam por aí.

Ribeiro acusa o apresentador de ter respondido com um comentário considerado racista: “Sério @Lasombra Ribeiro vamos esquecer isso... Quantas bananas vc quer pra deixar essa história pra lá?”. Apesar de o comentário não constar na página oficial do apresentador, Lasombra guardou uma imagem com o suposto tweet e publicou em sua página no Facebook.

Lasombra alega ainda que, após os comentários, foi alvo de inúmeros “ataques” nas redes sociais. Ele "printou" os comentários e, também em sua página no Facebook, colocou 44 imagens referentes ao caso. Apesar de na página do apresentador não constar mais respostas ao internauta, Lasombra continuou enviando comentários direcionados a Gentili nos três últimos dias. Confira alguns:

Lasombra Ribeiro ‏@LasombraRibeiro

@DaniloGentili Sensacional. Com racistas como você..meu trabalho se torna mais fácil! Rindo da Justiça Brasileira? Você é DEUS?

Lasombra Ribeiro ‏@LasombraRibeiro

@DaniloGentili VAmos ver agora oq um MACACO, PRETO, NEGUINHO, KING KONG é capaz de fazer através da JUSTIÇA!

Lasombra Ribeiro ‏@LasombraRibeiro

@DaniloGentili Que tal pagar pelos seus crimes perante à Justiça Brasileira? Tá na hora né?

Lasombra Ribeiro ‏@LasombraRibeiro

@DaniloGentili sabia que existe PRINT? Pois é amigão. Cansamos dos seus crimes! A justiça tarda mas não falha!

Lasombra Ribeiro ‏@LasombraRibeiro @DaniloGentili vc que diz que fala oq pensa...se escondendo? Pq? Medo de "um" King Kong?

@DaniloGentili poderia informar para que email eu mando a cópia da denuncia que farei ao MP amanhã?

Lasombra ainda comemorou a resposta do apresentador:

Lasombra Ribeiro ‏@LasombraRibeiro Consegui atingir Danilo Gentili. Agora só falta derrubar!

Lasombra Ribeiro ‏@LasombraRibeiro @DaniloGentili Obrigado Danilo. Consegui fazer vc mostrar quem é em apenas 24hs! pic.twitter.com/YhT17G6P

Em 2009, o apresentador, então repórter do Programa CQC (também da Band), já havia se envolvido em uma polêmica por ter publicado em sua conta pessoal um tweet considerado racista. No post, ele disse: "King Kong, um macaco que, depois que vai para a cidade e fica famoso, pega uma loira. Quem ele acha que é? Jogador de futebol?".

Para se defender das acusações, Danilo Gentilli publicou um texto intitulado “UM POST RACISTA”, ainda acessível em seu blog: http://danilogentili.zip.net/

Foto publicada no twitter do apresentador, em julho de 2009, com o seguinte texto: "Obrigado, pessoal. Vocês conseguiram me prender igual a um macaco por denúncias de racismo". Fonte: Folha Online

Nesta terça-feira, 02, o internauta Thiago Ribeiro elaborou uma carta sobre o caso e divulgou através do facebook.

Confira na íntegra:

Carta denunciando o humorista Danilo Gentili, por prática de racismo em TV aberta

O intuito deste documento é denunciar o humorista e apresentador Danilo Gentili, por praticar, induzir e incitar o preconceito contra negros. Faço-me valer das seguintes leis: 
1) Lei do Estado de São Paulo nº 14.187/2010, Artigo 2º, parágrafo VIII; 
2) 2) Lei Federal nº 7.716/1989, Artigo 20.
Com ba

 se nisso, digo que Danilo Gentili, contando com o apoio de uma Justiça omissa e que não se preocupa de fato com a questão da igualdade, continua dia após dia a propagar o racismo em seu programa televisivo Agora é Tarde, que vai ao ar de terça a sexta-feira à meia-noite, pela Rede Bandeirantes de Rádio e TV. 
No dia 29 de setembro de 2012 publiquei no site da internet Youtube um vídeo contendo diversas cenas do programa mencionado de Danilo Gentili, deixando clara e evidente sua postura racista. A edição do meu vídeo foi feita com base em vídeos disponibilizados no próprio Youtube e contém:

• trechos da participação de Danilo Gentili no programa Media On 2009;
• trechos da entrevista concedida por Danilo Gentili a Roberto Justus no programa Roberto Justus+;
• trechos do programa Agora é Tarde que foi ao ar no dia 27 de setembro de 2012.

O vídeo obteve 800 visitas em aproximadamente 7 horas. Nesse período, fui alvo de diversos comentários racistas e preconceituosos no Youtube, Facebook e Twitter. Enviei a seguinte mensagem ao apresentador, através de do Twitter: “Agradeça à Justiça Brasileira por permitir que você propague o racismo em seu programa.” Obtive a seguinte resposta do apresentador: “Obrigado Justiça Brasileira”, em um tom evidente de deboche não só a mim, mas também à Justiça brasileira. 

No programa Agora é Tarde que foi ao ar em 27/09/2012, Danilo Gentili humilha de diversas formas a assistente de palco Juliana, que é negra, inclusive chamando-a de “neguinha”, “sequestradora” e “animal”. Reitero que a questão aqui não é trabalhista e sim racial. A assistente em questão tolera esse tipo de agressão, mas tal atitude subserviente parte de uma escolha dela. Um outro exemplo já conhecido do racismo de Danilo Gentili já havia sido indicado antes desse episódio, através da seguinte piada de sua autoria, publicada em sua conta no Twitter: “King Kong, um macaco, que depois que vai para a cidade e fica famoso, pega uma loira. Quem ele acha que é? Jogador de futebol?” Além disso, entre muitos outros exemplos que poderíamos citar desse racismo, podemos citar mais um, desta vez propagado por seus convidados: chamaram o jogador Pelé de preto em uma das piadas contadas. Recentemente, também, houve o incidente do Proibidão do Stand UP, em que humoristas se reuniram para promover piadas racistas e preconceituosas contra negros, judeus e outras classes da sociedade brasileira. Mais uma vez nada foi feito para combater essas agressões aos negros. 

Diante de todas essas afrontas à população negra em rede nacional, não vimos, em contrapartida, até o presente momento, uma ação efetiva por parte da Justiça brasileira para inibir o racismo explícito praticado normalmente no programa de Gentili. Por essas razões, digo que a Justiça Brasileira está sendo conivente com o humorista Danilo Gentili, bem como com todos os supostos humoristas que continuam a ridicularizar povos e raças no Brasil. O Ministério Público Federal já chegou inclusive a receber a denúncia sobre a piada que associava jogadores de futebol negros ao King Kong, mas não a considerou como prática criminosa o suficiente para tomar medidas coercitivas. A entidade preferiu, ao contrário, arquivar o pedido de investigação. 

Se, em um país composto por 53% de pretos e pardos, de acordo com o último censo, as leis que combatem a prática do racismo não são levadas a sério ou não se adequam a nenhuma situação que é levada ao conhecimento da Justiça, entendo então que é o momento de os negros do Brasil apelarem para tribunais internacionais. A omissão do governo brasileiro no combate a crimes desta natureza tem trazido consequências graves para a população negra brasileira e para seus descendentes. Se toda a carga histórica de escravidão e luta contra o racismo que carregamos não é suficiente para que hoje, em 2012, sejamos tratados com igualdade, acredito que devamos voltar para África, de onde fomos tirados contra a nossa vontade. 

Dito isto, exijo a prisão imediata de Danilo Gentili, pela prática de racismo, além de retratação pública a um povo que representa 53% da população brasileira, de acordo com nosso último censo. Desejo também que ele seja impedido de contar “piadas” de teor racista, sob pena de multa. 
Espero que quem receba este documento seja um brasileiro honrado e valoroso como eu. Disposto a fazer com que leis sejam levadas a sério neste país. Disposto a implantar políticas públicas de igualdade racial, ciente de que 53% da população brasileira está observando se será ouvida ou ignorada. 

Caso haja negativa na tratativa desta denúncia, não haverá opção a não ser denunciar o Brasil à ONU e à OEA por omissão no combate a crimes e práticas de racismo no país. Sem mais, subscrevo-me atenciosamente.

Autor : Thiago Ribeiro
Revisado por Danilo Landim

Exibições: 4672

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Thiago Ribeiro em 11 outubro 2012 às 13:45
Comentário de Instituto Mídia Étnica em 3 outubro 2012 às 20:32

Vejam o perfil no Facebook da vítima desse ato racista https://www.facebook.com/lasombra.ribeiro/posts/4351586781651

Comentário de Nando em 3 outubro 2012 às 13:52

No Risadaria Gentili chamou, indiretamente, o músico Raphael Lopes  de macaco

"Outro que deverá ser alvo do Inquérito e da representação - além da ação civil de indenização que será movida contra todos por danos morais - será o comediante Danilo Gentili, apresentador do "Agora é tarde", da TV Bandeirantes, que em sua apresentação no Festival Risadaria, fazendo menção ao episódio, disse que o "músico havia descido da árvore e chamado à Polícia."

http://www.afropress.com/noticiasLer.asp?id=2950

Pra relembra ocaso do proibidão

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1062164-a-piada-comigo-foi-a...

Comentário de Nando em 3 outubro 2012 às 13:35

Aqui, neste país, não conseguiremos nada, tem que recorrer aos tribunais internacionais mesmo.

Eu lembro do caso de uma empregada que foi vítima de racismo e recorreu a um tribunal internacional.
Veja o caso da empregada doméstica, Simone,
http://www.youtube.com/watch?v=Bt89EGE_DVM

Temos que mandar a Dilma por torturar os quilombolas do rio dos macacos também.

Isso mesmo, tem que fazer os governantes do  Brasil passar vergonha lá fora.

No Proibidão eles fizeram de negros. de judeus eu duvido, se não já teriam acabado com o proibidão.

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2021   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço