Iniciativa do ELAS Fundo de Investimento Social e da ONU Mulheres Brasil e Cone Sul tem ainda como meta criar uma nova cultura de investimento social em mulheres no Brasil

 

Nesta quarta-feira (26/1), às 19h, na sede da FIRJAN (Avenida Graça Aranha, 01 – 13º andar – Centro – Rio de Janeiro) serão apresentados os vencedores do Prêmio Doar para Transformar, que destaca o investimento social nos direitos humanos de meninas, jovens e mulheres nas categorias Pessoa Jurídica, Pessoa Física e Fundações e Institutos.


A premiação, uma iniciativa do ELAS Fundo de Investimento Social e da ONU Mulheres Brasil e Cone Sul, tem ainda como meta criar uma nova cultura de investimento social em mulheres no Brasil. “Queremos mostrar que os investimentos feitos em projetos que atuam com meninas e mulheres dão um ótimo retorno social. Também desejamos mostrar como os recursos para esta área de atuação ainda são muito poucos no Brasil”, comenta a coordenadora Geral do ELAS, Madalena Guilhon.


A representante de ONU Mulheres Brasil e Cone Sul, Rebecca Tavares, destaca o envolvimento das empresas e da sociedade no potencial das mulheres. “É preciso sinalizar às empresas o potencial de retorno do investimento quando optam por trabalhar com as mulheres numa proposta de filantropia estratégica”, diz Rebecca Tavares.  Para ela, as mudanças também envolvem o corpo de colaboradoras e colaboradores das empresas. “É preciso ganhar mentes e corações dos funcionários das empresas para que se sintam orgulhosos em trabalhar em empresas que participam da promoção e construção da igualdade social entre mulheres e homens”, explica a representante de ONU Mulheres Brasil e Cone Sul.


Para chegar aos vencedores, o Prêmio recebeu indicações pelo correio e publicou os nomes dos finalistas na internet para votação popular no site www.doarparatransformar.org.br. A votação foi encerrada em novembro de 2010 com mais de dois mil votos recebidos.  Na categoria Pessoa Jurídica, concorrem Lojas Renner e Fersol. Já o Instituto Consulado da Mulher e o Instituto Avon participam na categoria Fundações e Institutos.


A premiação também destaca ações de mulheres em prol de outras mulheres na categoria Pessoas Físicas. Concorrem neste grupo Tânia Almeida, doadora de recursos para a Casa da Mulher Trabalhadora (CAMTRA) do Rio de Janeiro, e Angela Rodrigues, doadora da Associação Lésbica Feminista Coturno de Vênus de Brasília.


Investimento social nas mulheres

Promover o protagonismo das mulheres mobilizando e investindo recursos em suas iniciativas é a missão do ELAS Fundo de Investimento Social. A organização, única do gênero no Brasil, já apoiou mais de 200 grupos de meninas, jovens e mulheres em todas as regiões do país totalizando investimentos que superam R$ 2 milhões.

 

O ELAS entende que investir nas mulheres é o caminho mais rápido para o desenvolvimento de pessoas, comunidades, cidades, estados e, por fim, de todo o Brasil. Isso acontece porque elas são as principais agentes de transformação da realidade em que estão inseridas.

 

Informações:

Veronica Marques

verônica@fundosocialelas.org

(21) 2286.1046 / 9981.0211

 

Isabel Clavelin e Mara Silva

Isabel.clavelin@unwomen.org

Mara.silva@unwomen.org

(61) 3038.9287 / 9149

9179.9230

 

 

ONU Mulheres Brasil e Cone Sul

www.unifem.org.br

http://twitter.com/onumujeres

Exibições: 40

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço