LUTO: Homofobia pode ter sido a causa da morte de ex-ENECOS

A ENECOS ( Executiva Nacional de Estudantes de Comunicação Social), entidade máxima de representação dos e das estudantes de Comunicação Social no movimento estudantil, lançou nota em seu site neste domingo, 18 de novembro, sobre a morte de seu ex-militante, Lucas Fortuna, que possivelmente teve sua vida encerrada por um ato homofóbico. Entenda o CASO. A executiva afirma estar de luto, e como forma de protesto lançou nota sem sua marca principal: a digital vermelha que carrega há 21 anos como identidade visual e símbolo também da identidade de estudantes do Brasil inteiro com suas bandeiras de luta: Democratização da Comunicação, Qualidade de Formação do Comunicador Social e Combate às Opressões, sendo esta última a bandeira onde Lucas ganhou memória eterna dentro da Enecos, sendo um dos precursores do Movimento Pró-Saia, onde os homens usam saia como um ato de reivindicação durante os encontros estudantis.

Leia a nota na íntegra: 

Neste domingo, o vermelho de nossa digital virou sangue com a morte do ex-Enecos Lucas Fortuna


.
É com enorme pesar que a Executiva Nacional de Estudantes de Comunicação Social (Enecos) vem por meio desta falar sobre a morte do nosso ex-militante e comunicador social, Lucas Cardoso Fortuna, goiano, de 28 anos. Ele foi encontrado morto na manhã deste domingo (18/11/2012), na praia de Cabo de Santo Agostinho, próxima à cidade de Recife, no estado de Pernambuco. Ele estava participando, como árbitro, de um campeonato pela Federação Goiana de Voleibol.
.
O militante de causas LGBT organizou por algumas vezes Paradas da Diversidade em Goiânia e também foi coordenador da regional Centro-Oeste da Enecos nos anos de 2005 e 2006, com um permanente apoio às nossas ações até os dias de hoje. Lucas foi um dos precursores do Movimento Pró-Saia dentro da Executiva e um dos jovens que sonhava com um mundo melhor e mais justo, onde todos e todas tivessem o direito de amar; independente de sua cor, crença, sexo ou posição social.
.
A suspeita é que Lucas tenha sido vítima de um crime homofóbico, pois foi encontrado na praia pernambucana apenas de cueca, com sinais de espancamento e ensaguentado. Justo ele que tanto lutou pela aprovação do Projeto de Lei 122, que assegura a punição à homofobia no Brasil..  Hoje, infelizmente, nossa saia não rodará; mas não deixemos nos abalar, pois assim como Lucas acreditou no poder da revolução, a Enecos continuará a sua história por um mundo onde todos os amores são possíveis.
.
Dessa forma, a ENECOS reafirma sua luta contra toda forma de opressão e chama a todos, comunicadores sociais ou não, a não deixar mais mortes como esta impune.
.
Pela criminalização da homofobia já! Não deixemos mais um crime ser calado.
Vistamos nossas saias, Lutemos.

Exibições: 211

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço