Mãe Stella torna-se colunista do jornal A Tarde

Apesar das dificuldades do dia-a-dia, a comunidade negra e o povo de santo do Brasil têm mais um motivo para comemorar nesse Ano Internacional dos Afrodescendentes. Desde o último dia 02 de março, as páginas de Opinião do jornal baiano A TARDE, o mais influente jornal do Norte-Nordeste, estão um pouco mais "enegrecidas". É que a a patir de agora, a cada 15 dias, sempre às quartas-feiras, haverá um artigo assinado pela ialorixá baiana do Ilê Axé OpÔ Afonjá, Mãe Stella de Oxóssi.

Segundo o blog Mundo Afro, editado pela jornalista Clediana Ramos, repórter do próprio jornal, "é a primeira vez, desde a fundação de A TARDE em 1912, que uma ocupante do mais alto posto da hierarquia do candomblé se torna articulista de forma regular no periódico".

 

 

Foto: Antônio Milena/ABr

 

Maria Stella de Azevedo Santos, a Mãe Stella,  nascida em 1925, é formada em Enfermagem com especialização em Saúde Pública pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e é autora de cinco livros, dentre eles: E Daí Aconteceu o Encanto (1988), escrito em parceria com a escritora Cléo Martins; Meu Tempo é Agora (1993); Òsósi – O Caçador de Alegrias (2006), Owé – Provérbios (2007) e Epé Laiyé- terra viva (2009),  voltado para o público infanto-juvenil. Mãe Stella tem também o título de Doutora Honoris Causa pela UFBA e UNEB, foi condecorada com a comenda Maria Quitéria (Prefeitura do Salvador), a Ordem do Cavaleiro do Governo da Bahia e a comenda do Ministério da Cultura.

 

O jornal A Tarde vem se tornando a cada ano um exemplo de valorização da diversidade étnico-racial no jornalismo brasileiro - que em geral tem adotado um postura contra as ações afirmativas. Além da iniciativa dos Cadernos da Consciência Negra que são publicados todos os anos, desde 2005, no Dia Nacional da Consciência Negra - e que ganhou em 2010 o prêmio BNB de Jornalismo -, destacam-se a cobertura cotidiana dos temas raciais e pela diversidade religiosa. O blog Mundo Afro, por exemplo, é uma iniciativa inédita no país ao realizar a cobertura digital das ações do movimento negro pelo periódico.

 

* Redação Correio Nagô

Com informações do Blog Mundo Afro - http://www.atarde.com.br/mundoafro.

 

Exibições: 390

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Bartira Martins Silva em 3 abril 2011 às 23:34
Importantíssimo passo do Jornal, que é o mais lido pela sociedade soteropolitana. cheia de preconceitos e ignorâncias acerca das religiões afrobrasileiras. Tapa de pelica na burguesia "branca" e católica baiana. A Tarde ganhou um pouco do meu respeito!
Comentário de Walter Rui Pinheiro em 30 março 2011 às 23:30

Somente a manchete de ilustração deste feito, me conforta, me deixa muito mais feliz, me deixa mais contente, ciente cada vez mais, da realidae do que é ser uma  pessoa pertencente a tradição do Candomblé.

Por tudo que acredito, por tudo que tenho fé, por tudo que tenho respeito na minha Vida de religioso do Candomblé, su só posso louvar a todos os nossos Orixas, Nkissis, Voduns pela Vida cheia de Saúde da Nossa Maravilhosa Mãe Stella D' Oxossi e tod@s nós desta Religião Viva e Cheia de Amor pela Vida que a Natureza nos Oferece.

Okê Aróo

Comentário de Claudinha Feliz! em 28 março 2011 às 21:24
MAIS QUE MERECIDO DESEJO MUITO AXÉ ,FORÇA E SABEDORIA  BJS!
Comentário de Sávio Costa Conceição em 28 março 2011 às 20:39

Odé Kayodé, Minha Mãe Stella:

Venho aqui com meu filho Kayodê, nos braços(foto), saudar essa sua nova conquista que é, e sempre será, a conquista para todos nós. Sua voz é a voz da polissemia, do respeito a polilógica, da consciência de existir no mundo com o outro. A sabedoria de ser uma grande estrategista nos momentos dificeis e que busca a harmonia e o equilibrio em todas as tensões que são impostas pela ingnorância e arrogância desses inquisidores que resistem em reconhecer a presença da diferença num mundo diverso e de muitos modos de viver.

Parabéns minha Mãe, sabemos de sua força e determinação para irromper esses obstáculos.

Estamos presentes no movimento de suas palavras e ações.

Parabéns ao Jornal A Tarde pelo enobrecimento de sua coluna editorial.

Kauô Kabiesilé!

Suré fun mi Iya

Sávio C. Conceição- Professor e Dirigente escolar

Ogã/Suspenso-Omolú

Ilê Asé Opó Afonjá

 

 

Comentário de Ubirajara Santa Rosa em 28 março 2011 às 20:24
Esta é mais uma vitoria do povo de Santo, vou ficar na ansiedade sempre as quarta-feira, para beber deste fonte de sabedoria da nossa grandiosa mãe. Parabéns Mãe Stella.
Comentário de EDUARDO PEREIRA em 28 março 2011 às 17:40
Esta luta é de todos nós. Vamos em frente valorizando o que é nosso. PARABÉNS MÃE STELLA
Comentário de adinelson de souza filho em 28 março 2011 às 16:46
O tempo do povo negro é agora! E Mãe Stella prova isso sempre, imprimindo a sua marca e a força da resistência negra no seu percurso de sacerdotisa e de mulher pública que se tornou, honrando o compromisso assumido perante os orixás e perante a comunidade religiosa que assumiu há 34 anos. Uma representação que estrapola os muros do Opô Afonjá e da nação de ketu, defendendo todo o povo afro-baiano e afro-religioso, calando a boca do racista e abrindo a cabeça do povo negro sobre a sua identidade. É o negro falando sobre o negro. Seu saber se espraia por toda a Bahia e pelo mundo. Mãe Stella mantem vivo o ideal da fundadora do axé que administra hoje, de que "o tempo de servir ao orixá na ignorância havia acabado".

Ocupando mais um espaço importante, que é uma coluna do jornal A Tarde, a voz de Mãe Stella será eco das vozes negras desta cidade na luta contra o preconceito, racismo e a discriminação. Mais uma vez ela mostra que "seu tempo é agora", numa atualização de vida e força como o reviver dos itans que ritualizamos revivendo. Seu saber se constitui como uma luz a limpar as ideias deturpadas construidas sobre o povo do axé ao longo da história. Parabéns ao jornal A Tarde e parabéns a Mãe Stella!

Suré fun mi Iya
Modupè A Tarde

Adinelson de Souza Filho - Pedagogo
Omon' Ilé Asè Òpó Osogun Ladé
Comentário de Vanice da Mata em 28 março 2011 às 8:42

Quanto tivemos que esperar...

Kabiesilé!

E quando será que a Academia de Letras da Bahia vai "enegrecer femininamente"? Estou na torcida, e pode ser até por este caminho mesmo... Deixo o convite para que vocês leiam Epé Laiyé. Muito lindo.

Comentário de José Cezário Miguel Aschar em 28 março 2011 às 5:05
Que Oxalá ilumine Mãe Stella nesse novo trabalho, levando ricas informações que contribuam para que as pessoas se empoderem dessas informações.
Comentário de Alberto Jorge Rodrigues da Silva em 28 março 2011 às 3:23

Parabéns Jornal A Tarde.

A Coordenação Amazônica da Religião de Matriz Africana - CARMA, da qual sou Coordenador Geral, se sente contemplada com esse espaço.

Vemos em Mãe Stela de Oxossi uma representatividade legítima, não apenas da Nação Ketu mas de todas as Matrizes Afro-Brasileiras.

Não importam as diferenças conceituais, não importam as diferenças litúrgicas, o que importa é o espaço para uma voz que vem das bases, que vem da ancestralidade, que tem base para transmitir a sociedade um pouco daquilo que somos, temos, acreditamos e queremos.

São espaços como esses que mostram a grandeza de uma imprensa livre e comprometida com equidade, com a igualdade de diretos, com a igualdade de espaços.

Na grande maioria dos jornais brasileiros, bispos, padres, pastores e espíritas tem seus espaços reservados a décadas. Falam de tudo, opinam sobre tudo, do religioso ao profano.

Quanto a nós Afros-descendentes e em especial Afros-Religiosos aparecemos eventualmente nos cadernos de culturas ou não raro de forma espalhafatosa em páginas policiais.

O Jornal A Tarde vem quebrar essa exclusão que se tornou paradigma do jornalismo brasileiro. Que esse grande exemplo possa ser seguido por tantos outros jornais.

Parabéns Correio Nagô por nos permitir, aqui no Norte do País, saber o que se passa no Nordeste, o que se passa com o Povo Tradicional de Terreiro, mostrando fatos e notícias que a grande imprensa deixa na invisibilidade.

Cordialmente.

Vòdunsí Re Rohsovi - Dr. Alberto Jorge Silva

Coordenador Geral da CARMA

Coordenação Amazônica da Religião de Matriz Africana e Ameríndia

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço