Morre em Salvador a atriz Auristela Sá do Bando de Teatro Olodum

A atriz baiana Auristela Sá, do Bando de Teatro Olodum, morreu na madrugada desta terça-feira (12) em Salvador. Auristela passava por tratamento contra um câncer de pulmão no Hospital Jorge Valente e por volta das 4h da manhã a atriz não resistiu, segundo informações do Portal Ibahia. 

Auristela fez história no teatro baiano ao participar de produções importantes para a dramaturgia negra, como a peça "Bye, Bye Pelô" e "Cabaré da Rrrrraça" do Bando de Teatro Olodum. A atriz ficou mais conhecida  nacionamente quando participou como 'Carmen' do filme 'O Pai, Ó'. Na trama, a sua personagem era irmã de 'Piscilene', interpretada pela atriz Dira Paes. A produção reuniu um elenco, que teve como protagonista o ator Lázaro Ramos, ex-integrante do Bando. Outro filme que teve participação da atriz foi 'Jardim das Folhas Sagradas', do produtor e roteirista baiano Póla Ribeiro. 

O sepultamento será realizado às 17h desta terça (12), em Alagoinhas, cidade natal da atriz a pedido dos familiares.

Redação CORREIO NAGÔ. Com informações do Ibahia.

Foto: Márcio Lima

Exibições: 4632

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de luciana baraúna em 12 março 2013 às 16:38

que olorum lhe leve em paz,guerreira

Comentário de elias malaquias da silva em 12 março 2013 às 16:23

 Auristela - Estrela de Ouro - Continuará brilhando no Orum!

Comentário de Rui Moreira dos Santos em 12 março 2013 às 15:59

Meus sentimentos... Rui Moreira

Comentário de Josemar Dias em 12 março 2013 às 14:54
Que Deus ilumine o caminho dessa ilustre conterrânea, que tanto orgulhou nosso povo.
Comentário de Gizelda Alves em 12 março 2013 às 13:40

Desejo que ela encontre um caminho iluminado para seguir do outro lado da vida. Mais uma grande perda na dramaturgia baiana.

Comentário de Cláudio Fonseca de Oliveira em 12 março 2013 às 13:05

Olorum kosi pure ! Que Oludumare a receba no orum. Grande perda !

Comentário de Rita Cliff em 12 março 2013 às 12:10

Que Iansã a conduza para o reino dos mortos em Paz. Sua passagem nesta terra foi marcada com os seus brilhantes trabalhos na dramaturgia negra baiana. "Adeus não! . Eu digo até breve!". Pois esse é o caminho de todos nós.

Rita Cliff

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço