Na pandemia, escola dá aula de resistência pela educação

Criada em 1988, no terreiro Ilê Axé Jitolu, no Curuzu, a escola comunitária Mãe Hilda mantém o legado da sua fundadora, a iyalorixá Hilda Dias dos Santos (1923-2009), e possibilita educação gratuita para as crianças do bairro.

Mesmo com todas as dificuldades, inclusive com a pandemia, a escola continua a oferecer conteúdos de valorização das heranças africanas e de autoestima do povo negro.

“A escola é totalmente mantida pelo Ilê Aiyê. As professoras e funcionários que atuam aqui sabem da dificuldade do bloco em conseguir apoio para os projetos e fazem com muita dedicação”, explica a pedagoga Hildelice Benta dos Santos, filha caçula de Mãe Hilda, que sucedeu à mãe na direção da escola e também como iyalorixá do terreiro Ilê Axé Jitolu.    

Leia mais: https://correionago.com.br/portal/na-pandemia-escola-da-aula-de-res...

Exibições: 62

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2020   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço