Ele se chamava Ramon George Sneyd, trocava de nomes e enderecos frequentemente como alguem que troca de roupa durante o verao bahiano. Alguns o conheciam como Eric Galt, outros como Harvey Lowmeyer. Na verdade, seu nome era James Earl Ray, o principal suspeito do assassinato do lider pelos direitos civis dos afro-americanos, o senhor Martin Luther King, Jr. Por mais de 2 meses ele foi tambem um dos fugitivos mais procurados no planeta.
"Hellbound on his Trail" conta a excitante e grotesca historia do assassinato do senhor King, e a obstinada busca para encontrar o senhor Earl Ray. A operacao montada pelo governo norte-americano foi uma das mais ambiciosas e mais caras conduzidas no pais. Ela custou aos cofres publico na epoca um total de aproximadamente US$ 2 milhoes. A necessidade de encontrar o assassino era tanta que mais de 3000 agentes foram colocados neste caso, nao falando da ajuda internacional da Policia do Canada e da famosa Scotland Yard. Alias, foi esta ultima quem capturou o senhor Earl Ray no aereoporto internacional de Londres, o Heathrow, quando ele estava a caminho da Belgica. Apos ser preso enquanto escutava seus direitos comecou a chorar como um bebe.
"Se existe por acaso algo do tipo assassino tipico, james Earl Ray de 41 anos certamente nao se encaixava nesta descricao. Pelo menos de imeidato", eplica o autor Hampton Sides. "Quando jovem, o senhor Earl Ray era altamente religioso, conservador e radical na sua visao racial". E surpresa para muita gente que apesar desta posicoes filosoficas extremas ele nao entrou para a violenta organizacao da Klu Klux Klan. Contudo, ele era uma pessao sempre em busca de aventura, inconcientemente querendo ser pego para fugir novamente, ate reiniciar o circlo.
Em 1967, ele foi a primeira pessoa a escapar da penitenciaria de "Jefferson City" na cidade de Missouri. Por um ano ele foi um andarilho nos Estados do sul, ficando um breve tempo na cidade do Mexico, ate mudar-se para Los Angeles, onde foi atraido pela campanha presidencial do senhor George Wallace. Assim como o senhor Wallace, o senhor Earl Ray era um notorio segregacionista. Ele estava obcecado pelo doutor King, dividindo seu tempo fazendo campanha eleitoral para o senhor Wallace, e seguindo os passos do pastor.
Ninguem sabe ao certo se Martin Luther King tinha conhecimento deste senhor no seu encalco enquanto viajava por todo o pais tentando energizar o movimento pelos direitos civis. Na epoca, sua popularidade estava decaindo. Muita gente dentro da comunidade afro-americana acreditava que seus metodos de nao violencia na luta contra a opressao do Estado estava ultrapassado e era ineficiente. Porem, o senhor King nao estava disposto a ceder seu posto de lideranca. Na verdade, ele estava preparando uma nova direcao para sua organizacao, "A Conferencia Sulista de Lideranca Crista(Southern Christian Leadership Conference). Tragicamente ele nao viveu para implementar estas mudancas.
"Hellbound on His Trail" segue os passos de Ray e King cruzando o pais, um aproximando-se do outro ate o encontro final, onde o cacador apanha sua caca. Tudo isto sob o pano de fundo dos disturbios nacionais e patologia do funeral do senhor King. O senhor Sides reconta a fuga de Ray e os 65 dias na sua busca que levou os investigadores ao Canada, Portugal e Inglaterra. Usando de entrevistas pessoais e um vasto acervo de material nao publicado, o livro coloca uma lanterna num dos momentos mais obcuros da historia dos EUA.

Exibições: 22

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço