Neusa Borges pede personagem a autor e vira catadora de papel em Araguaia.



Afastada da televisão desde Caminho das Índias, ela entra na novela das 18h.


Do R7
João Miguel Júnior/Globo


Afastada da televisão desde seu último papel em Caminho das Índias (Globo), de 2009, a atriz Neusa Borges deve voltar às telenovelas.Segundo o jornal Agora São Paulo desta terça-feira (15), ela pediu um papel ao autor de Araguaia (Globo), Walther Negrão.

Neusa voltará à TV na trama das seis como Ivete, uma catadora de papel.

 



Vote: você acha que a atriz é vítima de preconceito?

A atriz também pode ser vista na reprise de O Clone, que está no ar no Vale A Pena Ver De Novo.

No passado, Neusa já acusou a TV de preconceito, já que não consegue ter contrato longo com as emissoras e costuma trabalhar por obra.

A atriz pediu um papel para o autor Walther Negrão e ele a colocou para interpretar uma catadora de papel.

ENQUETE PARCIAL.
Sim. Ela só faz papel de pobre na TV e nunca dão contrato longo para ela.
72.57%
Não. O fato de ela ser negra não teve influência nesse papel.
18.22%
Acho esse tema muito complicado. Prefiro não opinar.
9.20%

 

Publicado em 15/02/2011 às 11h38:

http://entretenimento.r7.com/famosos-e-tv/noticias/atriz-pede-papel...

Exibições: 437

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Pati Florzinha em 16 novembro 2011 às 13:31

Melhor me chamar Pati "Florzinha" do que Maria OLINA, se é para ser debochada e irônica vamos ser rs.

Outra coisa querida, acho que quem deve estudar mais o assunto é vc, aproveita e estuda mais tbém sobre uma palavrinha simples, mas de grande significado, DEMOCRACIA.

A democracia nos permite expressarmos nossa opinião, desde claro que não desrespeitemos o nosso próximo, e ao que me conste, em nenhum momento te desrespeitei e nem a nenhuma outra pessoa aqui, ficou queimadinha por que então queridinha?

Não entendí o porque de vc ter citado "brancos reacionários", é disso que estou falando, o preconceito está na própria pessoa, eu sou branca, tenho vários amigos e amigas negros, já namorei um negro lindo, maravilhoso, e olha vou te falar heim, eu era discriminada pelos amigos dele tá, me chamavam de "a branquela", branca azeda, me sentia super mal, eu pensava assim, se eu chamar eles de negros ou pretos, estarei sendo racista, mas eles podem zoar da minha cor porque?????Direitos iguais.

Procure estudar o assunto, como vc mesma diz, o assunto é rico e diverso, vc vai descobrir que o meu comentário só vai estar realmente superado qd não existir mais pessoas discutindo um tema como esse : "Neusa Borges pede personagem a autor e vira catadora de papel em Araguaia".

Engraçado que o assunto só é superado quando convém.

Comentário de Maria Olina Souza em 14 novembro 2011 às 16:58

Gente, eu não ia responder... mas só alguem chamada Pati Florzinha, poderia chegar atrasada e fazer um comentário tão superado como este. Até os brancos mais reacionários já pensam diferente.

Paty, estude o assunto, o tema é rico e diverso. Vale apena.

Comentário de Pati Florzinha em 14 novembro 2011 às 11:27

Gente, e se fosse uma atriz branca fazendo esse papel de catadora de lixo???Não seria preconceito Não????????Nunca me esqueço de uma vez qd eu ainda era criança, devia ter uns 12 anos, a professora estava falando sobre a escravidão.Atrás de mim sentava um coleguinha muito legal, ele era negro, eu adorava conversar, rir com ele, então eu sempre virava para trás para olhar para ele, nós ríamos, falávamos bobeiras, coisa de criança, e nunca me esqueço que naquele dia, bem na hora que a professora falou a palavra "ESCRAVO",eu virei para trás como de costume, sem intenção nenhuma, mas ele ficou bravo pq achou que virei para rir dele, pela professora ter se referido a palavra escravo, e por ele ser negro, ele achou que eu tava rindo dele, e eu nem tinha pensado nisso, a maldade, o preconceito estava na cabeça dele, não na minha.

Se realmente formos falarmos de preconceito, aí vai então: cotas para negros em universidades, essa é uma forma de preconceito, pq n existe cota para brancos???Negros e brancos são iguais perante a lei e perante Deus, os próprios negros deveriam ser contra essas cotas nas universidades, seria uma forma de dizer:Somos iguais os brancos, não precisamos de cotas.

Comentário de José Osmar Silva em 20 fevereiro 2011 às 11:18
Apesar de saber ser esse um espaço democrático, e eu só posso ve-lo assim, me provocou sentimentos contraditórios os comentários postados.Como já disse "apesar de saber ser esse um espaço democrático"!, o que é mesmo um espaço democrático?
Comentário de Alberto Jorge Rodrigues da Silva em 18 fevereiro 2011 às 16:14

Em resposta ao comentário de Luiz Souza referente a feiura de Ronaldinho gaucho.

Apenas tenho a dizer o seguinte: em nenhum momento fiz qualquer referência a cabelo duro, pele escura e lábios grossos, isso foram palavras dele.

Independente de ser branco ou preto, amarelo ou roxo, uma pessoa pode ser bonita ou feia.

O que faz beleza e feiura é o conjunto.

Conheço pretos de lábios grossos e nariz achatados de cabelo pixaim que são bonitos.

Conheço brancos de cabelos louros, olhos azuis, lábios finos que não mais féios que uma semana de fome.

Para mim, que sou negro, gosto de negro, me relaciono com negros, que já vivi maritalmente com pessoa negra de lábios grossos e cabelo pixaim e que era muito bonita, a questão estética varia de gosto para gosto.

Admiro Ronaldinho gaucho por sua história, por sua garra, por suas penas lindas, bunbum de jogador. Gosto de seu cabelo, mas o palmo que ele tem de cara, face, ou o nome que se queira dar, na minha opinião é feio.

Respeito quem achar bonito, mas eu acho feio e não estou ligando isso ao fato dele ser negro.

Por favor Luiz Souza, não ponha palavras na minha boca.

Será que isso não vem de algo internalizado em vc?

Comentário de Angela Lemos em 18 fevereiro 2011 às 8:35
Sem duvida nenhuma é preconceito!!! Alguem ainda duvida???
Comentário de Luiz Souza em 17 fevereiro 2011 às 17:31

Em referência ao comentário de Alberto Jorge Rodrigues da Silva:

 

O Ronaldinho Gaúcho "mais feio que a fome?" o que o faz ser feio??? os lábios grossos, o cabelo duro e a pele escura???  O Ronaldinho é apenas um negro comum, em termos de aparência. Mais feio que a fome é a estupidez, isso sim.

Comentário de Maria Olina Souza em 17 fevereiro 2011 às 14:12
Em referência ao comentário de Aline proponho as seguintes reflexões:
1- a palavra tem que ser garantida a todas e a todos.
2- Colocações como estas da Aline, que reforçam a ideologia e práticas dos colonizadores(as) servem para levantar questões, debatê-las e desejavelmente demover parte das pessoas que são guiadas pelo senso comum. Vejam as cotas; aprendemos em menos de 10 anos o que foi escondido durante 500.
3- O entendimento de que a grande maioria pensa e reage desta forma. Nossa lição de casa é através da militância convencer as pessoas no e do nosso cotidiano, já que aprendemos primeiro.
4- O pessimismo de nada nos favorecerá, ao contrário é dar pontos no jogo deles. Avançamos pouco , mas já saímos "daquele lugar". Resta não esquecer de onde viemos.
Comentário de Gildemir Lima em 17 fevereiro 2011 às 12:46
Há um tempo um amigo que trabalha em uma agência de publicidade me contou que em Salvador algumas empresas estavam excluindo modelos negros de  campanhas publicitárias por alegarem que a imagem do negro estava associada à alta criminalidade na cidade. Achei isso um absurdo!
Comentário de Alberto Jorge Rodrigues da Silva em 17 fevereiro 2011 às 12:21

Aline Pinheiro pelo amor de Deus, isso não é coisa que se diga.

Vc pelo visto pensa igual ao nossos detratores. Lugar de preto feio é em locais semelhantes a senzalas mocambos e palafitas.

Pobre do Ronaldinho Gaúcho nas suas mãos, não passaria de um catador de lixo, mendigo ou traficante de drogas dado que o coitado é mais feio do que um dia de fome.

Por favor reveja seus conceitos.

Aqui em Manaus há um cara semi analfabeto, feio como a guerra de Canudos, retirante do Ceará mas, lutando e usando da inteligência é hoje um dos empresários mais bem sucedidos dessa cidade.

Há muitos féios bem sucedidos, há muitos féios fazendo bonito.

Sua forma de conceituar as coisas é bem perversa, seguindo um clichê maldito usado pela Globo, somente os bonitinhos e bonitinhas podem ser felizes, ricos etc e tal.

O sucesso e o bem estar nas telinhas devem ser exclusividades dos Gianequines da vida. As Neuzas Borges que vivam eternamente condenadas aos serviços braçais e degradantes.

Vou repetir para vc o mesmo pensamento que um dia Napoleão Bonaparte externou: é melhor ficar calado que falar besteira.

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço