Muitas aderem pela cultura, outras por atitude política, mas também tem aquelas que usam simplesmente porque é estiloso e ponto.

Contrariando as regras e no contraponto das manias de alisamento, relaxamento e alongamento, muitas mulheres pretas estão descobrindo a beleza, o charme e a feminilidade do Black Power, com ou sem acessório, com ou sem creme de pentear. A textura e o volume do cabelo crespo estão conquistando aquelas que já estão cansadas da alteração química dos fios.

Com punhos fechados, o negro se impôs a uma sociedade que se recusava a aceitá-lo como um igual. Gritou, marchou e deixou seu cabelo duro crescer, criando o Movimento Black Power, na década de 1960, nos EUA. Logo depois o visual tornou-se moda pelo mundo e está cada vez mais atual, não apenas como um símbolo, mas também como um estilo ou um caminho de autoaceitação para as mulheres negras. Apesar de não ser uma novidade, usar B.P. ainda é considerado uma ousadia, um visual “alternativo”, inadequado em situações que exigem uma aparência mais “formal”. Mas, como assim?! Black Power é elegância pura! E é preciso “cabeça” pra sustentar tanta imponência!

O BK convidou algumas irmãs para contarem suas experiências, revelarem seus truques pra manterem o black bonito e dar algumas dicas pra quem estiver pensando em adotar o estilo. Vem comigo e sente só o poder dessas pretas!

Visite o blog pra continuar lendo!

Exibições: 298

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2018   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço