O Sistema é cruel de todas as maneiras, contra os jovens negros, inclusive a mídia.

Raquel de sobrenome estranho, louca, descontrolada e em defesa de uma classe que desde os primórdios foi opressora e oprime os negros em suas cozinhas, jardins, como seus motoristas, enfim, exploram os nossos com suas mãos de obra, aprendi uma coisa com a Vilma Reis que disse o seguinte uma vez "Todo branco quer ter seu negro de estimação" logo aprendi aquela historia de "dou emprego a seu filho também" é historia para nos afastar das universidades, afastar de gerir negócios próprios, fazendo assim que além da burguesia ter nossos pais como empregados, nos ter também como escravos de seus filhos, e assim continuar o ciclo, onde eles são os patroes e nós os empregados, o que acontece é que eles esquecem o que é "Causa e Efeito", a falta de oportunidades, de politicas publicas do governo, a falta de assistência quanto a Saúde, Educação de qualidade, transporte publico digno, e como ele iria dar queixa de tal agressão, sabemos como age a policia e quem ela protege, no minimo ele receberia mais uma sessão de espancamento.. enfim Raquel de sobrenome estranho, seus descendentes vieram para o Brasil e tiveram oportunidades, ganharam terras para produzir, ganharam credito dos bancos, já os meus? foram alforriados no dia 13 de maio e no dia 14 estavam sendo presos, porque criaram a tal Lei da Vadiagem, não receberam nenhum pedaço de terra, e esse impacto dura até os dias de hoje, querem tirar nossos povos dos quilombos, querem explorar as águas que trazem o sustento para os povos de quilombo, acham que a unica solução é matar os jovens negros de periferia, mas não é bem assim, o assalto que esse garoto cometia, era a agressão que o sistema cometia a ele, a verdadeira vitima é ele, sem oportunidades, esquecido por todos, mas assim como o Marcola disse uma vez "Hoje sou assistido por diversos benefícios do governo, eu tenho um peso no orçamento, o estado me protege, mas tive que ser notado para que isso acontecesse" escrevo esse texto, revoltado com tamanha brutalidade que tratam os nossos, e como uma forma de exorbitar meu medo, pois posso ser acusado na rua de roubo, por ser negro, pobre, da periferia e ainda pelas roupas que uso, estou defendendo nao somente o garoto, mas nos protegendo.

Porém esta mesma jornalista, comentou sobre o Justin Bieber, quando ele foi detido pinchando nas ruas do Rio, essa mesma "Juiza" que julgou o jovem negro, deu a "Sentença" para Justin, de fazer tratamento com psicólogos, ora bolas, para o jovem negro o tronco, quero dizer, o poste e o cadeado de bicicleta, para o jovem branco de classe altíssima, um psicologo? não é isso senhora Raquel?

Vejam no seguinte link, a jornalista e seus dois lados da moeda e nao culpem a mídia brasileira, dizendo que ela é uma merda, pois disso já sabemos: http://www.youtube.com/watch?v=582WLQ99fN8

Texto de Enderson AraujoJovem Negro, Pobre, que também acham suspeito se tiver andando na rua depois das 22h.

Exibições: 515

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço