Olívia Santana solidariza-se com Preta Gil

 

Fundadora de uma das maiores organizações de combate ao racismo do Brasil, a vereadora Olívia Santana ficou estarrecida com as declarações racistas proferidas pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) durante a edição desta segunda-feira, dia 28,  no programa CQC  da Tv Bandeirantes. Em um ato explícito de discriminação racial, o deputado chamou de “promiscuidade” a possibilidade de um homem  branco se apaixonar por uma mulher negra.

 

O deputado ainda foi ofensivo com a cantora Preta Gil. Afirmou que a filha do ex- ministro da cultura, Gilberto Gil, foi criada em um ambiente lamentável e promíscuo.  “Ô Preta, eu não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Eu não corro esse risco e meus filhos foram muito bem educados. E não viveram em ambientes como lamentavelmente é o teu”, declarou Jair Bolsonaro.

 

Preta Gil já postou em sua conta do twitter que vai processar o deputado racista e pede apoio de todas as pessoas que se sentirem ofendidas com as declarações. A vereadora Olívia, uma das coordenadoras nacionais da União de Negros pela Igualdade – Unegro, se colocou à disposição da cantora e afirmou que também vai entrar com uma representação contra o parlamentar do Rio de Janeiro.

 

“ Estas declarações representam o posicionamento reacionário deste deputado. O que ele faz em Brasília é um desserviço para a Nação. Não vamos permitir que esta atitude discriminatória passe impunemente. Racismo é crime e o deputado deve ser penalizado por isso. Falo isso, como cidadã e mulher negra” ,afirma Olívia, integrante da comissão de Reparação da CMS.

 

A assessoria jurídica do mandato de Olívia já está tomando todas as providências necessárias para entrar com uma representação no Ministério Público contra o deputado. “Ele não ofendeu apenas Preta Gil, e isso já seria o bastante, mas todas as mulheres negras deste país. Ele deve ter o seu mandato cassado, já que quebrou o decoro parlamentar e cometeu um crime em rede nacional. Utilizou uma concessão pública para ofender toda nação brasileira”, destacou a vereadora.

 

 

Assessoria de Comunicação do Mandato da Vereadora Olívia Santana

29 de março de 2011

Maíra Azevedo

Jornalista

DRT-2743

 

Exibições: 60

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Antônio Purificação em 29 março 2011 às 19:06

 Racismo e Homofobia deixam de ser velados para ser falados! Infelizmente um deputado ofende todas as mulheres negras do nosso país, não podemos deixar de lembrar que ele representa pessoas que também pode pensar desta maneira completamente desrespeitosa, acirrando e insuflando a violência contra os negros e os gays. Como é possível permitir que um deputado com este perfil possa sentar na Assembleia Legislativa e tomar decisões que impactam na vida das pessoas? O partido dele tem que se posicionar sobre este fato, caso contrário todos pensam da mesma maneira!

Deve existir no rigor da lei uma forma de punição para esta pessoa, não devemos deixar passar este tipo de declaração sem enquadramento, pois este fato não pode ser banalizado como se fosse um quadro de humor! A discussão sobre racismo e homofobia é assunto sério e deve ser tratado com seriedade.

 

Antônio Purificação

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço